quarta-feira, 8 de outubro de 2008

SEM SURPRESAS

O PPS do professor Grando (e do camarada Michel Curi, claro) anunciou oficialmente que está com o Dário e não abre. O PSDB estadual, reunido na sua sede, em São José (!!!), decidiu dar uma prensa no diretório municipal de Florianópolis para que também se abrace com o alemão. Claro, se o partido do Cesinha Jr (DEM) já decidiu que fica o dito pelo não dito, por que o partido do Dr. Juca também não pode se mudar para uma área mais protegida da chuva, né?

O PSDB de Florianópolis, vocês lembram, teve grande ajuda dos Berger na eleição passada. O agora deputado estadual Marcos Vieira fez dobradinha com o então candidato a deputado federal Djalma Berger. E no começo da gestão do Dário o Dr. Juca e vários tucanos da capital tiveram espaço na prefeitura. Não terão dificuldades em se acertar novamente.

Em tempo – li agora no blog do Moacir que uma das explicações do PPS pra ter aderido ao Dário é que “a centro-esquerda tem um projeto comum para 2010”. Nem vou comentar o absurdo que é admitir que estão interessados apenas na próxima disputa estadual, mas chama a atenção o fato de classificarem o PPS do Michel Curi, o PMDB do Zanotto e dos Berger e o DEM dos Bornhausen como “centro-esquerda”. Só faltou aí o PT do Sérgio Godinho.

8 comentários:

Schneider disse...

Caro César. Acredito que você cometeu um errinho de interpretação. Não é CENTRO-ESQUERDA. A leitura correta é: SENTO À ESQUERDA...

Anônimo disse...

Ops,

Dá pra botar no bloco do "é dando que se recebe", de centro-esquerda, lógico, o PDT do Maneca, o PTB do Parizotto e o PRB da Odete. Passa régua. Só falta o Prona do Enéas.

Abs

Anônimo disse...

Tudo envolve Serra (PSDB, DEM, ETC) X Lula (Dilma, PT, etc.).
Todos querem o PMDB, o partido que elegeu mais prefeitos no país.
Já o PT só tem o PP.

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkk

O CQS vai acabar te contratando. Para istepô, já avisei que 'vaisji romperi minha zérnia'... pmdb de quem??? pps de quem?!!! GRando e Cury no mesmo balaio kkkk

Anônimo disse...

O problema em todos esse apoios, é que quem decide os apoios é a cúpula (ou seria cópula?). A militância, provavelmente de olho em um carguinho, não apita nada, e engole tudo o que a chefia mandar.
ô bando de tolo! vão ficar "tudo" de mão abanando!
Ale

Anônimo disse...

No Brasil vigora a ideologia de "o meu primeiro", "tdo pelo poder". Uma boquinha, eu quero uma pra viver! Desde que o Lula virou amigo de todos - Newton Cardoso, Severino, Geddel, aquele do Pará (ainda bem que esqueci o nome) e tudo o mais de poior da nação - e ainda disse que isso era aula de pós graduação política, que a porteira se abriu definitivamente. Se até o PT, que mantinha um certo pudor, entregou os pontos éticos, porque não deixar todo mundo se lambuzar com orgulho? O que interessa é o poder e suas benesses e negócios.
Coerência, princípios, lisura etc são valores do século passado que não têm mais espaço na "modernidade" nacional.
Depois todos posam sorridentes, o povo aplaude e vota contente, não se importanto com essas posturas "secundárias" (ele tb está atrás de uma boquinha) e assim a vida segue neste país. Dizem que estamos melhorando e progredindo, segundo que critérios, cara pálida?

Anônimo disse...

Tiveram um bom professor: LHS. Usou e usa o tríplice ajuntamento para fins pessoais (reeleição e senado em 2010). Ideologia partidaria? Ninguém mais sabe o que é isso. Talvez o DEM (PFL) soubesse, até antes do apoio ao Dário. Agora tentem perguntar a eles. Terão que fazer uma viagem internacional para encontrá-los...
Tudo isso é uma piada. E de mau-gosto, com os eleitores e cidadãos.

thiago disse...

só pode ser piada mesmo...