quinta-feira, 4 de outubro de 2007

ESSES ARQUITETOS...

Já disse que um blog é um blog e isto aqui é coisa diferente. Claro, diferentemente do que se espera de um blogueiro, eu atualizo apenas uma vez por dia (geralmente depois das 23h) e transcrevo a coluna do jornal. Mas, às vezes, acabo rendendo-me à agilidade e facilidade de publicação do blog e pelos mais diferentes motivos tenho colocado notas aqui que não sairam no jornal. O principal problema é o espaço. O jornal não é de borracha, e se uso algumas fotos não sobra espaço pra muito texto. Outro problema é que jornal é impresso só uma vez por dia. Aí sempre tem coisas que me ocorrem, ou que acontecem, depois de ter enviado a coluna.

De qualquer forma esta nota, com seu enorme nariz de cera, é o tipo da coisa que só cabe num blog. A relação do colunista com leitores, lá, é diferente desta relação aqui.

Dito isto, vamos ao que interessa, que é o que não saiu lá, mas está aqui. Recebi ontem uma cartinha que dá continuidade ao tema “arquitetos”:
Prezado Sr. Valente

A matéria publicada pelo New York Times é interessante, divertida e perspicaz.

Muitos arquitetos, um grupo profissional caracterizado pela falta de humor em relação às suas atividades, consideraram aquele artigo uma ofensa pessoal. Bogagem, é claro.

Bem mais incisivo em relação ao assunto é o texto de Annie Choi publicado no Pidgin Magazine.

A leitura vale em especial por tratar-se de um caso raro: uma jornalista desmantela, com bom humor e sarcasmo, o mito do “Santo Graal” do exercício da arquitetura.

Cordialmente

Alfred
O Alfred que enviou o bilhete acima e me trata por “Sr. Valente”, é o arquiteto Alfred Biermann, que também havia chamado a minha atenção para o artigo do The New York Times, cuja tradução publiquei ontem (está abaixo, é só rolar a tela).

Acima, a reprodução das páginas da revista Pidgin, com a carta aberta da Annie Choi. Mal traduzindo, o título diz, mais ou menos: “Queridos Arquitetos, estou cheia das suas cagadas.” (Dear Architects, I'm sick of your shit.)

Se clicar nas fotos, abre-se uma ampliação. Mas separei uns links que permitem uma leitura mais confortável do artigo da Annie Choi:

Para ler em inglês, no blog PartIV, é só clicar aqui;

Em espanhol, aqui.

Tem também em italiano, na revista Abitare, que não está on line. Sei que existe uma tradução em húngaro, mas não achei (principalmente porque não sei como se diz shit no idioma magiar).

A Pidgin Magazine é a revista dos estudantes do curso de Arquitetura da Universidade Princeton, e seu site está aqui.

Pra quem ficou curioso sobre quem seria essa figura, o endereço do blog da Annie Choi é www.annietown.com/. Pra quem entende inglês, é uma boa pedida, porque ela é muito engraçada. Ia dizer inteligente e engraçada, mas aí seria redundância.

Ah, pra terminar, sei que nem precisava dizer, mas trata-se de uma crítica bem humorada. Ninguém aqui está mesmo disposto a matar arquitetos, nem fala muito sério quando sugere que eles mudem de profissão. Sei que pelo menos os dois ou três arquitetos e arquitetas que conheço, saberão levar na esportiva. E se algum arquiteto quiser escrever uma carta aberta aos jornalistas, pode mandar. Até agora é só jornalista e político que tem falado mal de jornalista...

Um comentário:

urbalis disse...

Hola!! Gracias por colocar el link a nuestro blog (Urbalis.wordpress.com) respecto de la traduccion de la carta de Annie Choi a los Arquitectos. Saludos des Santiago de Chile a los amigos brasileiros