quinta-feira, 2 de outubro de 2008

“BOTA O PAVAN DE VOLTA!”

O secretário do desenvolvimento regional da Grande Florianópolis, Valter Gallina, ligou para dizer que as duas placas de inauguração em que o nome do vice-Pavan não aparece foram feitas equivocadamente e serão corrigidas. Eu comentei o fato há alguns dias (aqui).

“Naquelas obras as prefeituras ficaram encarregadas de fazer as placas. Alguém deve ter se enganado, mas já mandei refazer, colocando o nome do vice-governador”, disse Gallina. Ele afirma que na secretaria dele já foram inauguradas mais de 200 obras e em todas as placas sempre constou o nome do vice (“tanto o Eduardo, quanto o Pavan”).

Tão tá.

ATUALIZAÇÃO DA TARDE: “DEIXA DE FORA”

Como dava pra supor, lendo as placas, tratam-se de obras municipais, com alguma participação do governo estadual. Os prefeitos acham-se “donos” da obra. O de Governador Celso Ramos, ao ouvir o pedido do secretário Galina para incluir o Pavan na placa, deu de ombros: “vou pensar se boto o Pavan. Coloquei os nomes do governador e do secretário porque são meus amigos e vieram prestigiar a inauguração”, disse ele. Decerto o prefeito deve achar que a contribuição de cerca de R$ 1,5 milhão do governo estadual para a obra não justifica o gasto com uma nova placa.

3 comentários:

Anônimo disse...

Decerto esse pessoal acha que o dinheiro usado para a realização das obras é deles, e não nosso.

Carlos Henrique Rech disse...

Pois é Cesar,
Nas placas de inauguração da "1º Etapa do asfaltamento" (assim mesmo, com º)de Biguaçu a Três Riachos e Sorocaba, além de não colocarem o nome do vice-governador (pois na cidade o PSDB é aliado do candidato de oposição, o Castelo do PP), ainda colocaram o nome do Secretário de Planejamento João Morfim, recentemente preso na Operação Dríade, pela Polícia Federal.

Anônimo disse...

E o "dim-dim" das novas placas também.
Gostaria de saber quanto custa($) uma plaquinha daquelas.
Strix.