terça-feira, 25 de novembro de 2008

ESSA CASAN CANSA!

Parece brincadeira ou invenção de algum desocupado, mas a informação está no site da Casan, no relato oficial sobre uma entrevista do presidente da empresa, Walmor de Luca: como a água fornecida à capital está amarelada, “recomendamos que as donas de casa não lavem roupa branca nesse período”.

Uau! Como se realmente tivesse água suficiente, nas casas de Florianópolis, para lavar roupa. Mas isso não é tudo. A explicação que a Casan dá para que a água esteja amarela é mais enrolada que aquele papo do golpe do bilhete premiado. Saca só:
“Enquanto isso, para reforçar o abastecimento, está sendo utilizada também a captação do Rio Cubatão. Entretanto, esse manancial apresenta um alto grau de turbidez sempre que há ocorrência de chuvas intensas como agora, o que reduz a vazão e compromete o tratamento da água bruta captada ali.

Embora o aspecto físico da água distribuída na Grande Florianópolis esteja prejudicado, com presença de cor e aspecto turvo, o Presidente afirmou que a Empresa garante que estão sendo cumpridos os padrões de potabilidade exigidos pela legislação sanitária: “a população pode beber a água sem medo”, assegura.

O problema é causado pelo rodízio, que faz com que, cada vez que os registros de determinada região sejam reabertos, a pressão da água sobre a tubulação vazia ‘varra’ os resquícios de sulfato presos às paredes da rede. O produto não prejudica a saúde, mas causa a cor amarelada. “Recomendamos que as donas de casa não lavem roupa branca nesse período”, orienta De Luca.”
E essa história de rodízio (uma parte do município fica sem água enquanto outra é abastecida por algumas horas, alternadamente) não está bem contada. Em vários bairros, mesmo nas horas em que deveria ter água, as torneiras continuam secas. A “explicação” da Casan é que deve ter ocorrido “um problema de pressão”.

Mas Florianópolis, que não tem água nem pra lavar as mãos, já sabe que não deve lavar roupa branca porque a água “boa pra beber” pode manchar.

[Roubei o mote “Casan cansa!” lá do Coluna Extra]

11 comentários:

Anônimo disse...

César olhe o BLog do Reinaldo na Veja, é o único a falar de verdade da tragédia catarinense com relação a ajuda do governo federal.
O apedeuta fez muito mais pelo Fidel e CUba no furação em que morreram quatro pessoas do que por SC, salve a história e a memória.

Anônimo disse...

Uma piada! Como tantas outras, aliás. Pior que enquanto Sua Magestade estiver aí, mais e mais "piadas" vão surgir. Afinal, como está escrito lá naquele cartazão do Centro Administrativo SANTA CATARINA É NOSSO PALCO". Quem são os palhaços já se sabe...

Felipe Silva disse...

Moro no Saco dos Limões e ficamos sem água entre as 11h de ontem e as 6h da manhã de hoje. Se chegou água depois não sei, pois tive que ir à casa de meus pais tomar banho e depois fui trabalhar. A minha sogra, que mora no Estreito, também estava sem água desde a manhã de ontem. Quero ver se vai ter alguma gota nas torneiras quando eu chegar em casa à noite.

Anônimo disse...

CASAN? É sem comentários mesmo..

Mylene Margarida disse...

Beber a água pode!!!! Lavar roupa branca não pode???!!!??

Fernando Silva disse...

A CASAN só admite algum problemas quando levam para a imprensa provas de que ele existe. Basta ver o episódio do alumínio na água de Florianópolis.

Moro perto da UFSC, e aqui, desde sábado, o hidrômetro está praticamente parado. Até subiu alguma coisa, mas é um filete que não enche nem copo d`água. Não dá nem para lavar um par de meias (coloridas, né?).

Magda disse...

Moro no Saco dos Limões e estou sem água desde ontem (segunda-feira) de manhã. Bom, até onde sei, moro na região central e segundo as notícias, a água era pra ter chegado aqui entre às 20 horas de segunda e às 8 horas de terça. Dormi achando que a caixa ia encher à noite. E acordei acreditando que ia ter água pela manhã, mas... nem uma gotinha, até agora, 20h22.

Anônimo disse...

Capoeiras. 25/11. 20:20h. Desde sábado sem água. O 0800 da Casan só ocupado. Quando conseguimos falar com eles, à muito custo, dizem que "às oito". Já nem perguntamos se às oito da manhã ou da noite. Não importa. Não vem água em nenhum horário. E não adianta reclamar. Como pode uma rua ter água (Rua Dib Cherem) e outra, transversal, não ter?
Repito: Que bos..a de estatal (desculpem a redundância)...

Anônimo disse...

Agradecida ao Dr. Walmor e a senhora deputada Ada...Finalmente aprendemos como não lavar roupa branca...

Anônimo disse...

Nada de água da Casan desde sexta-feira à tarde nas ruas mais altas da vila do Saco dos Limões (pé do morro). Estamos até hoje esperando o tal rodízio!

O 0800 da CASAN é o proprio DISK-MENTIRA. "Senhor, a água vai chegar às 20h no seu bairro"...só não dizem de qual dia...

Um alerta: acompanhem, da ponte Pedro Ivo, a coloração da água da baía Sul nas proximidades da estação de esgoto. Parece que aproveitaram a enxurrada para abrir as torneiras...

Anônimo disse...

0800 é uma piada. Só dá ocupado.
Dá vontade de quebrar a TV quando vejo aquela propaganda idiota (água pra beber... água pra...). É um belo cala-a-boca de jornalistas essas "propagandas".