terça-feira, 25 de novembro de 2008

O “RANKING” MACABRO

13 comentários:

Fernando Silva disse...

Que eu saiba, as chuvas de 1983 e 1995 foram piores do que estas...

Anônimo disse...

pior,eu tb sei disso......... vamos esclarece...............

Joao Ricardo disse...

Ta ai uma discussão saudável...

Anônimo disse...

oh cesar onde q ele tava em 83/84???
no exterir?????kkkkkkkkkkkk q nunca
viu iddo???????????

Anônimo disse...

tah ele tah otimista do que???????na to vendo nd p/ ele ser otimista...onde????kd????

Anônimo disse...

Agora vem a discusão política das tragédias. Qual a pior, a do Esperidião ou a do Luis XV ???. Nenhuma das duas, mas sim a de 1974, do Colombo Salles.

Anônimo disse...

tá faltando água desde sábado no córrego grande. Acabou a água da chuva que consegui colher e parou de chover pra enchê-la de novo, (não que eu queira mais chuva), a CASAN fala em rodízio, liguei várias vezes e dizem que daqui a pouco está chegando e até agora nada.

Denis- Floripa disse...

Olha isso:

http://edition.cnn.com/2008/WORLD/americas/11/25/brazil.flood.deaths/index.html

É o link de chamada de capa do site da CNN. A amada terrinha peixeira emplacou na mídia internacional, infelizmente por causa dessa tragédia.
Fui...

Anônimo disse...

E teve inauguração do Teatro/Heliporto ?

Carlos disse...

Cesar,
Compare só a diferença de postura do atual governante com o de 1983, reproduzida da revista Isto É no blog do Carlos Damião !
Meu Deus ! depois ainda dizem que o povo é sábio !

Anônimo disse...

Ahh bom !! Eu já estava ficando preocupado com a falta de notícias !

Florianópolis (21/11/2008) - O governador Luiz Henrique, acompanhado da primeira-dama Ivete Appel da Silveira, e o vice Leonel Pavan inauguraram na noite desta sexta-feira (21) o Teatro Governador Pedro Ivo, no Centro Administrativo, em Florianópolis. Com recursos dos Fundos Social e de Cultura, Turismo e Esporte, o Governo do Estado investiu R$ 5,9 milhões no espaço cultural de 2,6 mil m², com capacidade para 750 lugares. Na ocasião, também foi outorgada a Medalha do Mérito Anita Garibaldi, in memoriam, ao senhor Pedro Ivo de Campos, entregue ao irmão Emanuel Campos.

Lélia disse...

Carlos,não fui ainda no Blog do amigo Carlos Damião,mas sei bem o que diz lá. Lembrei muito, na fragilidade vertente destes dias de chuva derramada na terra e nos olhos catarinas, da grande enchente de 1983.
Como esquecer? Olha que o povo é sábio, o problema é a memória que é fraca ou deixaram quebrar o espelho (do livre pensar) e nem a memoria reflete mais...

Anônimo disse...

"Caos final" é ele continuar nos (des)governando!