quarta-feira, 29 de outubro de 2008

GENTE LOUCA

A UFSC informa que o Jornalismo continua entre os dez cursos mais procurados. Tem mais candidato por vaga que as Engenharias!

Onde é que essa gente está com a cabeça? Um engenheiro mecânico formado pela UFSC, por exemplo, sai do curso empregado, disputado a tapa por multinacionais e grandes empresas nacionais.

Um jornalista tem que disputar pouquíssimas vagas a tapa e, ainda assim, para receber salários inferiores aos de muitos torneiros mecânicos (antes mesmo de se tornarem Presidente) ou de outros técnicos de nível médio.

4 comentários:

Anônimo disse...

Por que será que ninguém divulga isso nas escolas? Por que deixam proliferar os cursos de Jornalismo e Publicidade e controlam os de Direito e Medicina? Será que no curso de Filosofia têm essas respostas?

Anônimo disse...

Todos almejam ser um Cesar Valente.

Schneider disse...

É o fascínio. Pergunte para uma jovem vestibulanda inscrita para o Jornalismo o que ela quer ser: "repórter da Globo"...

Rodrigo Lóssio disse...

Talvez porque em Engenharia o pessoal rala e estuda durante a faculdade. Em Jornalismo é tudo muito fácil, é tudo muito simples. E falo isso com propriedade, pois sou formado na UFSC em Jornalismo e tenho dois irmãos engenheiros formados em Automação. Além disso, trabalho com empresas de tecnologia e acompanho o crescimento de diversos profissionais.