quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

TSE alivia a barra dos governadores

Sem saco, evito comentar o que ocorreu no TSE no julgamento dos governadores da Paraíba e do Maranhão. Posso exagerar na adjetivação e acabar me incomodando.

Para que não fiquem sem a informação remeto-os, com as desculpas de praxe, ao colega Ricardo Noblat. Aqui.

5 comentários:

Schneider disse...

Ainda há juízes em Berlim. Essa é a nossa esperança. Mas não podemos nos entusiasmar, pois há juízes e juízes.

Anônimo disse...

As mulheres dos pracas fecharam agora a pouco ou acessos ao Batalha da Policia Militar de Chapeco. Foram cerca de 250 mulheres pedindo a reabertura das negociacoes em torno da Lei 254.




Marcio

Anônimo disse...

Tio César, SEI QUE NÃO É O LUGAR DE COMENTAR ISSO, MAS VEJA ESSA...o LHS acaba de baixar um Decreto ANULANDO o recesso que havia dado ao funcionários públicos, frustrando a todos aqueles que já haviam reservado casas de praia, hotéis, pagado passagens, etc. Dizem as "boas línguas" que foi idéia do novo Secretário da Fazenda. O povo tá P. da vida !!!!!!!!!

Anônimo disse...

Se isso foi idéia do Gavazzoni nem se pode dizer que ele tá começando com o pé esquerdo. Tá é enfiando o pé na jaca, kkkkkk..

Anônimo disse...

essa turma tem mais é q trabalhar,os desabrigados nau tem nem casa qto mais alugar casa de praia,hotéis,pagar passagens,etc.