terça-feira, 2 de dezembro de 2008

CRONOLOGIA

Muito interessante o levantamento que o Vitor Santos (A política como ela é) fez dos alertas e avisos da meteorolgia e da Defesa Civil, nos dias que antecederam as tragédias.

Aqui.

7 comentários:

Anônimo disse...

cesar o ronaldo coutinho vinha avisando a horas de q algo podria acontecer...tava dando alerta mais nguem dava bola....

Anônimo disse...

Ave, César!
Penso como Platão: A política é, de fato, a mais nobre das profissões. É por isso que eu, pequeno que sou, em nenhum momento, me arvoraria a tanto - Ser político. Penso também que os políticos que aí estão, na sua esmagadora maioria, não estão preocupados uma vírgula sequer com o compromisso do cargo e a nobreza que pensou Platão. E é nisso que dá tanto despreparo: A água batendo na bunda e o governo de blá...blá...blá..., e, pior: a defesa civil alertando os soterrados que podem ocorrer ameaças de desmoronamentos/deslizamentos etc....( foi isso que eu entendi da seqüência de “reuniões” que o “bloguista” mencionou )
Penso ainda que só haverá verdadeiros “políticos” depois que cada um de nós tenha apreendido a necessidade de exercer a verdadeira cidadania. Pagando, sim, mas, cobrando e exigindo.
Seria bom se o César, ou aquele comentarista da Suíça, nos dessem mais detalhes de como funciona o sistema deles. Eu li que por lá, o povo paga um seguro contra calamidades , mas o governo, de fato, previne. Abr, waltamir

Anônimo disse...

Fiz um comentário sobre isso lá no Coturninho,logo no primeiro dia.

Muito lindo tudo isso de solidariedade,nem sabia que SC era um estado tão querido por tanta gente, de tão longe.
Mas que a corrente está servindo pra que algo muito sério vá pra debaixo da lama,ahhh... está sim!

E repito as perguntas que fiz lá no outro blogue:se o cara que deu a entrevista na tv, o tal meteorologista com sotaque estrangeiro,mandou relatórios alertando sobre o perigo do fenômeno atípico, quem recebeu os relatórios?Por que não passou ao governador?ou passou?Tá muito parecido com o que aconteceu em Tubarão,em 74,quando impedirama rádio Tubá de ficar alertando os ouvintes, informando o nível do rio, lembra?Deu no que deu.
Naquela época atribuíram o tal cala boca da imprensa ao governo militar... e agora?Não tem farda pra carregar a culpa?

Na Veja tem a mesma observação.Sabiam e não deram o alerta.
Subestimaram as conseqüências,deveriam ter pecado pelo excesso de cuidado e não pela falta.Teria sido melhor alardear o perigo que talvez não fosse tanto, do que constatar agora que ele é medonho,como jamais se esperaria nos piores pesadelos.

Parece falta de 'sensibilidade' levantar essa bola agora, ainda na fase aguda da tragédia.Mas se não for agora, passara batida e os (ir)responsáveis ainda posarão de 'dedicados' e heróis.


¬¬

Carlos Andrade disse...

Deu o que falar nos blogs de política o texto que indiquei ontem ein...

Falando nisso, quem é o Aluisio Amorim? Aquile blog tem algo com o governo do estado... ah tem... Ninguém em sã conciência e sem vínculo é tão tapado.

Abraços

Anônimo disse...

As obras de emergência em rodovias e afins podem ser contratadas sem licitação. Seria interessante saber qual a proximidade dos donos das empresas contratadas com as autoridades estaduais e municipais. Poderia ser dada oportunidade, por exemplo, para autônomos que tem no seu caminhão caçamba o sustento da família. Mas estes, pelo menos alguns do norte da ilha que se candidataram, foram ignorados...Espero que o Ministério Público esteja bem atento sobre a destinação dos recursos e da efetividade das obras realizadas.

Leani Budde / Florianópolis

Anônimo disse...

Volto a chamar a atenção da DEFESA CIVIL com relação a encosta da BR 282 que já está com deslizamento bem acentuado, local bem próximo a CAPITAL é na Via Expressa, sentido Ilha-Continente 1 km após a saida da Ponte Colombo Sales, é ir lá e tomar as providências para não reclamar depois, já desbarrancou e está no acostamento.

Carlos Alberto B. dos Santos / Florianópolis

Anônimo disse...

Ô Cesar, este sujeito chamado Vitor Santos é um capacho do ex-deputado Vieirão. Ele é tão movido a soldo do fiscal da Fazenda aposentado, que ganha uma baita aposentadoria paga por todos nós, que nem mesmo tem a capacidade de mudar o domínio do site do tal blog, a Política como ele acha que é. Basta acessar o www.vieirao.com.br que aparece o blog do sujeitinho, aprendiz de jornalista. Vê se gasta melhor o teu tempo, lendo coisa melhor na internet. Afinal de contas, tens um passado respeitável de jornalista a zelar.