sexta-feira, 28 de novembro de 2008

ESSE DIARINHO...

Li o comentário abaixo no blog do Igor Natusch (gaúcho, gremista, jazzista e jornalista) e trago pra cá, porque também tenho muito orgulho do trabalho que a equipe do DIARINHO faz no jornal e agora no blog DIARINHOnachuva (o “fabicano” que ele escreve no começo refere-se à Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS, a Fabico):
Diarinho na Chuva: isso sim é jornalismo!
•Novembro 27, 2008

Quem vive mais ou menos de perto o jornalismo universitário fabicano já deve ter tido algum tipo de contato com o Diarinho. Trata-se de um jornal diário, que há 29 anos se anuncia como o Diário do Litoral catarinense, e que tem algumas das manchetes mais maravilhosamente cômicas que eu já vi na vida. Para mim já é quase uma profissão de fé: todo dia dou uma acessada no link acima e dou boas risadas com as manchetes engraçadíssimas do jornal. É sensacionalismo, claro, quase sempre focando no “mundo cão”, mas com uma carga espirituosa muito grande e até uma considerável dose de ironia - sem contar a linguagem toda própria do jornal, onde os puliça pegam os desgranido e os levam para a depê ou para o xilindró. Supostamente existe uma versão impressa do jornal, mas eu infelizmente nunca tive uma em mãos, e também nunca me animei a pagar alguns trocados e assinar a versão online do jornal - coisa que eu talvez faça um dia mas, por contenção de despesas, não vai rolar em um futuro próximo. Então me contento com as manchetes, e me divirto deveras pensando em quão divertido deve ser poder ler a versão completa do Diarinho.

Mas enfim, esse breve post não foi para fazer propaganda do Diarinho em si, mas sim do sensacional blog Diarinho na Chuva. Trata-se de um blog temporário, no qual a redação do Diarinho faz uma cobertura da calamidade que tomou conta de Santa Catarina com os alagamentos e inundações dos últimos dias. A explicação para o nascimento do blog é fornecida pela própria equipe do jornal: o prédio em Itajaí-SC onde está a sede ficou ilhado, a redação não tinha como entrar no edifício, o Diarinho corria sério risco de não circular e, por fim, uma das moças ligadas à redação teve a idéia de abrir uma conta no blogspot para manter a redação ativa nesse momento de emergência. Ou seja, a vontade de informar foi mais forte que a chuvarada, o que convenhamos que é até poético em certo sentido. A partir do primeiro post, datado da última segunda-feira, dá para ir montando um interessantíssimo panorama de toda a situação, pontuada pelo relato leve, despojado e (mesmo nas atuais circunstâncias) bastante divertido do Diário do Litoral. A espirituosidade está presente, claro - como se pode ver aqui, por exemplo - mas também se fala a sério, como se pode ver nesse e nesse post, para citar só dois exemplos. Os links do blog também são ótimos, permitindo uma visão ainda mais abrangente da tragédia toda - e bastante particular, feita por quem está ali do lado, vivendo a situação bem de perto.

De qualquer modo, o mais curioso é ver um jornal de interior, com sua linguagem cômica e seus arroubos sensacionalistas, fazendo uma das coberturas mais completas e interessantes do que está acontecendo em Santa Catarina - e fazendo isso com uma estética que geralmente associamos com jornalismo de baixíssimo nível, totalmente diferente da visão distanciada e distante que vemos nos Jornais Nacionais e Zero Horas da vida. Além de ser divertido (e, em alguns momentos, chega a ser hilário), é muito interessante e informativo - se duvidam, leiam o blog e vejam por si mesmos. Entrei nele pela primeira vez de manhã, agora estou conectado nele há quase duas horas e ainda tem muita coisa para ler. A redação do Diarinho já voltou a suas instalações normais, mas mantém o blog ativo, atualizando praticamente de hora em hora, de modo que realmente vale a pena dar uma lida e fugir um pouquinho do jornalismo canônico, tanto em termos de veículos quanto de abordagem. Fica aí a minha recomendação da vez.”

4 comentários:

natusch disse...

Muitíssimo obrigado pela iniciativa de comentar no meu blog, e mais ainda por reproduzir meu humilde texto por aqui. Fico realmente agradecido pela dupla gentileza.

A iniciativa do Diarinho na Chuva é fantástica, e é reconfortante ver um veículo local, desligado da dita "grande imprensa", fazendo uma cobertura completa e dinâmica, daquelas que dá gosto de ler. Eu é que agradeço a equipe do jornal pelo excelente trabalho que estão fazendo - e sem arredar um milímetro na sua proposta editorial e de linguagem, o que é ainda mais sensacional.

E fiquei curioso para ler essa edição de hoje... Será que fazem envio para Porto Alegre? =P

Grande abraço!

Kamilla Santos disse...

Sou de Natal-RN, e sempre admirei muito o estado de SC. Não tenho parentes, amigos, nem mesmo cheguei a visitar o estado, porém, admiro. Pelas belezas, clima, cultura, socidade...enfim, não sei ao certo o porque.

Como sou de longe, (bem longe) não tenho como acompanhar a rotina da região, se não através dele...o DIARINHO.
Assim como o nosso amigo ali de cima, também dou altas risadas com as chamadas, é incrivelmente empolgante o trabalho dessa "viadagem".

Com os recém acontecimentos em SC, só através o DIARINHO consigo acompanhar, em tempo quase que real, tudo que vai rolando.

Apesar de distante, a população aqui do RN, também pretende ajudar os desabrigados de alguma forma. Também nos comovemos com o drama vivido por muitas famílias, choramos e lembramos o quão próximo disso o interior do nordeste também sofre. Não com enchentes, mas com a falta do mínimo de água que seja.

Contrastes a parte, a solidariedade é a única coisa que será igual sempre no Brasil.

Continuo aqui, acompanhando de perto o blog de emergencia do DIARINHO, e seus "coleguinhas",
torcendo por notícias mais felizes para todos.

Abraços e bom trabalho.

Anônimo disse...

ô Cesar, será que o Natusch sabe que para o Diarinho ele é considerado um gayucho? kkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Aguardando õ novo site do Diarinho. Se for tão bom quanto o blog e "free" vai valer a pena.