sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

FALA, LEITOR!

“Cesar, sobre essa história da SC-401. Tenho a impressão que o problema ali é sério mesmo. Caso contrário, não achas que o governador já não teria dado um jeito de liberar a estrada que está criando problemas para o amigo Fernando Marcondes de Mattos presidente do Conselho de Turismo e dono do Costão do Santinho?

Acho também que pegastes no pé do prefeito, mas deixastes livres os pés estaduais. É uma rodovia estadual, praticamente ao lado do Centro Administrativo do governo. Até o pessoal que trabalha no governo está tendo dificuldades, para chegar e sair do Saco Grande. Impossível que não tenham visto a situação que está criada.

E a grande dúvida da temporada: vai ter decoração de Natal no Centro Administrativo, este ano?”

12 comentários:

Anônimo disse...

Lá no Carandirú, esta rodovia nao existe, o negócio e viao de roxca.
A peble que se FÚ como diz o nobre LULANUNCANESTEPAIS.

Anônimo disse...

o Caminho dos Açores também é estrada estadual?

Anônimo disse...

Cesar li agora no Moacir Pereira q aquela questão da federalização não é mentira não,o jornalista tem td gravado!!!
Trazendo p/ ca...

A Federalização

A proposta de federalização do porto de Itajaí, feita pelo deputado Décio Lima (PT) ao presidente Lula, não foi um balão de ensaio, como está sendo interpretada. O repórter Rodrigo Pereira, do Jornal de Santa Catarina, que produziu o furo jornalístico, tem a gravação integral da entrevista.

Em Itajaí, circula a informação de que o prefeito Volnei Morastoni (PT), maior interessado na federalização, chegou a falar animadamente da hipótese na Secretaria de Desenvolvimento Regional.


Tião fpolis

Anônimo disse...

La tb li sobre a questão da SC 401!!!


Caos na SC-401

Advogado Rogério Queirós, ex-vereador, líder comunitário e tradicional líder do PMDB nos tempos heróicos, incorpora-se aos protestos da população do Norte da Ilha contra esta situação caótica da SC-401.

Indaga porquê o governo estadual não pede a contribuição da engenharia de São Paulo, de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul, dos equipamentos mais modernos que possuem, para tentar reduzir a dramática situação de mais de cem mil pessoas, submetidas a um verdadeiro calvário todos os dias.

O Deinfra está devendo uma boa explicação ao povo sofrido. Agora, depois de incontáveis manifestações e críticas, admite um desvio de emergência, ali mesmo ao lado da barreira. Por que não pensou nisso antes?

Mais grave: os hoteleiros já estão contabilizando prejuizos antes da temporada. Nos Ingleses, tem um hotel que teve canceladas 40% das reservas do Réveillon, por conta desta calamidade.


Tião fplolis

Michel disse...

Cesar,

Primeiro, acho que o problema na SC não atrapalhou a vida da turma do Centro Administrativo...para chegar até a sede do Governo está tudo bem....para voltar para o centro da cidade, se passa por baixo do viaduto da entrada de Cacupé sem problemas no trânsito...pelo que pude apurar outro dia. O problema da fila começa após o viaduto...Talvez o problema do morro que caiu, possa ser sério. Mas, por ora, entendo como pura incompetência criada e planejada. Quanto custa aquela quantidade de máquinas, caminhões, homens por dia de trabalho? Quem ganha com isso?Qual é mesmo o nome da empreitera que está fazendo os serviços? Quem será a empresa que fará o desvio enquanto o muro de contenção é erguido? Por que até agora não se fez o desvio ao lado da própria SC, poupando o pessoal do dolorido caminho dos Açores/passar por dentro de Santo Antônio, horas nas filas? Será que isso que ocorreu não irá favorecer a idéia da necessidade de se ter uma empresa que cuide da rodovia? Uma empresa que cuide da rodovia em troca da exploração do pedágio? Nova idéia salvadora do pedágio para cuidar da rodovia?Quem será a empresa amiga que terá direito de explorar o pedágio?É esperar para ver?Quanto ao Costão do Santinho, não vejo problemas. Vocês já viram a quantidade de "personalidades" de todos os tipos e gostos, com berço ou sem berço, que chega pelos céus ao Costão? Se para a corrida de "carrinhos" dos pilotos milionários não foi problema pegar a SC com km de congestionamentos, imaginem, se os mais pobres frequentadores do Costão em seus carros super luxuosos vão dar bola, sabendo que em poucos minutos apos passar pelo desvio, estarão usufruindo das maravilhas do Costão, esta turminha não irá se incomodar...querem luxo e mídia...custe o que custar...

Anônimo disse...

Sobre o Teatro Pedro Ivo, não é apenas o som que tem problemas. O imóvel foi inaugurado sem ter nem o projeto preventivo aprovado pelo Corpo de Bombeiros. Inclusive foi mandado retirar até o "guarda-corpo" dos camarotes que era de vidro blindex e custou 90 mil reais. A segurança das pessoas certamente não é algo prioritário para os atuais governantes!

Anônimo disse...

Tio cesar li no prisco paraiso e achei interessante:
Olha só:

O pacto da não demissão celebrado quando das enchentes de 1983, entre o então presidente da Fiesc, Bernardo Wolfgang Werner (recentemente falecido) e o governador da época, Esperidião Amin, bem que poderia ser reeditado agora pelo seu discípulo Alcantaro Corrêa (que coincidentemente preside a Federação das Indústrias) e o governador Luiz Henrique?

Como bem observa Amin, “foi uma iniciativa emblemática da união e do firme propósito de reconstruir! Contribuiu decisivamente para que Santa Catarina demonstrasse ao Brasil gratidão pela solidariedade e oferecesse um vigoroso exemplo de capacidade de trabalho e espírito de luta!”

Aliás, faz com que reflitamos se não seria o caso de a trilionária ajuda que os governos vêm dando a bancos e empresas pelo mundo todo, ser condicionada à preservação de empregos que estão sendo “deletados” pela especulação financeira...


CAIO

Anônimo disse...

Não, por favor, aquela decoração natalina de 300 mil do ano passado ninguem merece. Chega a doer os olhos o mau gosto.

Anônimo disse...

Eta turma de sem assunto:
-Aquela rodovia não atrapalha o Governador, pois ele simplesmente aparece muitíssimo pouco para o trabalho.
Agora é que ele vai comparecer um pouquinho mais no endereço, pois haverá shows para ele no novo teatro.
Mas como ele vai de helicóptero, qual o problema?

Anônimo disse...

TIO CESAR TB TIVE LA NO MOACIR PEREIRA E LI ISSO AINDA QUANT A SC 401!

Tem gente no governo achando que há má vontade de alguns jornalistas, quando insistem na necessidade de ações mais urgentes e criativas para desobstruir a SC-401.

Deviam falar antes com os hoteleiros e pequenos empresários com negócios no norte da Ilha. Há casos de cancalementos de até 50% das reservas para o reveillon.

E com a obstrução prolongada, os efeitos negativos serão muito maiores.


MARCELO - FLORPA

Anônimo disse...

TIO CESAR MAIS UMA DO ATRAPALHADO LHS IX!!!

OLHA MAIS ESSA:

Impressiona o que tem gente usando a calamidade pública como plataforma de promoção politica. As referências nos blogs e na mídia impressa falam do uso indevido em Florianópolis e Itajaí.

O politico mais citado é o prefeito licenciado Dário Berger. Quando é para ganhar espaço na mídia, o prefeito efetivo Bita Pereira não aparece.

Dois casos bem ostensivos: o SOS Solidariedade, show realizado em São Paulo, no Anhembi. O governador Luiz Henrique não levou o prefeito Bita Pereira, mas o licenciado Dário Berger.

E agora, na visita do jogador Ronaldo, Berger teve direito até a discurso. E Bita Pereira também está fora das fotos oficiais.


TAMBEM DO MARCELO


ABRAÇOS

Anônimo disse...

Cesar passando no blog do moacir p/ conferir se tinha mais uma palhaçada digo trapalhada da SC 401 eis com que me deparo:

O Desbloqueio

O prefeito Dário Berger sinalizou hoje que está apreensivo com a situação da SC-401 e os transtornos imensos que vem trazendo para a população e a economia da cidade.

Dirigindo seu próprio carro, retornou esta tarde ao local do deslizamento para conferir as medidas para recuperação da SC-401. O trabalho agora está em novo ritmo, com quatro retroescavadeiras trabalhando a todo vapor e caminhões transportando barro e pedras nos dois lados da estrada.

- Quando é que cai acabar este calvário? - indaguei ao prefeito, que demonstrava angústia com o problema criado pelas chuvas.

- Pode escrever. Amanhã(domingo) a SC-401 estará liberada.

O engenheiro Cleo Quaresma, que coordena os trabalhos, não arrisca previsões. Confirmou obras do desvio para alargamento da pista, o que dará mais segurança à rodovia. Mas isto depende de várias etapas: base, sub-base, asfalto.

O governador teria dado ordem expressa para liberar o tráfego o mais rápido possível.

MAIS ABAIXO VEJO ESSA COLOCAÇÃO:

O Bloqueio

O governador Luiz Henrique e seu aliado, o prefeito Dário Berger, estão sofrendo um desgaste politico brutal por conta do bloqueio da SC-401`, em Santo Antônio. O volume de terra e rocha que deslizou é realmente impressionante. Mas a sensação que ficou para milhares de usuários da rodovia é que o governo deu tratamento burocrático, rotineiro a uma obra que exigia verdadeira "operação de guerra".

Além disso, a Polícia Rodoviária Estadual não montou um esquema para evitar ação dos espertinhos furando pelo acostamento, ou mesmo a liberaçao controlada do acostamento para fazer o trânsito fluir melhor.
ISSO VIRO PALHAÇADA MESMO PARA NOS FLORIANOPOLITANO.
É OS IMBECIS SOMOS NÓS.

SERGIO FLOORIPA