terça-feira, 20 de maio de 2008

SEM SAÍDA

Já que estamos falando em polícia, os rapazes mortos na Lagoa tinham registrado queixa na polícia, sobre as ameaças que vinham sofrendo. Numa das vezes o agressor deu um tiro para o ar. Na outra, acertou a perna do rapaz que agora foi morto.

Alguém, na polícia, não achou o caso importante. Ou então tinha coisa mais importante para fazer. O fato é que as queixas não resultaram em investigação ou a investigação deu em nada. E o algoz ficou à vontade para cumprir suas ameaças.

Agora, a polícia corre atrás da máquina, se esforça para localizar e dar alguma satisfação à sociedade. Um pouco tarde, né não?

2 comentários:

Pedro Lemos disse...

Se não me engano, o crime de ameaça é resolvido pelo Juizado Especial Cível .. no qual é prevista uma audiência preliminar onde o agressor e a vítima ficam um na frente do outro para tentar uma conciliação. Imagine se dá certo.

Anônimo disse...

Um deles era persona non grata pra vários vizinhos que não suportavam as festas com som alto, as bebedeiras e as confusões( deu na Imprensa).
Infelizmente levou o irmão inocente junto.

LIa