sábado, 28 de junho de 2008

DE OLHO NO IVO

Não passou de um balão de ensaio, ou de algum boato, a informação que LHS iria dar uma secretaria para o Içuriti Pereira. Deu-a para o persistente Adriano Zanotto, que tentará recomeçar do zero (ou quase isso) sua campanha por uma vaga de desembargador. Ocupará o posto do Ivo Carminatti, na secretaria de Coordenação e Articulação (a antiga Casa Civil).

E o Ivo vai para o lugar hoje ocupado pelo Alaor Tissot, na SC Parcerias. Com pelo menos duas missões bem definidas: vender a Penitenciária da Agronômica e viabilizar a ampliação do Centro Administrativo no Saco Grande.

Sem falar nas outras encrencas, como essas obras de R$ 37 milhões anunciadas para Florianópolis, que certamente passarão pela SC Parcerias, porque, ao que se sabe, o governo não tem caixa para bancar tanta coisa.

A ampliação do Centro Administrativo é um enrosco sério. Ali naquela região a prefeitura não pode autorizar prédios com mais de três andares. E para que os órgãos do governo possam caber, será necessário construir várias torres com pelo menos 12 andares cada. Imagina só ter que negociar uma naba dessas com o Amin e/ou uma Câmara de Vereadores hostil?

Não só por isso, mas também por isso, o empenho do governo do estado para fazer maioria na Câmara e eleger um prefeito “da base” será total.

Ah, e para construir os tais prédios, o governo está contando com a venda da Penitenciária Estadual, que ocupa área valorizadíssima, na Agronômica. O negócio dos sonhos do governo seria que a empresa que ficasse com a área, construísse uma penitenciária em outro local e ainda entregasse, prontas, as torres do Centro Administrativo.

Pelo jeito tem razão a leitora que me mandou um e-mail, ontem, dizendo que era preciso “chamar a atenção do povo, para que ele observe atentamente o que vai acontecer daqui pra frente na SC Parcerias”. Ficaremos de olho no Ivo, então.

Atualização da manhã de sábado: alertado por um leitor atento, corrigi a confusão que fiz com o nome das secretarias. O secretário de Articulação Estadual é o Lírio Rosso. O Carminati é o secretário de Coordenação e Articulação. É muita articulação prum sujeito desarticulado como eu navegar sem tropeços.

E outro erro (cochilo) corrigido: tinha escrito “Córrego Grande” onde deveria estar “Saco Grande”. O Centro Administrativo, que mal cabe no Saco Grande foi colocado, pela indesculpável distração sextaferina deste péssimo revisor, no Córrego. Perdão, leitores. E obrigado pela gentileza dos lembretes.

5 comentários:

Upiara Boschi disse...

Não confunda, Cesar.

O secretário de Articulação Estadual é o Lírio Rosso. O Carminati é o secretário de Coordenação e Articulação.

No papel, o secretário executivo de Articulação Estadual é subordinado do Carminati (ou do Zanotto, quando assumir). No contracheque, o salário é o mesmo.

Existe ainda o secretário de Articulação Nacional (Geraldo Althoff) e o de Articulação Internacional (Vinicius Lummertz), ligados diretamente ao governador.

Com tanto articulador, é realmente urgente a ampliação do Centro Administrativo.

Anônimo disse...

Correção: O Centro Administrativo não é no Córrego Grande, fica no Saco Grande (que de tão grande deve caber de tudo) e o projeto de lei que permite o gabarito de 12 andares é um daqueles que motivaram a convocação extraordinária da Câmara dos Vereadores pelo prefeito Daríu, há uma semana antes do fim do recesso do ínicio do ano ! A "base aliada", que domina a Câmara, não fez nenhum esforço para aprovar o tal projeto.
Há um "zumzum" de que o Governo do Estado doaria à Transol um terreno da Epagri no Itacorubi, em troca da área onde está a garagem de ônibus, para ali construir as "torres". Por coincidência foi aprovada uma emenda do deputado Marcos Vieira, na Assembleia Legislativa, que autoriza a venda de parte da área do futuro Jardim Botânico, área que seria permutada com a Transol !
Aliás, ninguém mais fala no tal Jardim Botânico do Itacorubi !
Florianópolis realmente é a terra do "ía ter": aeroporto,overcraft para transporte marítimo, isenção de ICMS para combustível de ônibus e não quanta coisa mais...
Agora com essa dinheirama toda do Luiz 15, vamos ter tudo isso e mais o metrô de superficie em 2010....(me engana que eu gosto)

Alberto Caeiro disse...

Dizem que com o Zanoto na Coordenação e Articulação do governo, tem servidor de outros órgãos, que ali se encontra pelo único e exclusivo motivo de não quererem sentar em suas mesas nos locais de origem , e que estaria arrumando suas coisinhas nesse final de semana. É ver pra crer.

Anônimo disse...

Aumentar o Centro Administrativo???
Sério?
Quer dizer que alguém com mais de dois neurônios( já é o bastante)pra devolver a Administração ao Centro da cidade , de onde nunca deveria ter saído,está fora de questão? Chance zero?
Sabe que eu nunca descobri o nome do imbecil que levou o Governo lá para aquele fim de mundo?
Ainda bem que essa raça nunca colocará os pés na Casa Branca, né?
Já pensou a desgraça que seria mudar o Capitólio prum subúrbio quase rural, sem esgoto, sem nada?Com aquele nome sui generis?SAco Grande Cheio?Aff.

Floripa não merecia a tragédia de abrigar LHS.Não merecia tamanha vergonha.
Lia

Anônimo disse...

Corrigindo: Vinicius Lummertz Turismo Internacional