segunda-feira, 24 de novembro de 2008

NOTÍCIAS DO BRASIL

Enquanto SC amarga as desgraças resultantes do novembro chuvoso, o Brasil continua sua vidinha. Assim que as águas baixarem, que as feridas começarem a cicatrizar e a gente conseguir prestar atenção em alguma coisa além das nossas dores, é bom ler o que o Jânio de Freitas escreveu sobre o que ele considera o escândalo dos escândalos: a descaradíssima maracutaia, da qual participou abertamente o presidente da República, para favorecer uma empresa telefônica, na compra da Brasil Telecom pela Oi/Telemar.

A coisa é tão grave que praticamente anula aquele velho discurso contra a privatização tucana. Ou, pelo menos, como nos demais escândalos, mostra que eles fazem, no mínimo, igual àqueles a quem, no passado, condenaram.

Trecho:
“Na armação do negócio Oi/Telemar-Brasil Telecom-governo Lula, até o mínimo escrúpulo das urdiduras encobertas ou disfarçadas ficou como coisa do passado. Há mais de meio ano, está escancarada a participação do próprio Lula, com o assegurado decreto de alteração das regras impeditivas do negócio. E, depois, com a necessária nomeação, para neutralizar duas discordâncias na Agência Nacional de Telecomunicações, de dois favoráveis ao negócio. Um deles, dirigente de uma das empresas da transação. Sem esquecer os R$ 8 a 10 bilhões com que, por ordem de Lula também divulgada à vontade, o BNDES e o Banco do Brasil vão ajudar a compra da Brasil Telecom pela Oi/Telemar.”

6 comentários:

Anônimo disse...

Trabalhando esta hora. Este é um diferencial.

Anônimo disse...

QUEN???PQ??????????????

jedelucca disse...

Ó Cesar,
O Paulo Henrique Amorim já denuncia isso há séculos. Segundo se vê por lá, a Folha até fez parte do esquema de "montar o palco" para que os bobos aqui engolisse como algo positivo. Até o próprio Daniel Dantas está levando 1 bilhãozinho para deixar a coisa acontecer e, com certeza, todo o rolo para tentar desacreditar o Protógenes e o De Sanctis estejam por trás de chantagem desse tristemente célebre brasileiro acima-da-lei.
E evidentemente, aí tem caixa para a campanha da Dilma...

E nós aqui discutindo se a Casvig isso, ou se o Bolshói aquilo... ora ora...

Anônimo disse...

Tio César
E vc não conhece o lema do PT: "Faça o que digo mas não faça o que eu faço."???
Abs
Ale

Anônimo disse...

Depois que o Lula determinou ao PT que abrisse as pernas senão ele não concorreria na eleição (que venceu, a primeira), tudo começou a acontecer vertiginosamente. Comparam o PL (com ele presente, na outra sala), fizeraram no mensalão, instauraram a política do fisiologismo descarado, e políticos do PT passaram a fazer parte de todo tipo de escândalos, de land rovers a lap tops de brindes. Quando o de cima abre a porteira, porque os de baixo não o seguiriam?
Hoje não existe nenhuma dúvida que o Lula obviamente sabia de tudo, apesar de sempre se declarar traído por aloprados de todos os calibres. Sabia por que foi ele quem começou, e por interesse pessoal sacrificou o partido e um ideário de mais de 20 anos.
Alguma surpresa nesta nova maracutaia?

Anônimo disse...

Há um silêncio ensurdecedor da grande mídia. Por aí me balizo sobre outras notícias...