quarta-feira, 23 de abril de 2008

PROPAGANDA NA MIRA

O blog do Vieirão (vieirao.com.br) informou ontem que “juntos, os advogados do PP e do D25 preparam ações” contra o prefeito Darío.

“O objetivo é cassar o registro da futura candidatura à reeleição”, com base no uso ilegal dos meios de comunicação.

Entre as provas estão jornais como “Na Fila” e “A Fonte”, que falam maravilhas do prefeito e têm anúncios do governo do estado.

14 comentários:

Carlos disse...

Prova maior do "crime" a gente assiste todo dia na tv, onde somos massacrados pela propaganda da prefeitura de Florianópolis, que quer nos convencer de que vivemos no paraíso. Ninguém falou para o prefeito que publicidade pública não tem nada a ver com propaganda alardeando os seus feitos. Que pague por isso!

Carlos Damião disse...

Tio Cesar, o senhor já reparou que a televisão está passando um comercial sobre a Policlínica do Norte da Ilha, que foi inaugurada no início de março? O propagandista diz que a prefeitura "está entregando a Policlínica do Norte da Ilha"... Já entregou! E mais, meu caro guru: o Norte da Ilha é a "base" do nosso alcaide. Foi lá que ele virou a eleição em 2004. Abraço do Damião

Anônimo disse...

Bem que o PP poderia pensar em lançar um candidato e disputar uma eleição de peito aberto.
Tá mais do que na hora de compararmos as realizações dos últimos anos na administração da cidade.
Agora só querem ganhar no tapetão?
A propósito, basta ver, propaganda da prefeitura não tem nada de mais, nem de pessoal, é apenas prestação de contas.
Eleição se decide no voto, mas como o Amin perdeu as 2 últimas...

Anônimo disse...

Já viu que ninguém fala da campanha antecipada que este menino Cesar Jr. está fazendo na TV todos os dias?
Já tem muitos colunistas na sua agenda de pagamento. Tudo por conta de "consultoria". Pode?

Anônimo disse...

Será que essa lei que impede propaganda vale mesmo ?
Só porque o § 1º do Art. 37 da Constituição diz que "A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela NÃO PODENDO CONSTAR nomes símbolos ou imagens QUE CARACTERIZEM PROMOÇÃO PESSOAL DE AUTORIDADES ou servidores públicos" tem que ter essa implicância toda com a propaganda do Luiz 15 e do Daríu ??
Para o Lula e para a "mãe do PAC" esse artigo também não vale ?
Já que eles não trabalham mesmo, deixa ao menos eles "propagandearem" por aí, senão como é que o povo vai saber ?
Acho que a Constituição dessa turma é outra e faltou fazer uma "campanha de caráter educativo, informativo ou de orientação social" para a gente saber !

Schneider disse...

O anônimo das 10h21 leva a discussão para um embate eleitoral. Isso é um enorme equívoco, pois não é uma questão de "tapetão" ou "tapete preto". É simplesmente legalidade. Está ou não está dentro da lei. Apenas isso!
A maneira de tratar com a coisa pública (nosso dinheiro) evoluiu. Há uma fiscalização mais rigorosa. E vale o mesmo em relação às eleições. Não é uma disputa entre A ou B. É uma aplicação da lei, para A e para B.
Aos políticos que não acompanham essa evolução, resta derramar lágrimas pirotécnicas.

Anônimo disse...

Este Shneider deve ser comparsa dos Amin. Olhe para trás veja as publicidades dos governos dos Amin, aquilo sim é que era autopromooção, tudo feito pelo Roberto Costa, da Propague, que sempre "ganhou" as licitações dos Amin. Tinha logo-marca, slogans, e até o governador e o (a) prefeito (a) apareciam nas imagens.
Dizer que foi inaugurada uma policlínica no Norte da Ilha e que isto é melhorar a vida das pessoas ser considerada propaganda irregular é um absurdo. Mostrar um viaduto e falar que os acidentes diminuiram? Informar que creches foram constyruidas por toda a cidade, que ruas foram asfaltadas, isto é ilegal? Convenhamos, estão sendo duros demais com o Prefeito.
O governo Lula tem Logomarca e não poderia ter. Tem slogam e não poderia ter.

Schneider disse...

Anônimos, nominados, inominados e até mesmo nômades:
Não é uma questão de nomes. É uma questão de APLICAÇÃO e RESPEITO às leis. Não podemos entrar num joguinho de infância, onde para justificar seus erros as crianças lembram os erros dos outros. A excelente abordagem no blog do Vieirão trata dessa evolução, que exige cumprindo à lei. O TSE já sinalizou sua interpretação sobre as camuflagens. O ministro Pargendler foi enfático: "a Justiça Eleitoral não pode fechar os olhos para a realidade". Assimilem isso, por favor.

Anônimo disse...

Não vou entrar nesta discussão de palanque, que alguns estão a fazer. Só quero dizer que é hipocrisia um chefe de Executivo dizer que faltam recursos para educação ou saúde, por exemplo, ao mesmo tempo em que gasta uma fortuna com publicidade sem nenhum sentido de utilidade pública. A publicidade dos órgãos públicos tem que informar sobre prazos para matrículas, validade de vacinas, endereços para atendimento ao cidadão, datas de audiências públicas, etc... O resto é, evidentemente, propaganda política. Ou dizer que o governo tal faz isso e aquilo não é propaganda política, pura e simplesmente?

Anônimo disse...

Senhor Cesar:

Escrevo para solicitar "notícias" sobre o processo do trem da alegria. O Procurador Marcelo D'Ambroso continua "lutando" para que neste estado se instale a lei e a ordem? Ou conseguiram calá-lo?
Os processos no TJ/SC estão parados, esperando decisão do processo do STF (mesmo que o processo do STF esteja julgando somente os art 16 e 16 das LCs), que por sua vez também está "parado" aguardando o voto do relator. Mas como já vimos esta novela, vai ter voto-pedido de vistas-voto-pedido de vistas-até que o LHS entre com nova petição e começam tudo novamente... e os "felizes contemplados" continuam recebendo altíssimos salários para cargos que não prestaram concurso, ocupando cargos comissionados, ganhando gordas gratificações de função, criando mais leis que beneficiam "os filhos do rei"... E nós temos que esperar pacientemente? Até quando?
Por favor, pode nos fornecer alguma notícia sobre? Agradecemos. Obrigada.

Anônimo disse...

eu estou guardando tudo,tudo que me lembra imediatamente campanha de outubro de 2008,fotos revistas ,adesivos(vários)...,se "precisar" ,vou denunciar,se os caras não chegarem...não vou nem perder meu tempo...

Carlos Damião disse...

Não costumo polemizar com anônimos (o que baixou aqui é o mesmo que baixava lá no meu blog; eu sei quem ele é, porque pesquei o IP)... Mas vamos lá: a Policlínica do Norte da Ilha foi inaugurada no início de março, num grande comício. (Comício, sim). A propaganda continua no ar dizendo que a prefeitura "está entregando". A propaganda é extemporânea! Qualquer criança percebe isso! Menos o nosso anônimo, porque ele nem é tão anônimo assim. Abraços do Damião.

Anônimo disse...

A prefeitura está se autopromovendo com essa publicidade, alguém contesta? Abuso de poder econômico.

Anônimo disse...

Caro César, a linha entre a divulgação dos atos da Administração Pública (princípio da transparência) e o excesso como forma de auto promoção, é muito tênue. No caso da Prefeitura de Florianópolis ela extrapolou os limites. Páginas inteiras em jornais de grande circulação (por vezes duas publicações em um só encarte), publicidade em demasia em praticamente todos os jornais de bairro, TV e rádio a todo instante veiculando "Prefeitura de Florianópolis trabalhando na cidade inteira". Fico pensando o quanto esta sendo gasto e porque este valor não é aplicado para melhorias em nossas comunidades. E o pior é que tem "anônimos" que ainda defendem a iniciativa. Se simular na Televisão a Baldicero Filomento, no Ribeirão da Ilha, asfaltada não é propaganda antecipada, me avisem, pois mudarei de profissão (advogado) e prestarei vestibular para qualquer outra coisa.
Um forte abraço,

Cristiano R. Gonçalves