terça-feira, 10 de junho de 2008

OPORTUNIDADE ÚNICA

Em todo esse rolo da revista Metrópole e das ações contra LHS, vários jornais do interior têm sido colocados como coadjuvantes. Reunidos em duas associações, a Adjori (Associação dos Jornais do Interior, que reúne principalmente os semanários) e a ADI (Associação dos Diários do Interior), são acusados de formar uma ampla linha de apoio e elogios ao governo, que em troca manteria um revigorante fluxo de verbas oficiais de propaganda e publicidade legal.

Pode ser, no entanto que o que tem sido dito sobre os jornais e suas associações seja exagero, ou mesmo mentira. Seria bom que elas se manifestassem. A Adjori, por exemplo, terá no próximo dia 22 uma oportunidade única para fazer isso.

Nessa data realizará uma Assembléia Geral Ordinária, seguida de uma Extraordinária, no aprazível Eco Resort e Beach Village Vida Sol e Mar, na Praia do Rosa, em Imbituba, SC.

Na pauta da Assembléia Ordinária, além da aprovação das contas, estão as eleições dos conselhos de Ética e Fiscal para o próximo biênio.

Da pauta da Assembléia Extraordinária consta uma alteração não especificada do estatuto e aprovação do regulamento do prêmio Adjori de Jornalismo 2009.

Seria muito bom para os leitores dos jornais do interior e principalmente para o bom nome do jornalismo, que os proprietários das empresas, reunidos na Adjori, aproveitassem a Assembléia para tomar alguma posição a respeito dessas acusações de promiscuidade. Quem sabe os novos integrantes eleitos do Conselho de Ética possam fazer isso, né não?

E que não se repetisse aquele constrangedor discurso, ouvido em algumas outras ocasiões, que pedia descaradamente ao governo que “apoiasse” os pequenos jornais, coisa que soava como um convite aético à promiscuidade.

Aliás, os “apelos” das entidades de jornais e de emissoras de rádio e TV aos governadores têm sido uma constante, entra governo, sai governo. Em alguns casos a pressão é clara: tipo assim “sem verba, iremos todos para a oposição”. Se algum governador me perguntasse, eu diria “deixe que vão”. Como já comentei aqui há alguns dias: a tal “imprensa a favor” tem causado problemas mais sérios dos que os eventuais (e raros) críticos.

3 comentários:

Anônimo disse...

Tio César,

É impressionante a "covardia" (excessão de alguns poucos, aí incluído V.S.) da imprensa Catarinense!
Nenhum jornalista fez qualquer pergunta ao Sr. Governador sobre este episódio!
Que ele não queira responder, até dá para entender (no mínimo para não se enrolar mais ainda), mais perguntem, perguntem, insistam em perguntar!
Deixem a covardia de lado!!!
Ele, o Governador, não se diz tão democrático e tranparente? Que minha vida pública tra-lá-lá-lá......
Mas perguntem e questionem a resposta, por favor!

jânio disse...

Caro Cesar: teu blog obriga todos a serem anônimos. Pelo menos faz tempo que não consigo "aparecer" nele. Mas Anônimo não deixa de ser um bom nick name (já tô moderninho!). Só queria saber por que é que essas associações de jornais do INTERIOR vão se reunir na Praia do Rosa que é... no LITORAL. Ainda bem que não pago mensalidade, senão iria ficar cabreiro...
Jânio

Anônimo disse...

Olha Jânio, vai ver eles são contra a descentralização e... estão tramando uma contra-ofensiva para o retorno da litoralização. Neste sentido, a escolha do local não poderia ter sido melhor.