quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Que venham os turistas!

O texto abaixo foi produzido pelo governo do estado e publicado hoje na página de notícias da Secretaria de Comunicação. É a visão oficial, portanto. Oficialíssima.

O governo está apresentando o turismo, literalmente, como a salvação da lavoura. Qualquer palavra menos otimista que se diga, soará como sabotagem do esforço hercúleo que o governo faz, primeiro para convencer os turistas que os hotéis e as casas de aluguel não foram destruídas pelas enxurradas. Depois, para colorir e edulcorar a temporada de veraneio.

Se algum dos jornalistas estrangeiros que certamente o governo trará, nos próximos dias, para mostrar que linda está a Ilha e que fenomenal está o estado inventar de falar comigo, responderei com o meu melhor sorriso e direi apenas que Santa Catarina está onde sempre esteve. Imagine se vou me meter numa coisa dessas: do jeito que foi colocado, se a temporada for fraca, sifu todo mundo.

Por isso, taí a versão oficial:
SC aposta no turismo para recuperar a economia

Florianópolis (10/12/2008) - Santa Catarina está pronta para receber os turistas na temporada de verão, que começa oficialmente na próxima semana, dia 19 de dezembro. Depois das chuvas que castigaram a região turística do Vale Europeu, que compreende destinos famosos como Blumenau, no Vale do Itajaí, o Estado aposta na demanda turística que vem para o Litoral catarinense para a recuperação da economia em Santa Catarina.

De Norte a Sul, os balneários têm sua infra-estrutura garantida para receber o turista brasileiro e estrangeiro. São 560 km de litoral no território catarinense com centenas de belas praias, desde as mais badaladas até as mais sossegadas, que fazem do turismo de verão uma experiência inesquecível aos visitantes.

As rotas mais procuradas pelos turistas brasileiros e estrangeiros no verão, vindos, em grande maioria, de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Argentina, Chile e Paraguai, estão nas regiões turísticas da Grande Florianópolis - que compreende a capital Florianópolis e mais 12 municípios - a Rota do Sol - que tem Balneário Camboriú, Bombinhas e Porto Belo - e Encantos do Sul Catarinense - onde estão Laguna, Garopaba e Imbituba. “Além das praias, Santa Catarina oferece opções de estâncias termominerais, nas regiões turísticas do Grande Oeste, na Grande Florianópolis, e no Vale do Contestado”, destaca o presidente da Santur, Valdir Walendowksy.

Com qualificada rede hoteleira e de serviços gastronômicos, bem como de lazer, estas regiões são responsáveis pela atividade turística durante todo o ano. “O turismo será responsável pela retomada da economia, já nos próximos meses. Também será importante para a auto-estima do catarinense. A diversidade que fez de Santa Catarina um destino nacional de destaque é um grande apelo”, afirma o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Gilmar Knaesel.

“A vinda de turistas também representa um ato de solidariedade para com o povo catarinense porque mantém empregos atuais e gera novos postos de trabalho neste momento difícil”, observa o vice-governador Leonel Pavan.

Acessos garantidos para o Litoral catarinense – De acordo com o DNIT/SC – Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes no Estado, as rodovias federais e estaduais atingidas por quedas de barreiras e outros danos, desde o início das ocorrências, sofrem reparos e desobstruções. Segundo o órgão, estarão totalmente recuperadas antes mesmo do início da temporada de verão.

A BR 101, km 235, no Morro dos Cavalos, em Palhoça, foi liberada para o tráfego em direção ao Sul do Estado, no dia 30 de novembro. Nesta rota estão Garopaba, Imbituba (Praia do Rosa), Laguna e Jaguaruna, entre outras praias do litoral que compõem a região turística Encantos do Sul Catarinense. Em Águas Mornas, onde o turismo termal, rural e ecológico ganha cada vez mais adeptos, na região turística da Grande Florianópolis, o tráfego também já está normalizado, com desvio temporário em duas pistas pelo acostamento.

Na BR- 470, o trecho entre os quilômetros 41 e 46, no município de Gaspar, uma das cidades afetadas pelas fortes chuvas, as obras de remoção de barreiras e reparos das pistas serão concluídas nesta quarta-feira, dia 10. No último domingo, dia 7, o Deinfra – Departamento Estadual de Infra-Estrutura – liberou a SC 401, caminho principal para as praias do Norte de Florianópolis como Jurerê, Daniela, Canasvieiras e Santinho. As obras devem ser concluídas em breve nesta área que está monitorada pelo órgão para garantir a segurança no tráfego de veículos.

Aeroporto Internacional Hercílio Luz prevê demanda superior – Os vôos programados para o aeroporto internacional Hercílio Luz, na capital catarinense, a partir de julho deste ano, não tiveram cancelamentos, segundo a assessoria de comunicação da Infraero, que analisa pedidos recentes de 14 pousos de vôos charter domésticos para o verão. Os números de vôos já computados, segundo a Infraero, estão muito próximos aos da temporada passada e há novas solicitações de vôos internacionais.

De 1 de janeiro a 31 de março de 2009, o Aeroporto Internacional de Florianópolis receberá 740 vôos internacionais, vindos da Argentina, Chile e Uruguai. No último final de semana, os argentinos começaram a chegar no Hercílio Luz, onde o receptivo da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e Santur já atua com as ações da temporada de verão. Na última segunda-feira (8), a Infraero recebeu solicitações de mais 16 vôos domésticos da Ocean Air, que começam a chegar no dia 20 de dezembro e seguem pousando na capital catarinense até o dia 8 de fevereiro.

Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte”

7 comentários:

Anônimo disse...

É verdade que o Governo espera o milagre do Turista.Agora esperamos nós, os que vivem 365 dias aqui, que tenhamos as benesses destes $$$ que vão aparecer e o Governo pare de dar dinheiro para as Promoções e "coisas" sem nexo para o Estado.
Quanto rendeu o Desafio dos Campeões na Capital ?
Quantas Veras Ficher vão aparecer para o Secretário abrir as "burras"?

Anônimo disse...

Eu mifû
Tu tifû
Ele sifû
Nozes sifûmus
Vozes sifûram
Eles sifûderam (inaudível, por favor)
Há Nônimus.

Anônimo disse...

Só criticarei o início da enganação: "Santa Catarina está pronta para receber os turistas". Algum dia já esteve pronta? Algum dia já esteve pronta para aclhor os próprios habitantes? Escrever sobre o resto é perder tempo...

Anônimo disse...

Nesta mesma linha do governo, o Arenhart emplacou uma cartinha no Estadão de ontem. Caderno de Turismo, no artigo do Mr. Miles, que encheu de elogios SC.

Anônimo disse...

César... faltou dizer que a BR 282 teve a lama das barreiras somente removidas para o acostamento e.... mais nada, se voltar a chover forte a lama escorre para a pista e começa tudo outra vez, não assimilaram o que falou D.Luiz que a terra está se desmanchando como um sorvete, mas tudo bem.... que venham os turitas incautos para se arrependerem depois.

Carlos disse...

O acesso de veículos ao aeroporto de Florianópolis está muito limitado em decorrência do descumprimento do Protocolo com a Infraero que o Luiz 15 assinou em janeiro de 2005, se comprometendo a continuar a Via Expressa Sul até o aeroporto. Aliás, esse é um compromisso que também está no Plano 15, é só consultar !
Em consequência desse descumprimento, o acesso de aviões ao aeroporto permanece limitado pela falta de área no pátio de estacionamento de aeronaves, pela falta de um terminal novo com novas salas de embarque, balcões de check-in, "fingers" etc.
Isso eles não colocam no texto oficial, não é ?

Carlos Henrique disse...

O turismo corresponde a 7% do PIB do estado. O governador deveria estar mais preocupado com a indústria da região de Blumenau-Jaraguá-Joinville, que corresponde a 40%. Ou seja, o estado não depende do turismo, quem depende é o Costão do Santinho.