quinta-feira, 17 de julho de 2008

SILÊNCIO ENSURDECEDOR (versão impressa)

[Os leitores do blog já viram este texto aqui ontem. Publiquei-o no Diarinho hoje, com pequenas modificações. Por isso taí de novo]



A Folha de Blumenau saiu ontem com uma longa entrevista com o Nei Silva. A primeira publicada depois do juiz ter negado o pedido para que ele voltasse á prisão. O enredo é basicamente o mesmo (com foco no envolvimento do presidente da Celesc, Eduardo Pinho Moreira), mas há mais detalhes. Minúcias. E, como vocês sabem, Deus e o diabo estão nos detalhes.



O ex-blog do Vieirão (A política como ela é) volta a comentar o assunto, nota que a “grande imprensa” anda alheia ao caso e acrescenta, à lama recente, alguns ti-ti-tis que estavam adormecidos no tempo (Jorge Bornhausen, Henrique Córdova e Vilson Kleinubing...).



A Gazeta de Joinville ouve a Márgara e escarafuncha a colaboração dos figurões locais com a revista Metrópole. Novamente os detalhes acrescentam, à história conhecida, temperos picantes.



O Adelor Lessa publicou, na coluna que mantém no jornal Tribuna do Dia, de Criciúma, as discussões que ocorreram na Associação Empresarial de Criciúma, sobre a contribuição de R$ 10 mil que a entidade fez à revista “A força do Sul”, a pedido do secretário regional. A “ajudinha”, que a ACIC confirma ter dado, está citada no livro “A descentralização no banco dos réus”.



Bom, até aí nenhuma surpresa. Era de se esperar que a coisa fosse ser remexida até não mais poder. E o livro tem mesmo muito material para ser explorado. Mas o que tem me deixado de boca aberta é o silêncio de quem tem sido citado, acusado, envolvido e enlameado.



Não entendo a estratégia do governo. Afinal, uma mulher, a serviço de uma revista que consta dos autos de um processo de cassação, afirma, em vários veículos, que esteve no apartamento do governador, que ele lhe segurou as mãos e teve com ela uma conversa reservada. E como esta existem dezenas de outras afirmações comprometedoras. E ninguém diz nada.



Se se tratam de calúnias, infâmias, aleivos, é importante que alguém diga alguma coisa: “é mentira, demos entrada na semana passada com uma representação em tal lugar, para exigir retratação disso, disso e daquilo”. Ou coisa parecida. O problema é que, se o Nei e Márgara estão dizendo a verdade, também estão todos muito quietos. A começar pelo Ministério Público Estadual.



OK, a parte da extorsão a gente entendeu. A parte da “corda pra se enforcar”, também. Não há mais dúvida que o governo não firmou qualquer contrato formal com a Metrópole. Os antecedentes e o modo de atuar da revista, do Danilo, do Nei e da Márgara também já estão esclarecidos. Sabemos de quem se trata. Ah, e é claro que ouvimos com atenção todas as suspeitas de que o PP teria dado um gás para que o livro fosse produzido. E agora?



Agora está ressoando nos nossos ouvidos, zuniando e quase nos ensurdecendo, esse silêncio medonho. Será que esperam que a gente mude de assunto? Confiam que, como já disse alguém (estou em dúvida: Nixon ou Hitler?), “a memória do povo é fraca e seu coração complacente”?



Não morro de amores por nenhum político. Mas me incomoda ouvir o que andam dizendo do governador sem que ninguém, exceto uns poucos auxiliares que repetem um mantra desgastado, saia em sua defesa. Aquele apelo que fiz aqui, para que os secretários presentes à reunião de Itá viessem maciçamente a público para desmentir o Nei e a Márgara, não deu em nada. Nem os coleguinhas da imprensa que estavam lá arriscaram-se a dizer alguma coisa. Decerto estão todos, como estamos nós, paralisados por esse silêncio pavoroso.

6 comentários:

jânio disse...

Não se preocupe com os políticos, tio. O povo saberá esquecer.

Anônimo disse...

Tio César,

Acho que a frase é de Hitler, pois "esta turma" já se posicionou oficialmente pela eugenia.
No mais, vale o dito popular: quem cala consente! Nem que seja no inconsciente!!!

Anônimo disse...

>

O citado, acusado, envolvido e enlameado, vai fala o que?

Bênção, tio Cesar!

Antônio Carlos

<

Anônimo disse...

Bom... o Vieirão poderia usar o blog dele pra explicar a maracutaia que levou o seu Chefe de Gabinete se suicidar né! Seria uma boa...

Anônimo disse...

Tio Cesar,
Chega de moleza... Está na hora de deixar este blog atualizado ao longo do dia. Digo que, com tanta informação e trato na escrita que tens, já não me contento, como leitor assíduo, de ter que esperar a meia-noite, pra ler sua coluna do Diarinho do dia seguinte.
Eu sou um dos que frequenta várias vezes por dia seu blog, que aproveito para dar os parabéns...
Ah, sou um dos que comenta, de vez em quando.
Abraço Forte e vê se acata minha sugestão, pois os blogs hoje são a melhor maneira de se ficar informado com precisão, já que os "jornalões" ou "a grande mídia" como o Damião e vc citam, ficou completamente empastelada e comprometida.
Saudações Alvinegras!!!

Anônimo disse...

VIEIRÃO eles não tem o qeu falar e apelam. Sequer CARAGEM eles tem. POBRES HOMENS inútéis para a sociedade....sem eles viveriamos melhor...essa cobiça pelo poder...pelas vantagens que ele dá e tudo mais....Senhor...Senhor....