sexta-feira, 4 de julho de 2008

TAÍ, NETO! O RELEASE DA CASAN

Ontem publiquei uma queixa do Neto, da assessoria de imprensa da Casan, e depois os leitores e eu próprio tratamos de comentar e pegar no pé dele e da empresa (farei, mais tarde, um resumo do que foi dito, para que ajude a própria assessoria de imprensa a avaliar como anda a imagem da Casan).

Hoje recebi uma informação sobre mais uma inauguração da Casan. E para que o Neto não ache que a gente tá de marcação com ele (talvez esteja com a empresa, mas não é nada pessoal), realizo o sonho de muito assessor: ver seu “press-release” publicado na íntegra. Taí:
“A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento – CASAN – em parceria com a Prefeitura de Florianópolis, no modelo de Gestão Associada, inaugura nesta sexta-feira, dia 4 de julho, às 17 horas, no Salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora Aparecida, o sistema de esgotos sanitários do Canto da Lagoa, em Florianópolis. A solenidade contará com as presenças do Presidente da CASAN, Walmor De Luca, Diretoria e técnicos da Empresa, Prefeito de Florianópolis Dário Berger e lideranças comunitárias do entorno da Lagoa.

Com investimentos da ordem de R$ 5 milhões 737 mil(recursos próprios da CASAN) o serviço vai atender a uma população de 2.964 habitantes e integra-se ao sistema de esgotos da Lagoa da Conceição.

A Construtora Elevação Ltda, responsável pela execução da obra, implantou 13 mil metros de rede coletora, com diâmetros de 150 e 400 milímetros, cinco estações elevatórias e de recalque com vazão de 5 e 30 litros por segundo, 3.586 metros de linhas de recalque, interceptor com 1.415 metros, além de melhoria na caixa de distribuição e adensador de lodo e instalação de um reator anaeróbio, que ampliarão a capacidade da estação de tratamento da estação da Lagoa da Conceição(já em operação)para 60 litros por segundo.”

5 comentários:

Anônimo disse...

Analisando o texto, do ponto de vista da construção jornalística, dá pra entender pq os releases da Casan não são usados, conforme reclamãção do assessor. A notícia (de verdade) está só no segundo parágrafo. O primeiro parágrafo é um imenso "nariz-de-cera", puxando o saco das "autoridades". Se priorizarem o que é notícia, aposto que o aproveitamento vai melhorar.

Zé das Couves disse...

Sugiro uma leitura na matperia da página 31 do DC de hoje. Principalmente no trecho: "não quis informar onde o esgoto foi jogado". É um abusrdo!!! E depois quer reclamar! Ora bolas...

Zé das Couves disse...

Ah! Pra completar: ouvi dizer que a Casan quer assumir a operação do sistema de água e esgoto de Jurerê Internacional, que hoje tá na mão da empresa dona do loteamento de luxo. Na marra. Quer dizer: vão mexer no que tá funcionando, ao invés de fazer funcionar o que não funciona.

Schneider disse...

Inauguração com a presença de candidato? Ainda pode?

Lunar - Jorge Oliveira disse...

César.

Falta de assunto (pauta) não deve ser. Aliás, a Casan possui um site e muitos recursos para divulgar o trabalho que vem sendo executado. Se isso não vem sendo feito pela imprensa é porque não cabe a ela difundir os trabalhos de uma empresa sem que para isso seja devidamente paga. Se for assim, também quero propaganda de minha empresa (grátis).
É só o que falta!
A Casan tem mais é que trabalhar e pagar para mostrar o que vem fazendo em benefício da comunidade.
O gerente de Comunicação Social afirma que “a Casan apanha, muitas vezes sem ser ouvida, injustamente. Quando é convidada a falar oficialmente, o espaço destinado ao diretor ou ao gerente da Empresa é infinitamente menor”.
Ora, se muito do que é noticiado é inverídico, cabe à empresa utilizar-se de meios legais e pedir retratação por parte de quem as divulgou.
Malho por malho, fôssemos levar a sério o choro do nobre gerente de Comunicação Social, faltaria espaço na mídia para publicar o descaso da Celesc, BrasilTelecon, TV por assinatura, telefonia celular, guarda municipal, prefeitura...
Segura a peteca, negão e mostra a competência que você tem!

Jorge Oliveira