sábado, 11 de outubro de 2008

JÁ GANHOU

A pesquisa Ibope/RBS divulgada hoje coloca Dário Berger em grande vantagem, para o segundo turno (56%). Esperidião Amin, na pesquisa, cresceu muito menos do que seria necessário, para que se considerasse a disputa equilibrada (ficou com 32%).

Aí, dirão vocês: mas dá pra confiar em pesquisas? Bom, digamos que dá pra confiar desconfiando. É possível que tenha acontecido, como na pesquisa anterior à eleição do primeiro turno, um “arredondamento” pra cima no caso do candidato preferencial das novas elites e um “enxugamento” que mirrou as intenções no grande inimigo histórico. Mesmo assim, não é de duvidar que Amin não tenha ainda virado o jogo.

Ontem ouvi, de algumas pessoas, que a intenção delas, ao votar no Dário, era apenas derrotar – de vez – a família Amin (tinham algumas contas a acertar, sequelas de algum ou alguns dos governos passados). E o Dário? “Bom, desse a Justiça vai se encarregar”, disseram, confiantes que o clã Berger não terá vida tão longa quanto as oligarquias que o precederam. Achei um racioncínio tosco. Até porque é possível que os Berger, com duas prefeituras e a perspectiva de vôos cada vez mais altos, passem a ser mais cuidadosos e a deixar menos rabos. Mas recolhi minha viola, porque, concordando com essa história, estava um grupo relativamente grande e em política, como futebol, não tem muita gente disposta a argumentar racionalmente.

12 comentários:

Anônimo disse...

Tio Cesar,a alegacao das pessoas que vc fez mencao no seu comentario e caolha e distorcida, carregada de egoismo. Primeiro, a nossa justica e lenta e falha. Segundo, a questao nao e pessoal, mas estamos falando de Florianopolis. Raciocinio curto e erroneo. Podem falar o que quiserem, mas Amim e um visionario. Se nao fossem as obras de infra-estrura feitas em seus governos ou de sua esposa a capital hoje estaria travada. O transito nao estaria caotico, estaria parado, nem bicleta transitaria. As obras que o atual alcaide tanto se gaba, sao obras eleitoreiras e quando sao inauguradas ja estao obsoletas para a realidade em que foram criadas. Nao morro de amores pela familia Amim, mas ruim por ruim eu voto no Amim. Abracos,
Joanildo.

Schneider disse...

Será a mesma "matemática" do primeiro turno? Os números do Ibope na última etapa, na véspera da eleição, ficaram devendo. Houve um errinho de 10% na diferença Dário-Amin.
Então, como já conhecemos a fórmula, é só aplicar: Dário 56 - 5 = 51. Amin 32 + 5 = 37.
Fica 51 a 37. Mas ainda temos uma margenzinha aqui e ali e Dário acaba ficando com uns 48%. Não pode?
O mais interessante é que nos percentuais faltam 12% (indecisos). Hummm. Esse filme já vimos. E poderá entrar em cartaz novamente.

Anônimo disse...

César, a análise da pessoa que lhe falou, tambem é a minha. Raciocínio perfeito e lógico. O Esperidiao faz a política personalista e só pensa nele, apesar de ser um cara honesto e competente. Basta ver quem pegou p/ vice. Alguem o conhece? E os Berger, nenhum dos dois acaba o mandato.É muito rolo e mistura de público com privado.A cidade vai p/ a cucuia. E nós, junto.Essa eleiçao em Fpolis será o divisor de águas.Vamos ao fundo do poço, p/ daí,surgir uma nova geraçao p/ administrar a cidade.

Anônimo disse...

O que me dá medo é que essa lógica aí (da qual não discordo apesar de não ser a favor dela) poderá trazer um prejuízo NOVO à Florianópolis, se adicionada ao naufrágio do Mauro Mariani em Joinville. O prejuízo se chama "LHS e sua troupe em Floripa". Eles já tomaram gosto pela coisa e podem estar vendo no Dário uma chance de ficar definitivamente por aqui. Quem viver verá.

Anônimo disse...

Putz, o Luiz Henrique vai pintar e bordar em Floripa! Me dá meu passaporte...

Carlos disse...

Eu só fico imaginando se o Amin não tivesse feito a Beira-Mar Norte !
Hoje não deixariam fazer aquela obra margeando o manguezal e todo o trânsito estaria passando pelas ruas Lauro Linhares e Rui Barbosa !
Se ele não tivesse feito o túnel, o trânsito estaria todo passando pelo José Mendes, pois o Luiz 15 é que não faria o túnel, pois ele nem deu continuidade à Via Expressa Sul ! Aquela solução paliativa que está lá, que foi executada pelo Luiz 15, foi contratada pelo Amin, para atender durante a construção do viaduto, que também tinha sido licitado pelo Amin.

Anônimo disse...

Amigo das 10:28,
Não é com o passaporte que se vai evitar que essa desgraça aconteça, mas sim com o título de eleitor seu e de seus conhecidos !
Se dia 26 a vaca for pro brejo, não adianta chorar !

Anônimo disse...

Eu fico impressionada como vocês respeitam a democracia. E você meu caro colunista, já está impregnado com o sentimento daqueles que não conformados com a derrota, arranjam uma desculpa para desmerecer o vencedor. Falar que a "justiça” vai se encarregar da família Berger, é desde já, plantar e exorcizar governos que se forem bons, é bom pra todo mundo. Em Florianópolis, durante muito tempo, a família Amim, agiu assim. Travesditos de uma "santura", só Deus sabe bem o que eles fizeram (18 milhões do Banco Santos, cadê?), eles sempre plantaram a fofoca a boca pequena, sempre desmerecendo o adversário. Será que a família Amim está acima de qualquer coisa, estão no poder há 30 anos e não basta? César, você é um cara tão interessante, mas peca ao cair nessa armadilha. Veja os fatos como são, concretamente, e deixe o exorcismo, pra quem sempre muito bem se utilizou deles.

Anônimo disse...

Ninguém vai evitar a vitória do Dario em Floripa muito menos a rogação de pragas. Depois do dia 26 Amin estará definitivamente morto e enterrado. Tem gente que custa e cair na realidade.

Anônimo disse...

Ops....

Túnel feito pelo Amin? Espera, espera, espera...se o argumento de que a ordem de serviço para obra do Luiz Henrique já estava emitida nos tempos do Amin...o contrário deve valer: Paulo Afonso fez 80% do túnel. Amin terminou - com ordem de serviço anterior ao seu mandato.

O Amin fez tudo? Só falta encerrar as propagandas com "e no sétimo dia...Ele descansou..."

Anônimo disse...

O Paulo Afonso que fez o túnel? Vc não tem boa memória.. o cara fez o aterro, gastando lá uma fortuna que dava para fazer o túnel, toda a via expressa sul e ainda sobrava grana para duplicar a estrada do aeroporto. Mas, a grana sabe onde foi parar? eu tambem não sei, afinal, a areia do mar cobriu.......

Anônimo disse...

Abstraindo as ideologias partidárias nos comentários acima, a única contribuição do Amin no túnel Antonieta de Barros foi inaugurá-lo. Isso é fato.