quarta-feira, 26 de novembro de 2008

E O LULA VEIO...



Foi uma visitinha de médico. Se era só pra fazer uma ceninha, poderia ter vindo antes. Mas é sem dúvida bom que ele tenha vindo. Pelo menos pra ver o que o povo de Itajaí e Navegantes está sofrendo.

E ver de perto o estrago no porto, coisa que pode causar ainda maiores danos à economia da região, ao longo dos próximos meses.

O que é chato é constatar que se não fosse a pressão (além dos blogs, o jornal O Globo fez um editorial cobrando a presença de Lula em SC), o presidente nem daria essa passadinha.

Acho que nem ele nem os que o rodeiam entendem a força que pode ter a presença da maior autoridade da República no local de um desastre. Ajuda a animar os voluntários, valoriza o trabalho dos servidores públicos, civis e militares, que estão fazendo das tripas, coração e mostra aos que sofrem, alguma atenção e preocupação.

E isto, nesta hora, pode valer mais que essas verbinhas anunciadas que ninguém sabe direito quando vão chegar e para que serão usadas.

(O encontro dos 3L é foto do James Tavares/SECOM, a do helicóptero, do Ricardo Stuckert/PR)

9 comentários:

Anônimo disse...

Tio Cesar não se falou + sobre o q existe reamente em baixo dos escombros da SC 401!!!Esses incopetentes ainda não sabem??
Nau deu ainda p/ saber se tem + carros lá embaixo??
Estranho né..pq pela hora da queda é normal q tivesse passando mais carros...
Tem como vc trazer alguma informação p/ nós aqui,ver realmente o q tah acontecendo???

Obriado

Caio - floripa

Schneider disse...

Calma, César. Não podemos fazer uma avaliação simplista sobre o comportamento do governador Luiz Henrique e de sua equipe. Eles não tiveram tempo para buscar subsídios e assimilar uma postura mais adequada.
Para isso são necessárias novas missões internacionais, buscando um know-how do primeiro mundo. Lá as tragédias são abordadas no tom da modernidade.
Outra esperança é a filial da Escola Nacional de Administração da França. Seus alunos estarão devidamente preparados e terão uma conduta adequada à função pública em situações de emergência.
Quanto ao helicóptero, entenda que ele é o elo indispensável da moderna administração descentralizada.

Elmo disse...

Cesar,
Que má vontade com o Lula, hein?
Em 83 o presidente da época veio nos visitar? Era o mesmo da
Novembrada, não era?
Durante esta semana a cada dia tinha um ministro aqui em SC.
Foram liberadas verbas via MP para uso imediato.
Falta um pouco de equilíbrio em suas críticas.
O verdadeiro jornalista isento alterna elogios e críticas.

Anônimo disse...

Primeiro é preciso esclarecer que dinheiro público para recuperar estradas, escolas, hospitais, energia elétrica, etc, não é caridade, é obrigação.
Eu quero saber como é que vai ficar o proprietário de casa cujo terro deixou de existir por ter rolado morro abaixo ! Volta à estaca zero e começa tudo de novo ?

Cesar disse...

Cesar,

Só para esclarecer. Em 83 veio a SC o então presidente em exercício Aureliano Chaves. Veio com comitiva em peso. Eu era repórter da TV e o entrevistei. Ele veio com tudo. bom, a grana, como sempre, é só para as obras do estado. A grana para as pessoas vem do FGTS mas, a Defesa Civil, complicou tudo com dados errados. POr isso demorou.

No fundo não pemos plano de ação para emergências. No governo Collor foram passados ao estado o plano para agir nestes casos. nenhum governo tocou pra frente. Nem este nem os outros. MAs, alguns, pelo menos botaram o sapato na lama. Este, infelizmente, não molha nem a careca muito menos o sapato de couto italiano.

Abs

jânio disse...

Entre tripas e coração não existe vírgula, só o diafragma.

Anônimo disse...

Se o presidente vai é porque quer fazer cena, se não vai é porque não liga. Tá certo, o ônus de ser governo é conviver com as críticas. Mas se o presidente vai para um lugar, todo um aparato deve ser mobilizado para garantir a sua segurança, ou seja, traz mais problemas do que soluções. Melhor mesmo ficar de longe liberando a verba.

cristiano disse...

o que fazem os largos sorrisos nos rostos da filha do presidente e do nosso governador? possibilidade de, com uma tragédia, obter alguma vantagem?

AUGUSTUS disse...

E simplesmente ridicula a resposta do governo nacional perante tremenda catastrofe. E inacreditavel que o presidente da republica aparentemente esta mais preocupado com o Turismo em Santa Catarina do que com as vitimas desta grande catastrofe...