sábado, 1 de março de 2008

TEMOS COMPANHIA

O Diário Catarinense de domingo, pelas mãos competentes do João Cavallazzi, também entra no assunto do trem da alegria, do qual esta coluna vinha se ocupando desde o último dia 19, quando noticiou pela primeira vez a ação civil pública do MPT. A ilustração acima, tirada do jornal, mostra o trenzinho e seus alegres passageiros.

Embora sejamos concorrentes, no bom sentido, vale dar uma olhada no material do João, porque ele complementa o que já foi dito aqui. E tem acréscimos importantes: ouve, por exemplo, o presidente da Assembléia e tem informações adicionais. Na essência, entretanto, é aquilo que os leitores do Diarinho e do blog De Olho na Capital já conheciam.

Para ir até o DC ler o material do João, é só clicar nos links abaixo (abre-se uma nova janela para cada matéria):

Um trem da alegria de R$ 100 milhões

Fazenda alertou sobre impacto

Legislativo aprovou transferências


Ah, e se alguém chegou agora e tem curiosidade de acompanhar a cobertura feita aqui, aí estão os links para as colunas anteriores:

Dia 19/2: Descarrilamento iminente de trem da alegria, com multa flambada e ranger de dentes amanteigados

21/2: Procurador explica a ação contra o trem da alegria

27/2: A coisa vai pegar fogo

28/2: O trem da alegria

29/2: Tabelinha da 5ª etapa
29/2: O trem balança
29/2:Fala, leitora!

1º/3: Para ir ao “Um Deus nos acuda” nem precisa clicar, é só rolar a tela um pouquinho pra baixo, que tá logo ali.

32 comentários:

Anônimo disse...

Uaaaaaau !! Li tudo e adorei. A coisa tá vindo à público. Tio César, ÉZUDÁSU cara! Santa Catarina te agradece.

Anônimo disse...

Tomo a liberdade de pinçar uma frase do Dr. Marcelo DAmbroso, que ao meu ver sintetiza UM NOVO TEMPO: "Os brasileiros não podem perder a capacidade de se indignar com as falcatruas que ocorrem na administração pública, nem devem deixar de acreditar nos poderes constituídos, uma vez que o Brasil tem, hoje, mecanismos e instrumentos de defesa da sociedade que garantem a apuração de ilícitos e a punição dos culpados." Isso significa que, ao contrário do que pensam passageiros, motoristas, maquinistas e engenheiros da ferrovia construída para esse monstruoso TREM DA ALEGRIA, enquanto tiver gente decente de verdade em Santa Catarina vamos lutar para que nosso nome não seja manchado por essa corja de políticos velhacos que aí se instalou.

Anônimo disse...

Pessoal, a vergonha é tanta, o trem da alegria é tão grande, que pelas parcas notícias publicadas, em momento algum foi citado as SDR. Foram criadas 36 SDR, todas estão repletas de felizes servidores "transformados" todos efetivados nas mesmas, recebendo generosas gratificações. E o povo pensa que eles estão ocupando somente cargos de confiança, mas todos foram efetivados no pomposo cargo de "ANALISTA TÉCNICO EM GESTÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL" E o presidente da assembléia pede respeito, primeiro ele que se de o respeito, nenhum brasileiro pode alegar desconhecimento da lei, muito menos um deputado estadual, presidente da casa. Por favor, qualquer criança do ensino fundamental sabe interpretar o claro texto do artigo 37 da Constituição Brasileira, e o nobre deputado tem a coragem de publicar no jornal que as leis aprovadas pela ALESC, que deram "amparo legal para a instituição do TREM DA ALEGRIA, passaram por estudos jurídicos antes de serem aprovadas. Isto prova o respeito que eles tem com o povo, continuam distorcendo os fatos.
Mas para finalizar, reafirmo, o TREM DA ALEGRIA, é muito maior e mais vergonhoso que se possa imaginar. É por isso que para os professores "podem conceder" somente abonos. Mas para os "transformados" da Secretaria da Educação a Lei 13.761 de 22/05/2006, "concedeu" a todos uma generosa gratificação de produtividade (no DC falam que o valor desta gratificação é de R$ 1.800,00) e na mesma lei o art. 3º estende esta "singela" gratificação a todos os aposentados, mas friza bem, somente aos lotados na Secretaria de Estado da Educação. E para os professores? Para os professores o governo diz que não tem verba. A indignação é tanta que chega a dar "ância de vomito"

Anônimo disse...

SENHOR PROCURADOR, POR FAVOR NÃO DESISTA, ESTAMOS COM O SENHOR. FAZEMOS IDÉIA DA PRESSÃO QUE O SENHOR DEVE ESTAR RECEBENDO PARA SE CALAR, AFINAL O TRIBUNAL ELEITORAL JÁ SUCUMBIU A PRESSÃO. POR FAVOR, NÃO DEIXE QUE O FATO SE REPITA NO CASO DO TREM DA ALEGRIA.

Schneider disse...

O METRÔ está vindo à SUPERFÍCIE.

Anônimo disse...

Em primeiro lugar, dever-se-ia identificar o "autor intelectual" dos projetos de lei que beneficiaram várias pessoas em troca de votos...alguns visitantes do blog já citaram o nome dele!

Depois, também, poderia ser solicitado cópia do processo legislativo ao Presidente da ALESC onde, certamente (se não for dado sumiço), encontrar-se-á um documento apresentado pela oposição alertando sobre a inconstitucionalidade das leis...portanto, é de surpreender que o Presidente da ALESC exija “respeito” do procurador do Ministério Público do Trabalho, Dr. Marcelo José Ferlin DAmbroso,...

Anônimo disse...

Parabéns pelo profissionalismo, de indicar uma leitura no concorrente para satisfazer por inteiro teu leitor. É de pessoas assim que percisamos nos cargos públicos,vc é verdadeiramente um exemplo!!!

Anônimo disse...

"Por toda Santa Catarina"...

Anônimo disse...

É por isto que estão jogando os inativos para um fundo do IPESC, onde facilmente a paridade será desmontada.Precisam liberar os 80 milhões da folha dos aposentados para ter recursos para pagar os 100 milhões do trem da alegria.

Anônimo disse...

De artigo do presidente da PARANAPREVIDÊNCIA:
Aqui no Estado do Paraná, entretanto, sob o comando firme do Governador Roberto Requião, essas premissas neoliberais não valem para os 91 mil pagamentos de servidores (aposentados e pensionistas estaduais), pois deles não cobramos a contribuição previdenciária e procuramos manter seus direitos de isonomia e paridade, preservando os direitos adquiridos. No mês de fevereiro de 2007 o total de benefícios pagos foi de R$ 172 milhões."
http://www.paranaprevidencia.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=322

Anônimo disse...

Desculpem o balde de água fria, mas...Mirem-se no exemplo daqueles meritíssimos magistrados do egrégio TSE. Fizeram o mais escancarado processo de abuso de poder dar a ré só porque um “vice não ouvido, e tinha o sacrossanto direito de se manifestar” (como se a gente não soubesse a opinião dele), agora imaginem o que vai acontecer com esse trem de 600 apadrinhados de tudo quanto é peso e calibre. Vão querer ouvir todos os passageiros por ordem alfabética, seus filhos, primos, tios, amigos, avós, bisavós...o escambau...Como disse um leitor outro dia, esse processo não termina antes de 2050!

Anônimo disse...

O colunista Vanio Michels, da Hora de SC, também andou dando uns pitacos.

Anônimo disse...

Tio César, alguém disse, num dos comentários, que, apesar de o Presidente da "Casa do Povo" ter afirmado que os projetos de lei foram analisados sob o aspecto constitucional (quem trabalha ou trabalhou naquela "respeitosa casa" sob como as coisas funcionam por lá"), durante o processo legislativo a oposição teria alertado sobre as inconstitucionalidades. Não seria interessante o blog tentar ouvir a oposição?

Anônimo disse...

É ingênuo aquele que pensa que isso vai dar em alguma coisa. É muito dinheiro e muita gente envolvidos. Além disso, o assunto envolve desde vereadores e prefeitos do interior até desembargadores e a cúpula do Centro Administrativo. Medidas procrastinadoras daqui até o final dos tempos serão tomadas e até mesmo inventadas se for preciso. Não vivemos num Estado de Direto, ACORDEM !

Anônimo disse...

Idéias como o do leitor das 11:32 é que fazem com que "a cúpula do Centro Administrativo" aja com tamanho descaso com relação à constituição e às Leis e conte com corruptos de toda ordem e de toda a origem para assegura-lhes a impunidade. É preciso mostra que nem todos estão dispostos a baixar a cabeça. Estão aí o Dr. Marcelo DAmbroso e a Auditoria da Fazenda dando um excelente exemplo.

Anônimo disse...

É triste ver como certas pessoas, a exemplo do leitor das 11:32, sempre apostam no fracasso. Certamente não deve ter filhos, para desejar-lhes tal futuro...

Anônimo disse...

Cesar,

Só acredito nesse Fundo Previdenciário que estão criando após o Tribunal de Justiça estiver emcarcado nele.

E quero acreditar mesmo, após falarem para o Dr Francisco May que ele de agora em diante vai receber o salário da aposetadoria desse tal Fundo e não mais do Tribunal.

Se ele aceitar, bem como os outros Desembargadores aposentados e os outros ex-Presidentes, aí sim, eu acredito.

No fim vai sobrar pro bagrinho, aquele que não vai receber seu salário pq os ratos comeram todo o queijo.

Pedro de Souza

Anônimo disse...

caro César!! Parabenizo a atenção dispensada ao assunto!!! Enquanto a sociedade permacer inerte frente ao flagante desrespeito às leis e à moralidade administrativa, o Brasil, infelizmente, continuará tendo uma democracia camuflada, onde os interesses escusos daqueles que detém o domínio da máquina pública prevalecerão em face das necessidades e interesses da população.
Meus sinceros votos de apreço ao Procurador do Trabalho que deflagrou a Ação Civil Pública.

Anônimo disse...

Tio César, vc tá famoso. Vi um xerox desse blog circulando pelo gabinete do governador! daqui a pouci cê não cumprimenta mais a gente, né? AFF !!

Lia® disse...

Que coisa interessante...

Fiz,no site do MPSC,uma consulta há uns meses,início de 2007, acho, sobre uma fulana que tinha ido pro IPESC.Digitei o nome e sobre o caso havia uma liminar concedida pela manutenção dado que não havia manifestação contrária feita em tempo,portanto, votava por conceder o direito,já que a contestação era tardia, ou algoa assim


Tardução: já que havia concedido o direito não haveria por que voltarem as oriegens, foi qdo teve a primeira grita geral.
Ali morreu o assunto,e continuaram ganhando a gratificação de produtividade.

Agora não tem mais nada lá.Não no nome que eu tinha no histórico.simples assim, não tem mais.O certo não seria aparecer para onde foi encaminhado? normalmente ao TJ?

Anônimo disse...

Também me desanima a fala do Júlio Garcia.Estão seguros que não é inconstitucional.

Lia

Anônimo disse...

Lia, não se esqueça que esse TREM tem muitos passageiros: "Piuí Piuí, Piuí Abacaxi...Choque choque choque, choque por aí...Eu quero ter a tua companhia, vem viajar comigo no vagão...Tome um lugar no seu assento que o caminho agora é a favor do vento" (letra da banda Trem da Alegria, http://letras.terra.com.br/trem-da-alegria/103899/)

Anônimo disse...

TÔ FICANDO SURDO COM O SILÊNCIO GRITANTE DO GOVERNO COM RELAÇÃO A ESSE ASSUNTO!!!! Nota-se que a tática é a daquela avestruz que enfia a cabeça na terra pensando que assim tá se escondendo.

Anônimo disse...

Sei que o Tio César fica receoso em divulgar nomes. Sabe-se lá porque, vai ver é trauma de infância ou coisa assim...hehehe. Ta bom, não vou citar nome de ninguém, ok? Mas lá vai: “Alguém” queria ser deputado, daí “alguém” sugeriu que ele poderia ter um exército a seu favor se conseguisse aumentar o salário de “alguns”. Como “alguém” não tinha dinheiro resolveu fazer com o dinheiro de “alguém”. Bolou umas leizinhas e pediu pra “alguém” mandar pra Assembléia. Lá, como cá, muitos “alguéns” se interessaram pelo assunto. As leis saíram, e muitos outros “alguéns” encheram os bolsos. Bom, aí.... “alguém” evidentemente se elegeu deputado. Cabou ! Não citei nome nenhum não, Tio César...

Anônimo disse...

Senhor Procurador que investiga o trem da alegria tenha a certeza que muitas pessoas pedem a Deus que o Senhor não desista. O Senhor é a esperança da existência de homens de bem nessa sociedade. Quando a pressão for muita lembra daquele que está acima de tudo e de todos ele te fortalecerá contra tudo e contra todos. A sociedade catarinense agradece a torce pelo Senhor.

Anônimo disse...

O POVO CATARINENSE DEVE ESTAR PEGUNTANDO: " O QUE VOCÊ TEM A VER COM A CORRUPÇÃO?" É SÓ UMA FRASE DE EFEITO? QUAIS OR ÓRGÃOS QUE FAZEM PARTE? EXECUTIVO? LEGISLATIVO?

Anônimo disse...

Pessoal, por acaso vocês poderiam informar como poderemos conseguir uma cópia do folder de campanha "que aquele candidato a deputado" que bolou todas estas leis. Nestes folders de campanha ele fazia questão de salientar que foi ele o mentor destas maravilhosas leis. Será que fazendo uma pesquisa não encontramos cópia de uma destas propagandas. Eu recebi uma na minha casa, ele mandou, acredito, para todos os servidores, mas coloquei no lixo na hora. Vamos perguntar para nossos conhecidos. Tenho certeza que um destes formulários de campanha ajudara em muito se fizer parte do processo em andamento para desbaratar o trem da alegria. Vamos fazer uma campanha "tudo por um folder do famoso alguém" que todo mundo sabe quem é. Mas ele teve grande ajuda da esposa de um outro deputado, que tem alto cargo na Secretaria da Educação, mas é claro foi "TRANSFORMADA" -se não me engano- para a procuradoria geral do estado. E o salário dela quintuplicou da noite para o dia.

Anônimo disse...

Se não provar que a ALSC aprovou uma coisa inconstitucional não vai dar em nada; este é o calcanhar de Aquiles do trem.
Provado isto, resta punir os que engavetaram o relatório, bem como todos os beneficiados, com exoneação a bem do serviço público.
Mandar de volta pras origens não, tenha piedade de mim, Marcelo!


Lia®

Anônimo disse...

Tem gente querendo se safar de tudo quanto é jeito. Ninguém falou como ficou o caso de alguns funcionários da Secretaria de Segurança Pública, que tá mais para insegurança, que estavam trabalhando (pode ser que algum trabalhassem)em outros órgãos, na sua maioria nos Fóruns, de forma ilegal.
Profissionais que deveriam estar nas delegacias especializadas, nos presídios, prestando atendimento ao público que necessita, se escondendo por comodidade em outros lugares.
Retornaram??? Será que não estão saindo ou saíram novas portarias por aí???

analistas disse...

Precisamos ficar de olho e cobrar decisões em relação as ADINs que estão tramitando no TJSC em relação as LCs aprovadas para regularizar o famoso TREM DA ALEGRIA. Um exemplo disso é que a ADIN 2007.045229-3 foi distribuida dia 25/02/2008 para julgamento neste dia 03/03/2008, conforme pesquisa no site do TJSC este julgamento foi transferido novamente para dia 17/03/2008 - É claro que vai dar em PIZZA novamente - Será que algum desembargador vai decidir contra a administração pública?????? Será que podemos considerar que este órgão é honesto???Será que terão coragem de decidir contra a politicagem que assola nosso estado?? VAMOS VER NO QUE VAI DAR....COM CERTEZA POUCOS CONFIAM NA DECISÃO DA JUSTIÇA.

Anônimo disse...

Pois não é que ouvi de um passageiro do trem que uma das saídas pra eles é apelarem para o "efeito Pavan"? Todos eles deveriam ter o SACRATÍSSIMO direito de serem ouvidos, ou seja, de entrarem como litisconsortes. DAÍ É SÓ ESPERAR O MORIBUNDO SE ARRASTAR ..HEHEHE

Anônimo disse...

Eu devo estar ficando velho ou idiota. A lei de responsabilidade fiscal diz que quando uma lei vai dar despesa de caráter contínuo o projeto deve ser acompanhado 1. da estimativa do impacto orçamentário-financeiro no exercício em que deva entrar em vigor e nos dois subseqüentes; e 2. da declaração do ordenador da despesa de que o aumento tem adequação orçamentária e financeira com a lei orçamentária anual e compatibilidade com o plano plurianual e com a lei de diretrizes orçamentárias. NINGUÉM SABIA DISSO NÃO? NEM O GOVERNO NEM A ASSEMBLÉIA?