quinta-feira, 20 de março de 2008

ENTRE AMIGOS

Adivinha na casa de que grande amigo o LHS reuniu uns 30 empresários de Joinville para apresentar oficialmente o Mauro Mariani, candidato do LHS a prefeito da cidade? Sim, sim, na do Álvaro Gayoso Neves Filho, da Engepasa.

Mesmo o leitor distraído e a leitora apressada devem ter se assustado: “ué, este não é o cara do bode de R$ 1 bilhão?” Sim, sim, mas amigos, amigos, negócios à parte (na sala ao lado?). E a política flui por entre essas miudezas.

A trajetória de LHS no governo tem se caracterizado por uma destemida caminhada sobre a lâmina finíssima que separa o público do privado. Assim, não é de estranhar que o ágape partidário tenha sido realizado onde foi.

8 comentários:

Anônimo disse...

Tio César, que história é essa de lâmina finíssima que separa o público do privado? Aqui em SC não tem essa não. Nada de lâmina, nada de separação. Vc consegue ver aqui 3 Poderes INDEPENDENTES? tsc..tsc..tsc...

Schneider disse...

Isso seria desrespeito, mas é pior. É vergonhoso.

Anônimo disse...

Cesar,

Essa notícia é grave. Na verdade gravíssima. Num país sério o governador seria posto pra fora. De forma inapelável. Esses Deputados que não fazem nada.... Meu Deus!!!! Que Governo podre.


Pedro de Souza

Anônimo disse...

Que coisa mais promíscua! Dá nojo !

Anônimo disse...

Fiquem de olho no Mauro Mariani. Ele é o LHS, amanhã.

Anônimo disse...

Agências de publicidade, organização de eventos, diárias e passagens aéreas internacionais, Leis de Incentivo... Cada povo tem o novo que merece.

Anônimo disse...

O nosso governador debocha do povo, se abraçando com empresários envolvidos com ações supeitas não é de hoje (puxem pela memória!) e ele faz isso porque sabe que nada lhe acontecerá. Não toma cuidado nem com a imagem que a sociedade possa fazr dele. Não precisa disso. Faz e acontece. O que importa é que na hora do voto estejam todos devidamente amarrados e não possam se desgrudar.

Anônimo disse...

Coincidências acontecem, não é mesmo!!!
Mas a pergunta que fica batendo na minha "caixola" é: qual o percentual para cada um combinado para esta transação de 1 bilhão?