domingo, 7 de dezembro de 2008

DEVAGAR COM O ANDOR

Como bons pagadores de impostos e eleitores assíduos, a gente precisa resistir à tentação de achar que os problemas são solucionados só porque, num determinado momento, o governante bonzinho resolveu dar um murro na mesa. Às vezes isso até acontece. Mas, no mais das vezes, não é bem assim.

Vejam esse caso da SC-401. A coisa ia indo, ia indo, sem data pra terminar. Aí, começou uma grita geral. E de repente, como por milagre, reapareceu o prefeito que tava de folga. Deu um murro na mesa e... shazam! abriu-se uma passagem provisória.

Por que não reapareceu lá no começo, nos primeiros dias do inferno? E por que não ficou todo dia enchendo o saco da empreiteira que o Deinfra contemplou com a tarefinha (que não sairá barato, mas isto é outra história)? E do próprio Deinfra?

Espera-se que, na pressa para mostrar que a pressão popular (e dos amigos hoteleiros) foi atendida, o conserto não fique pela metade. A recomposição do corte, com suas devidas proteções (para que não aconteça de novo), não deve ser simplificada, abreviada ou tapeada. Já que azedaram a vida de meio mundo, pelo menos façam bem feito. Lembrem-se que, tradicionalmente, o final de dezembro é chuvoso na capital.

11 comentários:

Anônimo disse...

De preferência que não se esqueça de recuperar o Caminho dos Açores, e de pensar e executar outras alternativas viárias para que o povo do norte da ilha não sofra novamente.
O caminho para a mais importante região turística de Florianópolis não pode ser único.

Carlos disse...

Pô, Cesar, deixa o Dário faturar essa! Afinal, quando ele não apareceu, levou pau de todo lado, agra que chegou lá e deu uma prensa naqueles malas do Deinfra, merece ao menos o reconhecimento disso. Se dependesse desse tal de Romualdo, a gente ia ficar naquela embromação até pelo menos a próxima semana. Esse cara já fez caca no tempo da duplicaçao da 101 norte, quando era o estado que fazia as obras, o rombo foi grande e ele levou uma paulada do TCU, multa de 15 mil, que por sinal ele tem que começar a pagar ou vai pro pau. Falando nisso, o Dário recorreu de novo, mas isso é outra história. MAs antes que eu esqueça, quem é essa turma da Asteca?

Anônimo disse...

Este prefeito deu uma de engenheiro de obras prontas.
Só apareceu quando a rodovia estava por ser liberada e daí deu o "murro da mesa", para mostrar que tem autoridade!
É um absurdo. Deve ter sido idéia do Fábio Veiga!

Anônimo disse...

Olha pessoal...isso tá com cara de armação...tipo assim:

LHS: vamos deixar a coisa degringolar mais ainda, ok?
Assessores e Dário: Por que?
LHS: Aí, o Dário aparece lá e dá uma chamada no DEINFRA,e aí, "abra-cadabra"!!!! Realmente começamos a trabalahr e o nosso herói será ovacionado pelo povo!!!!
Assessores e Dário: Certo, certo certo! Você é um gênio!!!

Anônimo disse...

País da propaganda dá nisso !
O importante não é como resolver a questão, mas sim, como "faturar" !
O povo, no linguajar do nosso presidente garoto propaganda, "SIFU"

Anônimo disse...

Acho uma palhaçada isso que o Dario fez, se fez...afinal, a 401 não é obra do municipio. Seria o mesmo que o governador bater na mesa do denit para desobstruir a 101

Anônimo disse...

oi tio cesar o dário recorreu de que??? Faz um levantamento dessa e trás p/ nós......os idiotas....os imbecis eleitors....




Abraços,


Carlos

Anônimo disse...

CESAR LI NO PRISCO HOJE...MUITO BOA ESSA JOGADA DO PP,O GOVERNADOR JA TA CAINDO!!!!!!

O governador recebeu hoje, no final da manhã, os presidentes estaduais do PSDB (Leonel Pavan), do PMDB (Eduardo Moreira) e do DEM (Raimundo Colombo). Também marcaram presença no encontro do Palácio Residencial os presidentes da Assembléia, Júlio Garcia, e do Badesc, Dalírio Beber.

Na pauta, a eleição na Assembléia e os ajustes no primeiro escalão do governo. Já é dado como fato consumado o acordo entre o PSDB e o DEM na sucessão de Júlio Garcia. Enquanto o tucano Jorginho Mello fica com o primeiro ano, o liberal Gelson Merísio com o segundo. PP e outros pequenos partidos vão respaldar essa operação, que deu um che pra lá nos peemedebistas.

Com relação às mudanças no Colegiado, praticamente sacramentado o remanejamento do secretário Antonio Gavazzoni da Administração para a Fazenda. Enquanto Gavazzoni deverá ser substituído pelo chefe de gabinete da Assembléia (José Nei Ascari) ou eventualmente pelo o atual diretor geral (Paulo Eli), Sérgio Alves trocaria a Fazenda pela presidência da Celesc, com Eduardo Moreira assumindo o comando da Holding.

Os deputados Dado Cherem (PSDB) e Mauro Mariani (PMDB) vão reassumir as Secretarias da Saúde e Infra-estrutura, e o secretário Gilmar Knaesel (Cultura, Esporte Turismo) não vai mais fazer escala na Assembléia entre dezembro e março.

Na reunião promovida por Luiz Henrique, hoje pela manhã, também ficou confirmado que a próxima vaga de conselheiro no Tribunal de Contas caberá ao deputado-recordista de 2006 (mais de 72 mil votos), Herneus de Naddal, que possivelmente sucederá Moacor Bértoli, na iminência de requerer aposentadoria.

Anônimo disse...

Mas que eleitor desinformado! O Dário, o Djalma e mais uma turma de São José foram condenados pelo TCU a devolver mais de um milhão e meio de reais de recursos mal aplicados na via expressa de são josé, além de multa de quarenta mil. Entraram com embargos, que o tribunal julgou improcedentes, e agora entraram com recurso.

Anônimo disse...

O anônimo das 4:42 acho q o desinformado é vc,pq acabo de ler lá no paulo alceu de hoje...é melhor vc ficar + antenado pq acho q nau estamos falando da mesma coisa...ou o paulo alceu deve largar o jornalismo pq ta caducando e entregar p/ ti q é muuuuuuuuto informado...kkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Ôôôôô anônimo das 4:42 !
Cá prá nós, acreditas mesmo que o Dário e o Djalma vão devolver aquela grana e ainda pagar a multa ??
Duvido o dó !!!
Me dê o nome de unzinho neste país que devolveu o dinheiro roubado !