sexta-feira, 31 de outubro de 2008

DEUS EXISTE!

Tá tudo dando certo pros novos donos da cidade (Dário/LHS):

1. Liminar solta o freio da farra dos terceirizados;

2. LHS absolvido em mais um processo na primeira instância;

3. Governo do estado paga sozinho as principais obras prometidas pelo prefeito eleito de Florianópolis (administração da capital financiada por toda Santa Catarina);

4. LHS, Pavan, Jandir, Dado, Quirido, Knaesel, Walendowski, Dr. Moreira, Dário e mais alguns saem pelo mundo, propagandeando que o paraíso é aqui. E, ao que tudo indica, é mesmo. Pelo menos pra eles...

5 comentários:

Felipe disse...

Bem, o povo de floripa não pode reclamar pelos próximos 4 anos...
Só pra refrescar:
1 - Quem foi que os colocou lá?
2 - Quem foi que se deixou enganar?
3 - Quem é que acreditou nas coisas ditas na campanha?
Relembrando aquela frase perigosa que diz mais ou menos assim:
"Cada um tem o governo que merece".

Anônimo disse...

Aula sobre gentílicos:

Quem nasce em Florianópolis é?
Otá.....

Porque?
Porque votou no D.....

Anônimo disse...

Corrigindo o das 1:41 PM
Quem votou no D.. é otario!
Aposto que a maioria que não votou nele, nasceu na Ilha, porque ilhèu que se preze é mané mas não é burro, visse meu querido! Beijo pra ti que não nasceu aqui, se conforme nem tudo na vida é perfeito.

Anônimo disse...

Cesar nada valente.
Tens que aprender democracia. Também tens que aprender que Floripa é uma cidade grande, não um amontoado de mané ( o nome já diz).
Vai comendo dessa massinha e aprendendo.

marcia disse...

Pessoal do Amin, nada de tristeza! Comentam que vão arrumar uma boquinha para ele (bocão!), como superintendente do Porto de Itajaí. O mesmo carguinho por onde passou Décio Lima, esse que viajava no jatinho da Agrenco, cuja sra ganhava Laptop do tal Chico... De quebra, para a Angela não ficar sem fazer nada, a sobrinha Atela Provesi, esposa do reitor Zé Provesi, pode arrumar umas aulinhas lá na Univali... O bom é que lá, para se eleger reitor, são necessários pouco mais que 130 votos. Há estabilidade no emprego, para reitor, o Villela ficou 22 anos, este já ganhou 8 anos... Para professor não, pois é claro que é bacana ter bastante novidade em sala de aula, a cada semestre. Dá também para ser dublê de vereador-professor para enfeitar o currículo, testar a oratória... Bela carreira à frente. Abraços à Ilha do pesadelo!