terça-feira, 11 de novembro de 2008

É A GLÓRIA!

Nunca antes o Gerson Basso (PV!?) esteve tão em evidência. Jamais ele pensou que sua carreira política sem brilho pudesse de repente ganhar as rodas de conversa com tanta intensidade. Pena que não tem eleição nas próximas semanas (dá uma procurada, pode ser que tenha algum condomínio renovando a diretoria), para aproveitar essa “maré de popularidade”.

O insigne verdolengo de bem cuidados reflexos na cabeleira conseguiu liminar judicial para que o odiado Mosquito retire do blog Tijoladas duas notas que, no entender do Basso, o maltratam além do merecido. Bem feito para o Mosquito, que foi dar relevância e iluminação a quem estava voltando rapidamente para as aconchegantes sombras do ostracismo de onde sai de tempos em tempos para fugazes e inócuas aparições.

Claro que o “hábil” político (!?) queria censurar o blog inteiro e calar a boca dessa voz dissonante e incômoda. Mas o juiz Paulo Ricardo Bruschi teve o bom senso de ir com calma.

Alguém deveria pedir ao Gabeira que, pelo que mostrou na campanha no Rio de Janeiro (que só não venceu por poucos votos) sabe mesmo fazer política de um jeito novo, desse uns conselhos aos Verdes catarinenses. Quem sabe assim eles deixassem de ser tão submissos a figuras de rala expressão e nula identificação ambiental, para tentar seguir, com real comprometimento, o caminho que deu, ao Partido Verde, o prestígio internacional que tem.

3 comentários:

Anônimo disse...

Esse Gerson é um falso verde, por isso não amadurece nunca. A distância dele pro Gabeira é a mesma que nos separa do Japão. Na verdade, até o PV virou um partido como outro qualquer, como o PT. Aqui a gente só isso, todo mundo atrás de uma boquinha à sombra do poder. (Ainda bate um solzinho no PSOL, mas depois do Lula, a gente desconfia de tudo).

Lucian disse...

Esse cara é uma vergonha para o PV. Mal o Dário tinha ganhado as eleições, estava dando entrevista na TVBV parabenizando o alcaide, e pior, falando que a prefeitura dele cuidava da natureza da cidade. Parece piada, de mal gosto, óbvio.

Anônimo disse...

Quando falava que a prefeitura do Dário cuidava da natureza, o Gerson estava se referindo à Operação Moeda Verde que o Nildão tanto denunciou na campanha !
Ahh ! assim fica mais fácil entender o que é essa tal de Lei de Gerson !