quarta-feira, 24 de setembro de 2008

NO PÉ DO ORLANDO

Primeiro foi o Coturno Noturno, que levantou a bola. Agora o Cláudio Humberto deu mais um toquinho: o ministro Orlando Silva, dos Esportes (PCdoB), teria cometido crime eleitoral ao usar uma viagem administrativa oficial a Florianópolis (paga por nós) para cumprir compromissos eleitorais, como gravar participação no programa de sua candidata, por exemplo.

E hoje o Coronel volta ao assunto, chamando a atenção pro fato de até agora a imprensa “chapa branca” não ter tocado na coisa.

Com a revoada de ministros na campanha catarinense, é bom mesmo observar se o “Código de Conduta da Alta Administração”, editado pelo próprio governo, está sendo cumprido.

Aliás, por falar nisso, se a gente tivesse tempo e mão-de-obra, até poderia investigar também o que os secretários de estado e outras autoridades estaduais fazem nas suas viagens, em época de campanha e fora delas: alguns vão ao interior, cumprem uma agendinha oficial de nada (rápida visita ao prefeito, por exemplo) e depois tratam de assuntos de seus partidos. Há casos em que, na viagem “oficial”, financiada com dinheiro público, quinze minutos são para assuntos... vá lá, administrativos e três horas para resolver (ou criar) pendengas no diretório municipal.

7 comentários:

Anônimo disse...

César é bom mesmo ficar de olho nessa cambada, nos secretários de estado, secretários regionais e diretores das empresas estatais de santa catarina. Alguns alegam ou dizem que tiram licença ou férias, mas será que depois é contabilizado esse tempo como férias mesmo? Tem uma presidente de uma empresa do estado que está distribuindo casinhas por toda santa catarina e com preferência em municípíos onde seu partido tem candidato. é bom ficar de olho nela.

Wilmor Henrique disse...

Este cidadão, o ministro dos esportes, se não me engano está indiciado, juntamente com o Nuzman e mais alguns, devido a probleminhas(coisa pouca) na prestação de contas nas obras do Pan do Rio. ( Vi há tempos na coluna do Hélio Fernandes, da tribuna.inf.br).
Alías, se a Angela fosse mais esperta abriria mão do apoio deste pelego.

Aluizio Amorim disse...

Dilma e Tarso também vêm aí para fazer campanha para os petralhas em SC, viajando em jatinhos especiais, etc...e provavelmente com diárias.

César, já que vc acompanha bem a política local, tudo indica que a turma do Amin está com o Apedeuta, não?

Anônimo disse...

Não é certo, claro. Mas alguém acredita que o ministro da tapioca (como é conhecido depois que pagou uma tapioca com cartão corporativo) acrescenta votos para alguém? Fala sério!

Anônimo disse...

Ontem foi o Ministro Márcio Fortes que veio aqui fazer camapnha para o Amin e para outros candidatos no interior do Estado.
Será que viajaram as suas próprias custas? Duvido. Seria bom investigar.

Anônimo disse...

E o Márcio Fortes, do PP, que viajou o estado todo apoiando os candidatos do seu partido?
Está ganhando diárias e passagens do Ministério das Cidades?
Ou foi o Amin que pagou?
Que mostrem os comprovantes de pagamentos destas passagens.

Anônimo disse...

Cesar, esse governo é mesmo um cara de pau: enquanto o governo federal dá R$ 6000,00 a fundo perdido para construção de uma casa popular, o governdo estadual financia, isto mesmo, financia R$ 3000,00 e faz política com o chapeu alheio, querendo amealhar todos os méritos para si.