sábado, 27 de setembro de 2008

OS BOATOS LADRAM E O DIARINHO PASSA...

Mais uma vez sou acordado, cedinho, por alguém ao telefone querendo saber se é verdade que o DIARINHO foi apreendido, ou impedido de circular, ou retirado das bancas.

Parece que à medida em que a eleição se aproxima, esses eventos se tornam mais freqüentes. E, impotentes para fazer o que, no fundo (e na superfície) desejavam, aqueles que se sentem incomodados com a independência do jornal, lançam esses boatos.

O que houve, relacionado com a edição de hoje do jornal (que recebi normalmente, no horário de sempre), é que a coligação do Dado Cherem (candidato a prefeito de Balneário Camboriú, PSDB), conseguiu, na Justiça, a proibição da pesquisa IPS/Univali que o Diarinho publicaria hoje. A ação foi contra a Univali, cujo reitor afirma que recorrerá para recuperar o direito de publicar a pesquisa. Neste caso, além de colocar na gaveta o caderno que já estava pronto com o resultado da pesquisa, o Diarinho nada pode fazer, a não ser aguardar.

Na pesquisa, a propósito, o Periquito aparece na frente (não muito, apenas uns oito pontos). E a turma do Dado ficou sabendo do resultado na quinta-feira, quando os repórteres do Diarinho os procuraram para que comentassem o resultado. O Diarinho publica há meses as pesquisas IPS/Univali de praticamente todos os municípios da região de circulação principal do jornal. Tudo devidamente registrado na Justiça Eleitoral, com metodologia aprovada, etc e tal. Mas, neste caso, os tucanos acharam um troço qualquer para obter a liminar. O pessoal do IPS acha que a defesa será tranqüila e que a decisão poderá ser revista.

No outro dia, quando o Morastoni (PT, candidato a prefeito de Itajaí) tentou impedir a circulação do jornal na Justiça, recebi telefonemas de gente querendo saber se a Samara (a diretora do jornal) tinha sido presa mesmo. Os boatos, naquela ocasião, além da prisão, falavam que o jornal ficaria 15 dias impedido de circular.

Então agora vocês já sabem: quando ouvirem um boato desses, NÃO LIGUEM PARA O CESAR VALENTE ANTES DAS 10 DA MANHÃ!

É bem como diz aquela velha canção do Chico Buarque...



Aí está a letra, pra que vocês cantem com a Bebel e comigo:
Eu faço samba e amor até mais tarde
E tenho muito sono de manhã
Escuto a correria da cidade, que arde
E apressa o dia de amanhã

De madrugada a gente ainda se ama
E a fábrica começa a buzinar
O trânsito contorna a nossa cama, reclama
Do nosso eterno espreguiçar

No colo da bem-vinda companheira
No corpo do bendito violão
Eu faço samba e amor a noite inteira
Não tenho a quem prestar satisfação

Eu faço samba e amor até mais tarde
E tenho muito mais o que fazer
Escuto a correria da cidade, que alarde
Será que é tão difícil amanhecer

Não sei se preguiçoso ou se covarde
Debaixo do meu cobertor de lá
Eu faço samba e amor até mais tarde
E tenho muito sono de manhã
Um bom final de semana e que a chuva e os boatos nos sejam leves...

2 comentários:

Anônimo disse...

MEu avô materno morava em Itajaí. Quando criança, eu adorava ir visitá-lo. Por ele e por gostar da cidade. Mas ultimamente com fatos como esse se tornando comuns em Itajaí, além de operações da PF, universidade que ninguém sabe se é pública ou privada, etc, deixam-me cada vez mais com impressão de ser uma cidade "faroeste", onde não há leis, ou quando há é para poucos. Só não digo que é faroeste mesmo porque é uma cidade portuária...

José Augusto Gayoso disse...

Tio Cesar

fofocas políticas à parte, obrigado por disponibilizar essa beleza de música no teu blog. A lestada deu um tempo e enquanto me preparo para enfrentar a caminhada, estou curtindo a letra e a música. boa semana, seu preguiçoso.