sexta-feira, 11 de abril de 2008

O TRATOR A TODA

A oposição a LHS na Assembléia é pequena, mas faz bastante barulho. O governador, como vocês sabem, tem ouvidos sensíveis. Daí, além de aprovar todas as matérias do seu interesse a bordo de um trator majoritário, agora inventou de intisicar com a minoria.

Já que não tinha votos para aprovar as coisas do seu jeito, a oposição exercia seu papel esperneante pedindo informações aos secretários e ao governador. E depois, com as respostas, tratava de fazer mais um pouco de barulho. Coisa absolutamente inócua, que servia apenas para manter viva essa plantinha frágil que é a democracia.

Pois agora o governo resolveu passar o trator nisso também. Não aprova mais os pedidos de informação. Proibiu de ficar perguntando coisas inconvenientes.

É espantoso que um Poder cuja função principal é justamente ser fiscal do Executivo, abdique assim fácil desta missão.

Resta a pergunta: para que servem, então?

4 comentários:

Luciano Matiussi disse...

Cesar, não é a toa que dás um banho... Aqui em São José, numa proporção bem menor é claro, mas nem por isso menos revoltante, os vereadores da oposição que são a maioria felizmente, estão enfrentando a mesma situação: fazem pedidos e mais requerimentos ao seu FernandElias (o sucessor aloprado do Dario), mas raramente recebem os relatórios ou balancetes. E olha que o cara (não tem aquele reizinho do Jo Soares: que que eu so, que que eu so, sois rei, sois rei) já aprontou poucas e boas, metendo a mão no dinheiro do povo, com a taxa do lixo da Engepasa, privatização da saúde, mexendo no orçamento e por ai vai.
Agora doi denunciado na PF, e não quer de jeito nenhum ouvir falar em transparencia. Porque será? Ainda bem que, como vc falou, existe a oposição, para fazer valer a verdadeira democracia, cobrando e fiscalizando. Já pensou o que seria sem o contraponto, se todos seguissem a mesma cartilha? Os tratores andam por todos os lados. E o povo, infelizmente ainda nao aprendeu que o voto é a arma mais poderosa que se tem na mão, para fazer valer a justiça social.
Fui.

Anônimo disse...

OS CAPACHOS DO EXECUTIVO.

Realmente o Governador manda no legislativo. Aprova o que quiser da forma que quiser. Os capachos do executivo resolveram agora, impedir, a minoria oposicionista de pedir informações, mesmo que a CF, CE lhes garanta. Estão impedindo o exercício da atividade parlamentar. As soluções existem e são graves, mas parece que a oposição ou não sabe ou não quer tomar as atitudes que a lei lhes garante. Há uma intervenção no legislativo, através do capachos do legislativo, quando deveria estar na defesa da lei, dar ordem, e, principalmente no exercício de suas atividades. Não tem nenhum respeito com a casa legislativa porque é uma extensão do governo. É engaçado eles reclamando que não recebem as informações ou quando recebe são pela metade. ORA, REPRESENTEM OS SECRETÁRIOS DE ESTADO. A lei dá a saíde. QUANDO OS SECRETÁRIOS TIVEREM 10, 20, 30 representação contra eles vão cumprir a lei. A coisa é mais séria do que muita gente pensa quando se quer IMPEDIR A FISCALIZAÇÃO ATRAVÉS DO LEGISLATIVO. Que barbaridade com os representantes do povo. Vamos criar um slogan: "não votem em capachos" votem em representantes do povo, se encontrar algum.

Anônimo disse...

A prova concreta que a Assembléia Legislativa do estado é uma extensão do comando o Governador e a deteminação de que não votem os pedidos de informação. QUE DESRESPEITO...

Anônimo disse...

Por que pergunta se a gente não pode dizer a verdade?
Se disser pra que serve a ALESC vai ser censurado...
Brincou muito com tesourinha no pré

Lia¬¬