sexta-feira, 9 de maio de 2008

ESSA OPOSIÇÃO...

LHS deu uma entrevista para a edição de abril da revista da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis. Ali, conta que a grande derrota que sofreu até agora, no governo, foi não ter conseguido “desarmar os espíritos de uma oposição contumaz, inconformada, raivosa, destrutiva e paralisante”.

Tá certo que todo governante adoraria não ter oposição, mas é da essência da democracia que os derrotados nas urnas fiquem de olho nos vencedores, para, quem sabe, um dia trocar de lugar com eles. São, por definição, contumazes, inconformados e, muitas vezes, raivosos.

Só não entendo como é que o governo, com maioria folgada no parlamento, se sente paralisado? Lá passa o que LHS quiser. Que paralisia? Onde?

O problema desse tipo de discurso é que dá a impressão que prepara uma desculpa para eventuais insucessos: “a oposição destrutiva impediu que fizéssemos o metrô de superfície e atrapalhou a recuperação completa da ponte”.

Atualização do final da manhã: Na verdade, é possível que LHS estivesse se referindo não só à oposição na Assembléia Legislativa, mas também nos tribunais. Como a relatada aqui.

4 comentários:

Schneider disse...

O Imperador não aceita nada que atrapalhe o ABSOLUTISMO, regime que implantou em Santa Catarina e "por todos seus condados".
O Legislativo também deve mudar e, além de aprovar o que o Imperador deseja, também pensar como ele.
Nesse reinado nada pode atrapalhar, nem mesmo o Judiciário, como a Polícia Federal ou o TSE. Ninguém está a altura do Imperador. Apenas alguns amigos, que ele determina, têm alguns benefícios.
Nada pode contrariar o pensamento e os desejos do Imperador. Nem mesmo o tempo, pois o metrô de Superfície ficará pronto em 2010. E, fique ou não fique pronto, nós súditos teremos que utilizá-lo e achar o máximo. Afinal, ninguém pode contrariar o Imperador.

Anônimo disse...

Aqui em Florianópolis vamos continuar aguardando o metrô e o transporte marítimo. Já em Vancouver...
http://tinyurl.com/4jo8a7

Anônimo disse...

Caro Governador a oposição a gente trata com mais aplicação de recurso na saúde, educação, seriedade com o dinheiro público. Desmamar os capachos de eleição. Valorizar os servidores sérios e assim por diante. DÚVIDO quem não teria o voto se fosse sério e trata-se as cosias do Estado com sériedade. Governador seus capachos são passageiros e só querem sugar ao passo que as pessoas sérias que estão com o Senhor querem que o Estado faça o seu papel exclusive de servir o povo COM AS POLÍTICAS PÚBLICAS e não para os compadres. Senhor, Senhor quanto gente estão morrendo por falta de atendimento médico digno, medicamento...etc...Faça um exame de consciência e veja quem lhe cerca e para que servem e o que desejam. Deixe um morrer por omissão do Estado e sua vida público não valeu a pena. O Estado existe para servir o povo e NÃO aos companheiros oportunistas.

Anônimo disse...

Quer dizer que quando tribunal julga é por que é da oposição ?
O Sr. Luis deveria dar nome aos bois e responder claramente: QUEM FOI, SR. GOVERNADOR, QUE LHE IMPEDIU DE FAZER O METRÔ DE SUPERFÍCIE E DE QUE FORMA ATRAPALHOU A RECUPERAÇÃO COMPLETA DA PONTE ?
A população precisa saber, governador, para dar o troco no dia 5 de outubro !