sábado, 12 de janeiro de 2008

Ô RAÇA!

Leitor manda cartinha estranhando o patrocínio do governo do estado num torneio de golfe que se realiza hoje no campo da família do senador Neuto de Conto (Santa Rita Golf Club, em Rancho Queimado). Ô gentinha encrenqueira que não quer o pogressio!

A competição de hoje é só a primeira etapa da Taça Santa Catarina de Golfe. A segunda etapa (também chamada de Stella Artois Open), será dias 25 e 26 no campinho do primeiro amigo, Fernando Marcondes de Mattos (Costão Golf). Coisa de primeiro mundo.

Bem faz LHS que não liga pra turma do atraso. E querem saber do que mais? Além do governo estadual, a prefeitura de Florianópolis também deu uma mãozinha. Vocês queriam o quê? Que o senador e o comendador não conseguissem fazer seus eventinhos por falta de recursos? Imagina!

10 comentários:

Schneider disse...

O Governo do Estado, através desse patrocínio, está incentivando o esporte. O golfe é uma modalidade praticada em todo território catarinene. Com sua visão internacionalizada, LHS ainda construirá centenas de campos de golfe nas periferias das cidades. O golfe deverá ser modalidade obrigatória nas aulas de Educação Física da rede estadual de ensino.
Esporte é saúde e mantém os jovens afastados das drogas. Ainda bem que o senador e o amigo de todas as horas ajudam LHS nessa arrojada empreitada.
A oposição está perdendo a oportunidade de dar UMA GRANDE TACADA.

Adilson disse...

Enquanto isso, César, os postos da Prefeitura de Florianópolis não tem medicamentos para fornecer aos mais necessitados. Constatamos isso quando fomos fazer vacinas e presenciamos cenas de pessoas desesperadas por faltas de medicamentos, comuns, de uso geral, mas impossíveis de serem adquiridos nas farmácias pelos mais pobres. Com a palava o Dr. Dário!!!

Anônimo disse...

Imagino que os pretextos sejam "Inclusão Social" e "Estímulo ao Esporte".

Anônimo disse...

Visse o anúncio do campo de golfe no DC, com a Luíza Brunet (remoçada uns 20 anos no photoshop)? A camiseta dela tem uma cor sugestiva: VERDE...

Anônimo disse...

caros amigos, gostaria de informar a todos, que como todo esporte,que realiza competições com o abatimento do icms,com GOLFE não deveria ser diferente afinal esporte é esporte seje ele pra rico ou pra pobre.

E fica satisfeito ainda de saber que com o apoio do Governo do estado, teremos cada vez mais turistas vindo pra Santa catarina jogar golfe.

Schneider disse...

O anônimo acima tem razão. Esporte é esporte, não importa a classe social que envolva. Mas há um porém nessa história toda. E esse porém advém de uma curiosidade. Ou não é curioso como os nomes envolvidos (desta vez parece que é um envolvimento legal) são sempre os mesmos.
Pela premissa de que onde está o imperador está o amigo e, ainda, onde o amigo investe está o apoio do imperador. É muito curioso. Curiosidade até com direito a um jantar de desagravo.

Anônimo disse...

Como organizador do evento TAÇA SANTA CATARINA DE GOLFE, gostaria de dizer que conseguir um apoio do governo, pra se fazer um evento não é tão facíl ainda mais no meu caso que tive que correr atráz de patrocinio por que ganhei a carta de captação, tive que correr literalmente atráz pra conseguir apoio de alguma empresa que tivesse icms o bastante pra me ajudar e isso fiz sozinho ninguém me ajudou pelo contrario atrapalhou. E pra quem pensa que o Senador (dono do Campo) me ajudou em algo esta errado até as bolinhas pra ter jogo eu tive de comprar quem não acreditar que me solicite as notas.

Cesar disse...

Ô anônimo, pena que esquecestes de dizer teu nome. Gostaria de saber quem organizou o torneio, ainda mais se, apesar do apoio oficial, foi deixado meio na mão, como dizes. Outra informação importante, que se deduz do teu comentário: o governo cumprimenta com chapéu alheio? Ou seja, diz que patrocina, mas o organizador tem que ir atrás de empresas que possam transformar parte do ICMS a pagar em doação?

Anônimo disse...

O que impressiona não é o campo de golfe, mas a captação de água mineral atrás dele. Ainda usam o nome da sagrada Santa Rita.
E esta água está sendo bebida dentro de órgãos públicos.

Wanderleia Kreich disse...

Foi com muita alegria que tomei conhecimento da existencia desse campo de golfe em Rancho Queimado.
Meu filho de 13 anos ama o golfe, sei que esse esporte colaborou para formá-lo e posso garantir que já se ve um grande homem.
Parabenizo ao senador por colaborar para o crescimento e divulgação desse esporte e aos do contra deixo uma sugestão:conheçam uma campo de golfe, caminhem pelos traçados do campo, sintam a presença de Deus na natureza, tenho certeza que irão perceber a emocionante força transformadora ao sentirem-se integrado com o todo e ao mesmo tempo um ser único no universo( não esqueçam de bater algumas bolas).
Ah, sou Florianopolitana,Cresci em Antonio Carlos e moro em Ribeirão Preto a quase 10 anos.