quarta-feira, 2 de abril de 2008

DIÁRIA EXCESSIVA

Li no blog do Frederico Vasconcelos (Folha de S. Paulo) que o procurador da República Davy Lincoln Rocha, de Joinville, está propondo uma ação ação civil pública com pedido de liminar para que sejam reduzidas as diárias de viagem dos membros do Ministério Público da União, ou seja, dele e de seus colegas!

Ele acha que eles estão ganhando acima do necessário: cerca de R$ 700,00 por dia (para hospedagem e alimentação). Pede que seja fixada, provisoriamente, uma diária de R$ 183,00
Não é fantástico? Vocês já tinham visto coisa assim? Isto é que é cortar na própria carne.

(íntegra da nota aqui)

4 comentários:

mauricio disse...

Cesar.
Será que não é esta a nota de "1º de abril"?
Se for verdade esse sujeito está com o a carreira seriamente comprometida.

Anônimo disse...

Bravo!!
Estes exemplos devem ser mostrados, para que ainda se acredite que existem pessoas de bem.
muito obrigada
Débora hartmann

Carlos disse...

Tenho em comum com o senhor Procurador a aversão a determinados atos do Governador (vide Balé Bolshoi) e à desídia dos professores da UFSC (aqueles que não gostam de dar aulas), mas acho que essa luta contra as diárias já nasceu perdida.

Carlos

Anônimo disse...

Será que ele pegou dengue?
¬¬

Lia