terça-feira, 7 de outubro de 2008

A GRANDE QUESTÃO

Lembram-se quando o Dr. Jorge ainda era senador e resolveram colocar o Paulinho Bornhausen para concorrer ao Senado? No eleitorado começou a correr um sentimento de “péra aí, assim é um pouco demais!” e para evitar de colocar pai e filho no senado, votos que até poderiam ser do PFL migraram maciçamente para outros candidatos. A Ideli foi beneficiada com esse movimento.

Pois agora a grande questão é se a situação da região metropolitana de Florianópolis influirá ou não na decisão do eleitor da capital. Como vocês sabem, São José é uma cidadela Berger. Os eleitores de lá, certamente satisfeitos com o governo de Dário Berger, agora elegeram o irmão, Djalma. Se os florianopolitanos elegerem Dário, a família estará assentada em dois dos principais municípios do estado. E com áreas contíguas. O que transformará Florianópolis e São José num único e grande município, porque é muito provável que os projetos administrativos de Djalma e Dário sejam semelhantes. Afinal, Djalma foi secretário do irmão em mais de uma oportunidade.

O eleitor de Florianópolis vai dar bola pra isso? Terá algum peso na decisão o fato de formarem uma dobradinha familiar? Isso ajuda ou atrapalha? Taí um bom assunto para animar as rodinhas de conversa nesta terça-feira ensolarada.

10 comentários:

Anônimo disse...

É, dominando os dois lados da ponte vai ser difícil outra força entrar. A nova dinastia, se emplacar, vai subjugar as antigas forças políticas da capital. Como os Berger têm fidelidade somente com os...Berger (visto os vários partidos por onde andaram os irmãos), é provável que com os negócios alavancados nas duas cidades eles se tornem uma força estadual. Política, econômica. Podemos estar vendo o começo de uma "nova" fase na política catarinense.

Anônimo disse...

ué, mas a candidata do Dário em SJ não era a Adeliana, colega dele no PMDB? O Djalma não é socialista?

Anônimo disse...

O Dário está na lista suja da Associação de Magistrados. O pessoal de Floripa votou em peso. O Dário foi condenado a ressarcir os cofres públicos de S. José em 500 mil, por improbidade administrativa. O povo de Floripa lhe deu uma votação maciça. Ele diz que fez impossíveis 7.000 obras no mandato, os habitantes da ilha acreditaram e nele votaram nele. Foi indiciado na Moeda Verde, todo mundo esqueceu e votou no homem. Está fazendo uma óbvia dobradinha com o irmão para dominar a região, e pessoal não tá nem aí (até os líderes da política local parecem não ver). Ele não é da capital, veio importado da vizinha S. José, todo mundo se lixa pro fato. E mais um monte de cositas, como empresas, interesses transversos etc.
O governador LHS tentou colocar um “estrangeiro” em Joinvile e mesmo com toda a força da máquina, a população local o rejeitou espetacularmente, deixando-o em quarto lugar.
Daí dá para deduzir porque Joinvile é a cidade mais desenvolvida do estado e porque os habitantes da ilha são chamados de “manés”.
No dia 26 ele será consagrado, para delírio dos manézinhos, dos otarinhos e dos burraldinhos.

Anônimo disse...

Tio César,

O comentário acima é procedente!
Se o irmão ganhar aqui (toc, toc, toc)só nos resta esperança na justiça! O que, venhamos e convenhamos, não da para contar, certo?

Bob disse...

Um é a coisa mais falsa e descarada que eu já vi. O outro vai na sombra do irmão, sempre. Não sei qual é pior. O triste é que o Dário ganha em Floripa. Tem muito dinheiro. A máquina na mão (e essa ele sabe usar - Ô se sabe... quem tá na rua sabe bem disso)...
Sem contar que os irmãos, através de suas emrpesas, mantêm contratos com o próprio governo. E assim já colocam mais alguns milhões no bolso.

Anônimo disse...

Votei no César Souza Jr por ele representar uma força nova na cidade, por sua atuação parlamentar, por ter lutado pelo Jardim Botânico da cidade. Não acredito que ele e seu partido apoiarão Dário Berger neste segundo turno. Seria uma incoerência indesculpável, até porque César Jr atacou duramente o sr Dário na campanha e foi vítima de ataques também duríssimos do atual prefeito. Além de que, seria uma falta de inteligência e ausência de estratégia política entregar duas cidades tão importantes nas mãos de uma mesma família. Portanto, não acredito nem que o César Jr nem a liderança dos Democratas apoiarão Dário Berger no segundo turno.
Caso isso aconteça, acredito que os eleitores do jovem político não o acompanharão e mesmo ficarão revoltados com esse gesto. Quero crer que o bom senso e a boa memória não sejam defenestrados na hora dessa decisão. Por favor, líderes do DEM e César Jr, pensem bem antes de tomar uma decisão. A cidade espera uma atitude coerente e digna de vocês.

Anônimo disse...

Ô, tu aí que dissesse:

"O governador LHS tentou colocar um “estrangeiro” em Joinvile e mesmo com toda a força da máquina, a população local o rejeitou espetacularmente, deixando-o em quarto lugar.
Daí dá para deduzir porque Joinvile é a cidade mais desenvolvida do estado e porque os habitantes da ilha são chamados de “manés”.
No dia 26 ele será consagrado, para delírio dos manézinhos, dos otarinhos e dos burraldinhos."

Dás um banho! É isso aí mesmo!

Anônimo disse...

Assino em baixo desse comentário ai. Joinville mostrou que não tem gente TOLA e Floripa mostrou que tem um bando de vaquinhas de presépio...

Anônimo disse...

Tá cheio de joinvillense em cargo comissionado mamando por aqui. Alguns foram corridos pelas circunstâncias quando flagrados com a mão na cumbuica chiea de dólares. Agora, eleger o PT é intelizenccia... kkkkkkkkkk
Agora, que só tem tolinho aqui (me incluo) só tem mesmo, do contrário, um bando de corruptos que pra cá vieram nãop se instalariam, um amontoado de pretensiosos tbém. Aliás, só Joinville trabalha (maior índice de criminalidade do estado, berço de LHS e de alguns escândalos implubicáveis)... mas e daí, o negócio é chutar cachorro morto né moçada. bem ap´ropósito, o apelido do Dário, coligado com o LHS de Joinville, é ALEMÃO.

Anônimo disse...

Gostaria de lhe perguntar;

1- Angela Amim prefeita e o Amim governador não tem problema?
2- Angela Amim deputada federal, Amim prefeito o filho vereador também não?

Tu achas que as pessoas não comparam. Tu não percebes que isso é uma hipocresia? Serve o discurso pra um e não para o outro? Admiro você. Mas por favor, está na hora de mudar, 30 anos no poder não basta? Vocês gostam tanto assim de ser submetidos aos desmandos da família Amim?Será que vcs são tão absurdamente dominados pela ditadura dessa gente que faz de conta que com eles nada é nada? Eles são muito muito cara de pau e vcs caem na deles direitinho.