terça-feira, 9 de outubro de 2007

“LURIAN E EU”

Trechos do relato da jornalista Aline Cabral, no blog dela:
“Atrasada quase meia hora, cheguei hoje à porta do Centro Integrado de Cultura e fui barrada para a cerimônia com o presidente Lula, para a qual fui convocada por motivos profissionais. ‘Não pode entrar, senhora, está lotado’, disse o segurança. (...).

Nesse meio tempo, chegou a Lurian, filha do homem, e foi direto pra porta. ‘Não pode entrar, senhora, está lotado’, disse o segurança. Ela ficou meio sem jeito e disse que era convidada, pra ver se o despreparado porteiro se tocava. Não adiantou, e ela teve que dizer a verdade: ‘Sou filha do presidente’. Aí a coisa mudou de figura, colocaram pra dentro rapidinho.

Eu fiquei ali mais um tempinho olhando uns engravatados que também foram barrados e um cachorro preto que dormia indiferente. Aproveitei pra viajar um pouco sobre como seria se meu pai fosse presidente... Só não queria ser filha do Lula.”
Para ler as ótimas sacadas da Aline, sempre muito bem escritas, em cima de pequenos eventos cotidianos, vá até pensamentospublicos.blogspot.com.

2 comentários:

Aline Cabral disse...

Pôxa, Cesar, não sei se vou saber lidar com a fama. Sabia que depois desse teu "merchã", o Pensamentos Públicos bateu todos os recordes??
Beijo!

Anônimo disse...

Faltou um "na": "Colocaram-na para dentro". "Colocaram para dentro" é outra coisa e pode dar dupla interpretação. Vou cobrar pelas aulas de língua portuguesa.