quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

O silêncio do PDT

[Texto atualizado às18:40]

Vamos fazer de conta que a gente não conhece a real situação dos partidos políticos brasileiros e, ingenuamente, cobrar, da direção estadual do PDT, uma posição quanto à ação do deputado Sargento Soares.

Como poucos ignoram, o deputado, que foi presiente da Associação dos Praças, pertence ao PDT. E está liderando ou pelo menos apoiando ativamente, um movimento dos praças, contra o governo do estado, para que sejam cumpridas algumas promessas de reajuste, consolidadas na Lei 254.

Ora, o PDT é partido da base de apoio do governo LHS, que lhe destinou inclusive uma secretaria de estado (ocupada, por coincidência, pela esposa do presidente estadual da sigla). E um de seus deputados, que inclusive é líder da bancada na Assembléia aparece, em público, criando uma situação de constrangimento para LHS. O outro deputado, o brusquense Dagomar Carneiro, já disse que é contra a mobilização dos praças e, portanto, discorda de seu líder.

A esta altura o PDT precisa tomar uma atitude. Ou desembarca do governo e apoia seu deputado nesta luta, ou chama o deputado às falas e dá-lhe um ultimato, exigindo lealdade aos compromissos que o partido assumiu com LHS.

O que não dá é para manter a secretaria e demais benesses de participante da aliança de governo e, ao mesmo tempo, concomitante e simultaneamente, atuar como oposição, dando uma prensa justamente no calcanhar de aquiles do governo: o tesouro.

5 comentários:

Anônimo disse...

Eles estão passeando pela China, quem será que está pagando a conta da comitiva???

Schneider disse...

Quando o assunto é o PDT, Brizola vem à lembrança. EM SC o PDT não tem uma grande liderança, apenas um chefe, espécie de proprietário da sigla. Brizola até apostava nele. Mas continuaria apostando?
O perfil do PDT está léguas distante do perfil do PMDB -uma nova UDN- e mais distante ainda de LHS.
Enquanto Brizola sempre priorizou a educação (vide aumentos ao magistério no RS), LHS sequer aceita pagar um piso nacional.
Se o PDT de SC for o do Sr Manoel prevalecem os cargos e o apoio ao governo. Mas se o PDT de SC tiver o perfil de Brizola prevalece o apoio ao praças.
Entendo que o Sargento Soares tem a cara do PDT e uma conduta que condiz com o trabalhismo.
Está na hora do presidente estadual decidir: ou o partido ou o emprego da esposa.

Anônimo disse...

Bom dia César e internautas do Blog!


Acho que não seria necessário este comentário\informação, pois imagino que o "ilustre" jornalista está bem informado, ou deviria né, mas vamos lá!

O Deputado Amauri Soares, e seu grupo político interno no PDT, desde sempre estão ligados aos movimentos sociais, ocmunitários e políticos populares de SC, em especial da APRASC.

A "quadrilha" do atual Presidente Estadual do PDT, Manuel Dias, e sua incompetente Secretária de "Enrolação Social" - Dalva Dias, são capachos diretos do Rei Luis XV, isso todos sabem, recebendo as benéfices do porderzinhos estadual...

E desde o final das eleições 2008, com a derrota quase completa da gestão Maneca no PDT, que diminuiu, mais uma vez, sua força política e representatividade em SC, o grupo político do Deputado Soares, com apoio de liderenças do interios e juventude, se posicionou publicamente pela saída do Governo LHS e contra a politicagem realizada históricamente pela "quadrilha" dos Dias!

Nesse sentido, a ação do Soares respalda sua história de lutas e compromisso com os mais necessitados de SC, inclusive o Deputado pertence a uma Corrente Comunista dentro do PDT\SC.

E até o momento o Sr Maneca e sua Secretária Pinóquio não enfrentaram o Dep. Soares posia sabem que não possuem base interna no partido, apenas os poucos CCs que sugam o dinheiro público no Estado, esse é o fato!

Quem deveria abandonar o governo LHS são os incompetentes e pinóquios dos Dias, e o PDT manter sua coerência histório de partido de esquerda e ligado as clamores populares e comunitários, como Brizola sempre defendeu e atuou!

Paulo Silva

amilton alexandre disse...

Cesar tás brincando. Vou levar este post para minha defesa no processo que me move o picareta Manoel Dias.

Digo e repito o PDT é partido de aluguel

Anônimo disse...

O PDT do ministro do trabalho Lupi já acabou mas esqueceram de comunicar. Restam alguns gatos pingados com alguma ideologia, o resto é pra venda de apoio.