sábado, 19 de julho de 2008

“SÓ EM FLORIANÓPOLIS FALAM NISSO”

O governo dá sinais que pretende se refugiar (exilar?) no interior do estado onde, garantem os figurões aliados, o caso criado pelo “A descentralização no banco dos réus” não existe ou pelo menos aparenta não interessar aos contribuintes e eleitores. Só na capital, e apenas nas mentes doentias dos opositores radicais, é que as “mentiras” do livro ganhariam ares de verdade ou de indícios de ilícitos.

Não sei se esse movimento de interiorização deveria preocupar-nos a nós, que vivemos na capital, ou aos companheiros que vivem nesse paraíso citado pelo governo, onde as picaretagens do Nei não ecoam. Será que não ecoam mesmo? E por que será que o governo chegou a essa conclusão? O que nos reserva o futuro próximo?

Essas são algumas das perguntas que talvez os eventos da próxima semana ajudem a responder. Tanto aqueles que estão previstos para ocorrer como, principalmente, aqueles que, embora previstos e anunciados, não acontecerem. Desnecessário lembrar que há mais coisas no ar do que os aviões de carreira e os balões do padre. Mas, por enquanto, só nos resta relaxar, aproveitar bem o belíssimo final de semana e aguardar que a névoa criada nos últimos dias se dissipe.

13 comentários:

Schneider disse...

Viu como a descentralização faz milagres? Descentraliza e pulveriza os escândalos.
E quando estourarem os escãndalos com as outras publicações, como será?

Anônimo disse...

Esse é o meu medo... O governador sabe muito bem e controla a extensão dos tentáculos financeiro-políticos das famigeradas SDRs, afinal, ele é o pai desses monstros devoradores de recursos.

Anônimo disse...

Sr. Cesar,

Hoje acordei decida a cancelar minha assinatura com o DC. Convicta que mantendo assinatura com o jornal de maior circulação no estado, compactuava com a posição do mesmo, ou seja, mesma postura do governo "não está acontecendo nada" portanto não noticiam. Ao receber o jornal, perto do meio dia, pois resido no oste catarinense, vejo várias notinhas sobre o caso. Menos mal, espero que acabem com a postura que estavam adotando, não tomando partido, mas noticiando com imparcialidade os fatos.
Quanto a nota publicada no jornal, em que o expressam a fisão do senador do DEM, que no interior este fato não existe, aviso-os, esperem a campanha para prefeito ter início na TV e na rádio, com certeza, "por toda Santa Catarina" este fato vai repercutir. Os Catarinenses foram usados nas eleições de 2006, não vamos deixar isto se repetir.

Lauro Raphael Dutra disse...

Caro Valente,

O Rei Luiz XV profetizou: o processo na justiça eleitoral vai andar igual moribundo. Este é o resultado. Mas, ele esta enganado, é no interior do estado que o contribuinte eleitor enxerga o que aconteceu com a descentralização: cabide de emprego, comitê eleitoral, financiamento de campanha, fraude eleitoral, etc ... Aliás, foi no interior que o escândalo eleitoral começou e foi dirigido através das secretarias regionais.
Na matéria anterior fica claro o desgoverno, não existe planejamento, concentrando a máquina no centro administrativo. Pretendem ainda construir mais 2 torres de 12 andares na Ilha capital, sem ponte, sem transporte coletivo, sem transporte marítimo, sem segurança, com verdadeiro caos no trânsito.
O título do livro fica muito próprio: A descentralização... no banco dos réus... Mata a capital e faz a festa no interior, para amigos, com dinheiro público.

Lauro Raphael Dutra – Empresário - Itajaí

Anônimo disse...

Tio César,

Será que esta "blindagem" existe?
Será que este foi o objetivo de "descentralizar" a Capital?

Ivan disse...

E que criando um fato novo, alteramos o foco. Esperamos todos os brasileiros íntegros, que as "coisas políticas e ou não", não caiam mais no esquecimento e nem nos deixemos manipular por ações de esquiva.

Anônimo disse...

As SDR estão bancando coisas que até que contando paraa o Ministério Público nem ele acreditaria. Eles são caras de pau e juros ser anjinhos. O Cural eleitoral começou usam tudo e todos das SDRs. Senhor como nós povo somos ingenuos, acreditamos que "eles" querem o bem do povo Catarinense....Agora os milhagres acontecem...exames esperados há mais de dois anos estão sendo realizados...cirurgias...encaminhamentos ...medicação...etc..É um pais das maravilhas. E DEPOIS QUEREM QUE O POVO PENSE COMO...tropa de safados...

Anônimo disse...

Será qeu o judiciário quer cair na mesma LAMA que estão os outros poderes? E o povo ...pague imposto e ....O que você tem a ver com a corrupção?

Liana Olinguer disse...

Como é que é? Eles vem para o interior pensando que aqui o povo é burro e só sabe sacudir bandeirinhas para o governante, como as crianças de escola de antigamente? Que venham. Os ecos do que fizeram "por toda Santa Catarina" estão esperando eles aqui!

Anônimo disse...

Tem uma rádio aqui no oeste que tá anunciando uma entrevista com a Márgara, portanto acho que se o LHS tá procurando calmaria, melhor ir visitar algum país estrangeiro que não coneça aindaa. Tem o...deixa ver...o...bom...o... não me lembro agora, mas deve ter um sobrando aí onde ele ainda não foi.

Comentarista Catarinense disse...

Em Santa Catarina as paredes tem ouvidos...

Anônimo disse...

PARABÉNS LIANA mil vezes parabéns é isso que o governador pensa que o "POVO DO INTERIOR É BURRO". Eles, pelo contrário são humildes mas não idiotas, burros...CORRUPTOS...desleal, são contrário ao governador porque SÃO HONESTOS e não usam o povo.

Anônimo disse...

Pois é. Que estranho, não? Quinta-feira, fila para a big tower do Beto Carrero. Eu, encaçado que só, mas pai herói acompanhando a filha de 08 anos muito entusiasmada com o fantástico drop da anunciada maior queda livre em torre do mundo.A tensão desaparece quando ouçi um sotaque paulista imediatamente em frente comentando provavelmente com a esposa o ESCÂNDALO DO tal livro. QUE COISA MAIS ESTRANHA, NÃO? Afinal, não era Florianópolis e tinha até estangeiro comentando o assunto. Estico a orelha e pesco o seguinte: ela é catarinense, esposa do camarada (paulista) que se divertia a cerca de duas semanas de férias com os filhos no litoral catarinense entre BCamboriu e Porto Belo. Conseguiu um exemplar no hotel em que estava em Camboriu depois de ler matéria no 'Diarinho'... kkk é deve ser coisa exclusiva da Capital.
PS. Se não houve engano provocado pelas tensões que antecederam o mergulho, parece que o cara é jornalista de um jornal de grande circulação...