segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

O “BENEFICIÁRIO”

Alguns “sem noção” estão divulgando uma hipótese tão obscena quanto irreal: “graças” à desgraça catarinense, o TSE estaria pensando em adiar o processo de cassação do governador.

Espero, sinceramente, que este delírio não tenha passado pela cabeça dos ministros daquela Corte. E nem tenha o apoio do governador. Embora se saiba que o lobby, para transformar essa fantasia em realidade, já tenha começado.

7 comentários:

Anônimo disse...

Para salvar a própria pele - a única coisa em que se interessam - devem estar dando graças à tragédia que se abateu sobre o estado. Tudo vale a pena quando a alma é pequena.

Anônimo disse...

Seria bom se fosse julgado com a maior brevidade possivel mas como o homem é poderoso e tem amigos influentes, acho que o TSE vai empurrar mais um pouco, independente das cheias. O Cunha Lima talvez não tivesse amigos poderosos (ou inimigos fracos). Se deixar recorrer no cargo, então será um julgamento inócuo.

Advocatum disse...

Era só o que faltava mesmo...

Anônimo disse...

César, querido, tens alguma dúvida de que isso vai acontecer? Por muito menos a justiça brasileira varre a sujeira pra debaixo do tapete.
Já era. O homem foi salvo por uma tragédia. Apesar de abrir a boca só pra falar bobagens...

Anônimo disse...

"Sem noção", é Tio César? Faz tempo que essa luzinha acendeu lá no QG da 401...

Anônimo disse...

Cesar, mas o que tem a ver a tragédia com a cassação? Bom seria que o Amin assumisse justamente agora porque ele já tem o know how de enchentes e calamidades. Não faz cagada nem diz bobagens como vem dizendo o Luiz Henrique. Tambem não vejo necessidade de se protelar em função dos acontecidos. Afinal, em Itajai está sendo processada a mudança de governo e o Belini vai assumir o comando municipal em janeiro, sem que o Morastoni lhe tenha chamado para ajudar desde já...fora já LHS, o Amin dá jeito na reconstrução

Schneider disse...

Além de Moribundo, agora, também flagelado...