quinta-feira, 27 de março de 2008

SEMPRE ELA

LHS quer colocar a peemedebista Anita Pires na Fundação Catarinense de Cultura. Não conseguiu pensar em nenhuma outra mulher pro lugar da Bete Anderle. Ou faltam quadros, ou esta mulher é um fenômeno de polivalência.

Atualização da madrugada – Moacir Pereira informa no seu blog que Anita, convidada, recusou. Parece que LHS vai ter que continuar a procura.

Atualização da manhã – leitor afirma que exagerei na interpretação da nota do Moacir. Não teria sido uma recusa, apenas uma meia trava. Como por enquanto só se tem a informação publicada ali (cuja fonte, pelo que entendi, foi o Galina) e o preguiçoso aqui ainda não arranjou um tempo pra ligar pra ela, transcrevo a nota. E vocês, se quiserem, tirem suas próprias conclusões:
“A professora Anita Pires colocou algumas dificuldades para assumir a presidência da Fundação Catarinense de Cultura, quando foi sondada pelo secretário Valter Galina, em nome do governador. Alegou que preside a ONG Floripamanhã, que presta consultoria ao governo do Maranhão, que realiza o mesmo projeto de descentralização e que está na direção nacional da Associação Brasileira de Empresas de Eventos.”
Segunda atualização matutina – já o colega Prisco Paraíso (em A Notícia) não parece ter a menor dúvida e já dá o assunto por encerrado:
“Conforme o Canal Aberto antecipou ontem, a professora Anita Pires será confirmada hoje como nova diretora-geral da Fundação Catarinense de Cultura (FCC). A cúpula do PSDB aceitou perder essa posição para o PMDB por dois motivos. Primeiro, porque o nome de Anita não merece questionamento de nenhuma vertente partidária ou ideológica. E também porque alguns deputados tucanos se atravessaram, tentando atropelar o vice Leonel Pavan. E acabaram se dando mal!”
Isto que o Prisco fala, que “o nome de Anita não merece questionamento de nenhuma vertente partidária ou ideológica” é forte. Nem Anita Garibaldi foi (ou é) uma unanimidade.

10 comentários:

Anônimo disse...

Mistério da mardrugada:
Porque teria Anita recusado a oferta para assumir a Fundação de Cultura ?
Seria apenas um charminho com o Governante, para não ficar a impressão de que ela é "facil" ?
Veremos por quanto tempo resistirá !

Anônimo disse...

Ô César, o blog do Moacir não diz que a Anita recusou o convite para assumir a Cultura, apenas que "colocou algumas dificuldades..."
Hmmm...piuííííí´ (ouça o apito do trem)

jânio disse...

Quando ela coloca 'algumas dificuldades' é para conseguir 'muitas facilidades', não intêndix?

Anônimo disse...

Tudo menos o Edson Machado e a Zuleika Lenzi, pelo amor de Deus....
Aliás, na FCC pode colocar qualquer um, este governo não faz nada na área cultural a não ser Centreventos e exibições do Balé Bolshoi, que por sinal está em Floripa, com tudo pago.

Felipe disse...

Unanimidade só a lavanderia Paraíso no Estreito.

Schneider disse...

Simples. LHS deveria ter feito uma WEBCONFERÊNCIA para convida-la.
Essa Anita é aquela das empresas de eventos? Interessante...
Se ela não aceitar LHS poderá convidar aquela amiga da DPM de Joinville. Tudo em casa.

Anônimo disse...

Ôôô anônimo das 10:48, como ousas dizer que este governo não faz nada na área cultural ?
Aquela peça que a Vera Fisher montou no Rio de Janeiro com nosso dinheiro não é cultura ???
A promoção da cantora Márcia Mell "por toda Santa Catarina" não é cultura ???
A cultura de Santa Catarina não participou do carnaval no Rio, só por que uns inxiridos descobriram que havia uma oficina mecânica no endereço da agência promotora !!!
És mesmo muito injusto....

Anônimo disse...

A Márcia mell não é cultura é diversão. A gente morre de rir da cara que fazem os comissionados quando estão num evento e são obrigados a escutá-la...he he he...

Anônimo disse...

Lembro dessa aí. E é por lembrar que até já sei que empresas vão fazer os eventos da FCC se ela topar o "sacrifício". Tsc, tsc, tsc...

Anônimo disse...

Então agora quem quiser pode espancar mulheres e correr para dentro do quintal livrando-se da ação da polícia? Está acontecendo na Praia dos Ingleses. Uma certa família de gauchos está botando pra quebrar por lá. E a polícia? Diz que não pode fazer nada. Eles aprontam e correm pra dentro do quintal, fecham tudo e ficam num silêêêêncio... Vai que a comunidade resolva fazer justiça...Isto pode dar mooooorte!