terça-feira, 28 de outubro de 2008

HORA DO RECREIO

1. Te cuida, Mosquito!

Manchete do jornal A Notícia, de hoje:

“CAÇA AO MOSQUITO”

Calma, trata-se apenas de uma nova campanha de combate ao Aedes aegypti, o mosquito da dengue. Nada a ver com o incômodo blogueiro. Por enquanto.

2. É tudo a mesma coisa!

Na mesma A Notícia, coluna Portal (que equivale ao Visor, do DC). Numa nota sobre um ouriço branco criado na Alemanha (que também foi publicada no DC), colocaram a foto do animalzinho (um mamífero terrestre) e a legenda: “Ouriço do Mar”.

3. Aumento regressivo

Num press-release da frente parlamentar da agropecuária, informações sobre uma audiência pública para discutir o aumento da importação do alho chinês (a chamada, por eles, “invasão do alho chinês”). Para reforçar os perigos, publicam o seguinte parágrafo (grifei a parte que representa a legítima contradição em termos):
“De acordo com a Associação Nacional dos Produtores de Alho (Anapa), a audiência pública deverá discutir formas de proteger o produtor nacional da invasão do produto chinês. "O número de importadores de alho passou de 200 para 100 em menos de um ano, o que comprova que é mais rentável trazer o alho de outros países do que plantar e produzi-lo aqui", destaca o presidente da entidade, Rafael Corsino.”

5 comentários:

Carlosle disse...

Do jeito que o Mosquito fala da "Poderosa" não admira nada que eles queiram dedetizar ele!
Falando neles, que coisa mais antiética esses anúncios que publicaram anunciando a transmissão do futebol catarinense de 2009! Até prova em contrário,os direitos são da RIC. Como é que eles podem anunciar um produto que não têm? PROCON neles!

Anônimo disse...

Se cá há alho, porque comprar alho chinês? E se o Brasil for lançar um foguete, e Cuba também for lançar. Que diremos? Lança, Cuba, lança. Queremos ver Cuba lançar.
É tudo uma questão de dplomacia, certo?

Anônimo disse...

oi cesar,da uma olhada la no blog do Paulo Alceu onde uma moradora do norteda ilha reclama....assim:
copiei de lá e colei aqui...

Impressionante como o Norte da Ilha tem sido deixado em último plano na segurança pública.Arrombamentos de lojas e casas, assaltos a todo o instante e não se vê a polícia nas ruas. Onde está o Secretário de Segurança Pública que não olha pelo Norte da Ilha?

Andréia Silva / Florianopolis

Sabe até respondi no blog,mais o Paulo Alceu nau publicou,pq será eihm???
Será q foi pq respondi q o prefeito nautem interesse em botar policia la pois dai como fica o negócio d segurança dele,vai falir...

Anônimo disse...

importavam 200 e diminuiu pra 100 e o cara reclama? Sou muito burro.

Anônimo disse...

César, já que é hora do recreio, pode um off topic?

Sobre o uso de teflon em políticos.

Sabia que eu já tinha visto antes, só não me lembrava mais onde.Na formatação do meu PCTrabant eu perdi muito coisa, mas havia colado links num uordi e guardado.Hoje achei o disquete, é sou do tempo do Driver de flopidisque, hehehe, mas é isso:

"Teflon (nickname)
From Wikipedia, the free encyclopedia
(Redirected from Teflon character)
Jump to: navigation, search
Teflon is a nickname given to persons, particularly in politics, to whom criticism does not seem to stick. The term comes from Teflon, the brand name of a "non-stick" chemical used on cookware, and was first applied to the American President Ronald Reagan."
[edit] History
The phrase "Teflon president" was coined in 1983[1] by Patricia Schroeder, then a Democratic Congresswoman from Colorado, who said of then-President Reagan,

“ After carefully watching Ronald Reagan, I can see he's attempting a great breakthrough in political technology. He has been perfecting the Teflon-coated presidency. He sees to it that nothing sticks to him. He is responsible for nothing.[1] ”


Se quiser conferir o link é :

http://en.wikipedia.org/wiki/Teflon_character


¬¬lia