quinta-feira, 9 de outubro de 2008

O PDTdaB (da base) X o PDTdoM (do Maneca)

Enquanto os dirigentes partidários fazem os acordos que acham que devem fazer, a base se movimenta, pra tentar dar um pouco de... base ao que é feito em nome do partido.

Uma das ações mais recentes é o artigo “Reorganizar o PDT pela esquerda”, escrito pelo ex-prefeito de Paraíso-SC, filiado, militante e assessor da liderança da bancada estadual do PDT na Assembléia Legislativa, Hilário Scherner. Que me chegou via e-mail do deputado Sargento Soares (a íntegra está no site do deputado).

Começa mostrando dois gráficos que sustentam a premissa básica: o PDT encolheu.

I – PREFEITOS MUNICIPAIS ELEITOS PELO PDT/SC – 1996/2008 (Fonte: TRE/SC)
II – VEREADORES ELEITOS PELO PDT/SC – 1996/2008 (Fonte: TRE/SC)
E aí, toca-lhe o sarrafo:
“Parte disso deriva da ausência de fóruns de debate democrático e de instâncias de deliberação interna; Outro tanto, é resultado da falta de uma política de organização e de alianças que seja construída em sintonia com os fins democráticos e os propósitos socialistas do partido. Porém, muito disso, é conseqüência de ações políticas equivocadas levadas a efeito por uma direção estadual arcaica e autoritária, que transformou o partido num instrumento útil e adequado para alguns poucos.

Resgatar o PDT como alternativa eleitoral e de governo é possível. No entanto, reorganizar o partido não será tarefa fácil se o PDT não for capaz de fazer a autocrítica, livrar-se de dogmas e companhias inúteis, de fórmulas e de práticas anacrônicas; abandonar o cartorialismo; priorizar a organização e a mobilização de base; e, exercer a democracia interna à exaustão.

Num partido sério, cabe aos que conduziram o partido ao desastre eleitoral tomar a iniciativa de renunciar aos seus cargos de direção para que se renove a liderança e, fundamentalmente, para que se criem novas perspectivas. As possibilidades de contribuição da atual direção estadual do PDT se esgotaram diante dos sucessivos resultados eleitorais ruins.

Chegou a hora do senhor Manoel Dias e de seus ajudantes de ordens darem o lugar para outros. Caso a renúncia coletiva não aconteça, aos que sonham com um partido libertário, ousado, inovador, radical nos conteúdos, fraterno nas relações internas e externas, profundamente comprometido com a democracia e o socialismo, não restará alternativa senão promover a mobilização do que ainda existe de base do partido com o objetivo de pôr fim à degeneração em curso.”

7 comentários:

Thiago Floriano disse...

São, realmente, dois PDTs bem distintos. Será que tudo isso é saudade do Brizola?

Anônimo disse...

Manoel, pede pra ir ao banheiro e sai. Afinal, com esses resultados o que podem dizer de você? Que só faz cagadas. Concordas?

Anônimo disse...

Tio César,

Este tal de Maneca Dias, que tem contra-parentesco com o Valmor de Luca, só enganou o coitado do Brizola.
Nunca trabalhou, mas deve ter uma das mais rentáveis aposenadorias, além de divbersos cargos para "toda a família" no governo Luiz Henrique. Além disto, é marido da Dalva, que faz várias "coisas" na Secretaria ao arrepio da lei. Dá-lhe Tribunal de Contas!
Vai pra casa Maneca!!!!

Anônimo disse...

Essa força toda do PDT aqui no EStado custa uma Secretaria de Esatdo a ninguem mais do que a própria esposa do Maneca. Isto que é trabalhar para o partido, não?

Anônimo disse...

O cara botou o partido no bolso, e estgá acabando com ele, na maior cara de pau. Tudo por um bom cargo para a esposa, que só faz besteira. É o típico político tupiniquim. Maneca, trapalhão da breca.

Marcelo disse...

Fico pensando! Se o Carlitos disparar em Joinvile? E se der virada aqui? Ninguém mais fala, mas e se LHS e Pavan forem cassados? E se o Dário for cassado também? Como ficará o Dem e o PSDB em 2010? Aceitando chantagens do PMDB? Fora do Poder? Estão destruindo a imagem do Cesar Jr, que tem muito futuro, pra agradar um governador quase cassado que não quer perder para o esperidião? A ressaca da Eleição pode ser muito mais dura do que um falso apoio pra preservar uma falsa aliança, que ao meu ver já não existe mais! Abrir voto para o Dário e 2 meses depois ver LHS cassado e Dário em rumo acelerado de ser! Sinto que o PSDB e o DEM estão correndo risco de vida! Podem ficar desabrigados, apoiando ou não, e muito enfraquecidos! Será que só eu estou vendo o óbvio? Abraço a todos que amam Florianópolis apartidariamente, que não querem mais obras na hora ruim do trânsito, que querem transparência nos atos, que não querem mais uma sociedade burra, sem conhecimento que vota por asfalto (igual como em São José) como há 50 anos atrás! Vamos nos levantar Florianopolitanos! Vamos voltar as boas notícias do jornais! Viva uma sociedade mais igualitária e desenvolvida! Que Deus ilumine de conhecimento cada leitor e os façam abrir os olhos, pois o conhecimento liberta, e a ignorância aprisiona!

Anônimo disse...

É isso aí Marcelo !
E prá completar tem ainda o Darci de Mattos sendo denunciado em Joinville !