segunda-feira, 15 de setembro de 2008

QUE BOSTA, HEM?

O DC online informa que a Casan “foi multada pela Fundação Municipal do Meio Ambiente de São José em R$ 1 milhão por reincidência em lançamento de esgoto sem tratamento nas águas da Baía Norte” (aqui).

A reportagem faz o histórico da coisa (a estação elevatória estava desligada, não tinha ninguém pra cuidar do caso, etc e tal) e lá no final está a posição da empresa:
Empresa vai recorrer

O presidente da Casan, Walmor de Luca, considerou a multa sem sentido e afirmou que a empresa vai recorrer. Argumentou que o contrato obriga a companhia a fornecer água, mas estabelece coleta de esgoto somente quando for viável economicamente. Ele justificou que o elevatório é um mal necessário e passível de problemas.”
Não é inacreditável? “Coleta de esgoto só quando for viável economicamente”! E instalaram um elevatório “passível de problemas”!

Que coisa mais absurda, mais sem pé nem cabeça! Isto lá é coisa que o presidente de uma empresa de saneamento diga para justificar um vazamento? Será que foi isso mesmo que ele falou? A merda foi jogada no mar porque não é economicamente viável manter a estação elevatória funcionando? Ou não se conserta aquela bosta porque não é economicamente viável operar coleta de esgoto?

Tomara que os coleguinhas da RBS tenham entendido mal o que o Walmor disse. Porque se foi isso mesmo, não sei não, acho que é melhor o LHS, o Dário e todos os demais candidatos aposentarem os planos de turismo e uso do mar que têm para Florianópolis. As baías correm o risco de serem transformadas em depósitos de esgoto in natura, porque a Casan “só tem obrigação de fornecer água” e coleta de esgoto só se não der prejuízo. Ficou a impressão que eempre que a área de esgoto da Casan estiver no vermelho, os “marinheiros” flutuarão ameaçadores mar adentro.

12 comentários:

Anônimo disse...

No capitalismo até a merda tem q dar lucro...

Anônimo disse...

Porque o Ministério Público e o Tribunal de Contas estão omissos na questão da má prestação de serviço à população? Será que cabe à CASAN a responsabilidade pela poluição das nossas baias? Mas ela não detém a exclusividade no fornecimento do serviço de água tratada e de coleta de esgoto em Florianópolis e em São José? Cadê o fornecimento de serviço adequado? Só cabe uma constatação: na Terra Firme a questão é mais grave porque recebe o esgoto da região continental de Florianópolis e não recebe nada... absolutamente nada... em troca. Enquanto isso, a região de Potecas, diga-se, desde 1994, sofre os ônus da poluição do solo, do lençol freático e do mau cheio que infesta o ar. E os nossos rios??? Todos poluídos. O fato é que a CASAN detém a exclusidade do serviço desde 1975. E o ex-Prefeito Dário, em 1997, renovou o contrato por mais 30 anos, sem licitação. Mas a lei federal das concessões não exigia concorrência pública???

Anônimo disse...

Cesar, veja só a (in)feliz coincidência(?): o contrato da prefeitura de São José com a Casan foi assinado pelo Dário Berger. Resumo: se este absurdo que o Walmor disse sobre a viabilidade econômica for mentira, ele merece ser demitido por mentir. Se for verdade e isto estiver previsto no contrato, o culpado é o Dário, que permitiu que isto fizesse parte do acordo.
Marcelo Santos

Mauricio disse...

Cesar.
Essa administração da Casan chega a ser criminosa.
Veja que antes do Governo LHS, não havia cheiro no aterro de Florianópolis, dias depois deles terem assumido, passou a ser aquela fedentida todos os dias. Foram anos até que a Câmara e o Ministério Público agissem e, daí, parou. Agora, só tem cheiro em alguns dias, não é mais aquela situação diária.
Moro em São José. Há três anos tivemos problemas com a água fornecida a ponto do rejunte nos banheiros ficarem verdes de alguma reação química (oxidado). Para solucionar, a construtora instalou um equipamento que efetua a correção da água no prédio. Essa situação também veio a público agora, em Florianópolis.
Já com relação a essa questão do esgoto que estava sendo jogado na Baia, em São José, questiono:
- Lá, pagamos de esgoto o mesmo que gastamos em consumo de água. Se o valor não foi usado para a finalidade a que foi recolhido, poderíamos requerer a devolução?
Outra questão que levanto é: A população ficou sem o serviço que pagou, a natureza foi degradada e a empresa pública foi multada, tendo que usar dinheiro de outras finalidades para quitá-la. E o administrador que deu causa a tudo vai ficar ileso, cometendo outras barbaridades?
Volto a dizer: Olhem para que político o Governador entregou a Casan. Não dava para esperar mais da turma dele.

Wilmor Henrique disse...

Eita nóis!
Então para tratar decentemente as nossas águas servidas(boa essa né?), tem que dar lucro? ou no mínimo pouco prejuízo?
Estão de sacanagem, mas pelo menos ele foi sincero né? Agora, já pode pegar a sacola e se mandar, quem sabe alguém assuma a Casan com vontade de resolver os problemas.(até parece)
Mas queriamos o quê também, com sucessivas administrações(estadual e municipal) que são comparáveis ao produto que não vem sendo tratado, não dá pra esperar muito.
Estamos na merda mesmo.

Carlos disse...

Isso que em março deste ano a taxa de esgoto aumentou para 100% do consumo de água. Até março era 80% !
Mesmo assim dá prejuizo ??

Anônimo disse...

Tio César,

O de Luca está mais envolvido na campnah do Dário do que na administração da CASAN.
Isto deve ter sido determinação do LVX, não!
Só poderia dar em m.....!

Anônimo disse...

Te garanto que ele falou exatamente o que foi escrito.

Anônimo disse...

Isso é o suficiente para mandar prender. E ninguém faz nada? Cadê a Polícia Federal? Cadê o Ministério Público? Isso é o Moeda Marrom!!!

Anônimo disse...

Alguém acredita que esta merda toda vai dar em alguma coisa, além de um odor fétido e de doenças para os coitados dos habitantes / contribuintes?
A tática deste (des)governo e também de outros governos de outros estados é simplesmente não reconhecer esperneio algum, seja da oposição, seja da população. Assim não alimentam os escândalos. Pensem bem: Algum escândalo (dos muitos) deste (des)governo deu em alguma coisa? Nada! Este será somente mais um.

Anônimo disse...

A gente paga a CASAN para receber água potável e recebe com alumínio em excesso, mas o De Luca diz não faz mal porque as quantidades estão só um pouco acima do limite previsto em lei !
A gente paga para a CASAN tratar nosso esgoto, e ele é jogado in natura, pois o De Luca diz que tratar esgoto não é rentável !
E a CASAN repassa dinheiro pro Dário fazer tapete preto, pois tapete preto deve ser rentável pro De Luca e pro Dário !
Enquanto isso, os otários pagam e o Ministério Público se omite...

Walmor Carpes Filho disse...

Prezado Cesar! Gostaria de saber se as autoridades tanto do Executivo como do Legislativo, que tem viajado para participarem das campanhas dos seus candidatos, o estão fazendo com recursos próprios, com recursos dos Partidos Políticos, ou será que é por conta do erário público? Nesse caso é por nossa conta, que pagamos os impostos.