quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

MINI METRO ITALIANO

Pra não dizerem que eu só critico o LHS, vou dar a ele pretexto para mais uma viagem. Desta vez a Peruggia, na Itália, que inaugurou ontem um mini metrô de superfície que é uma gracinha (fotos acima). São 25 carros sem condutores, que levam até 50 passageiros cada. A linha tem dois terminais e cinco estações intermediárias, ao longo de três quilômetros. O percurso inteiro é feito, em média, em onze minutos. Só que tem uma coisa: levou dez anos para planejar e construir (a construção propriamente dita levou pouco mais de cinco anos). Afinal, ele é a espinha dorsal do plano de transporte coletivo da cidade, não podia ser feito de qualquer jeito.

[Informações mais detalhadas, em italiano, aqui] [aqui] [e aqui]

Ah, mas aqui tem que estar parte pronta em 2010 por causa da eleição e outra parte em 2014 por causa da Copa? Não tem problema. É só comprar alguma coisa pronta e instalar. Planejamento detalhado é para otários.

Update da madrugada: o Minimetro custou 95 milhões de Euros (cerca de R$ 250 milhões), numa parceria público-privada.

Um comentário:

Nira Pomar disse...

Lembra aquela música dos Titãs que começava assim: "carnaval, carnaval, carnaval... eu fico triste quando chega o carnaval..."
Substitua 'carnaval' por 'eleições' e um monte de gente vai concordar...

Triste ver que as obras acontecem no verão, acontecem durante o dia, acontecem na cara do eleitor... só pra ganhar voto! Tantas outras coisas muito mais necessárias ficam de lado por não "dar voto"...

Triste ver que os anos passam e o eleitor não muda... o político também não!

Triste ver que a vida passa e nós a deixamos passar, pois é "mais cômodo"... afinal, pra que me mexer se posso simplesmente me acomodar???

Beijo!