terça-feira, 13 de maio de 2008

O ESTADO, 93 ANOS

O jornal O Estado, de Florianópolis, faz aniversário hoje. Escola de toda uma geração de jornalistas, ainda mora no coração de muita gente. Decadente, deixou de ser diário e circula apenas às segundas-feiras. E um dos sinais dessa ruína está no fato de que a edição desta semana não faz referência ao aniversário do jornal.

O Estado foi meu primeiro emprego. Comecei como redator, em 1972, sob as ordens do Paulo da Costa Ramos, no caderno 2. Em 1988 cheguei a Editor-Chefe. O outdoor acima é dessa época. Ainda era um jornal grande, circulava em todo o estado. Como tantos colegas, acompanho emocionado sua tristíssima trajetória destes últimos penosos anos.

Pros saudosistas de plantão, deixo abaixo uma versão um pouco mais ampliada do outdoor. Dá pra brincar de identificar os que faziam parte daquela redação de 1988 (teve alguns colegas, a começar pelos fotógrafos, que eram daquela época e que não estão nesta foto). Uma dica: eu estou de gravata.

ATUALIZAÇÃO DA TARDE: entre os que não estavam na foto, mas estavam lá, o Gilberto Gonçalves já se apresentou nos comentários. E o Carlos Damião arriscou alguns nomes:
“Flávio de Sturdze, Zury, Carlos Neto, Paulo Clóvis (PC), Luzinha, Fábio Neovox, Bonson, Déborah Almada (é ela, magrinha, do lado do Bonson?), Paulo Goethe, Zeni Rates, Bodinho (Mauro Pires), Moacir Pereira, Mário Medaglia, Sérgio da Costa Ramos, Toninho Kowalsky, Cesar Valente, Luiz Henrique Tancredo, Ludmila... (Errei algum?) Mas que raça boa, hem? Quando é que vamos ter de novo na imprensa catarinense (de verdade) um time com essa qualidade? Abraços, Damião, choroso, como todos, pelos 93 anos de O Estado... Sem comemoração.”

E o Marcelo Santos também entrou no jogo: “Do lado do Paulo Goethe acho que é o Paulão (o famoso Pescoço) e ao lado da Déborah Almada parece ser o Vitor Hugo. Se não é ele, é um irmão gêmeo separado no nascimento. Abraço,”

Mais uma contribuição de leitor para identificação das figuras: “Tem o Sérgio Bueno, terceiro da esquerda para a direita na fila de traz. E a Lu Zuê (primeira a esquerda, na fila da frente, parece uma menor abandonada no meio daqueles marmanjos. Aliás, ao lado do Bueno, o quarto da esquerda para a dieita, é o ex-marido dela, o Luciano Bitencourt.”

6 comentários:

Gilberto disse...

Que saudade fiz parte dessa equipe com muito orgulho.
Gilberto Gonçalves

Carlos Damião disse...

Os que consegui identificar: Flávio de Sturdze, Zury, Carlos Neto, Paulo Clóvis (PC), Luzinha, Fábio Neovox, Bonson, Déborah Almada (é ela, magrinha, do lado do Bonson?), Paulo Goethe, Bodinho (Mauro Pires), Moacir Pereira, Mário Medaglia, Sérgio da Costa Ramos, Toninho Kowalsky, Cesar Valente, Luiz Henrique Tancredo, Ludmila... (Errei algum?) Mas que raça boa, hem? Quando é que vamos ter de novo na imprensa catarinense (de verdade) um time com essa qualidade? Abraços, Damião, choroso, como todos, pelos 93 anos de O Estado... Sem comemoração.

Carlos Damião disse...

Ah, reconheci agora a Zeni Rates também. Tem uns outros que não conheci ou não lembro. Abraço de novo, Damião.

Anônimo disse...

Eu também trabalhei lá como repórter (antes de 88), sob PCR e com grande parte dessa turma aí. Posso dizer de boca cheia: bons tempos!

Anônimo disse...

Do lado do Paulo Goeth acho que é o Paulão (o famoso Pescoço) e ao lado da Déborah Almada parece ser o Vitor Hugo. Se não é ele, é um irmão gêmeo separado no nascimento. Abraço,
Marcelo Santos

Anônimo disse...

Tem o Sérgio Bueno, terceiro da esquerda para a direita na fila de traz. E a Lu Zuê (primeira a esquerda, na fila da frente, parece uma menor abandonada no meio daqueles marmanjos. Aliás, ao lado do Bueno, o quarto da esquerda para a dieita, é o ex-marido dela, o Luciano Bitencourt.