sexta-feira, 8 de agosto de 2008

KART CHAPA BRANCA

Desisti de tentar entender por que a solenidade de lançamento de mais um “Desafio das Estrelas”, onde pilotos de Fórmula 1 e de outras categorias brincam de kart, teve que ser no Palácio D’Agronômica (ou Casa D’Agronômica, o que dá no mesmo).

Na foto acima (da Sabrina Sartott/SECOM) vemos o prefeito/bispo assinando o contrato, sob o olhar atento do governador LHS e do promotor da festa, Felipe Massa.

Patrocinadores privados não faltam, a julgar pela tapadeira que estava às costas das autoridades. Tudo gente de peso: bancos, fábricas de automóveis, resorts, fábricas de pneus, cervejarias, multinacionais, na sua maioria. Os patrocinadores mais pobres são, sem dúvida, a Prefeitura de Florianópolis e o Governo de Santa Catarina.

Pode até faltar combustível para que as viaturas policiais façam todas as corridas que seriam necessárias, mas não faltará infra-estrutura para a festa das celebridades do automobilismo. Sabemos que os florianopolitanos sofrem com as dificuldades de ir de um lugar a outro, mas os convidados vip não terão dificuldades para flanar e aproveitar as maravilhas da Ilha.

“Exagero!” dirão os governistas, para quem uma renúncia fiscal de 5% do ICMS devido não causa grandes rombos nos bem abastecidos cofres estaduais. E a Prefeitura, com o que terá se comprometido? Também, decerto, com pouca coisa. Nada que vá fazer falta à campanha de reeleição. Ao contrário.

Então por que a tal solenidade, eminentemente privada, teve que ser num próprio estadual? Já disse, desisti de entender. Na verdade não quero entender. Deixa pra lá.

8 comentários:

Schneider disse...

É fácil, César. Tudo que é considerado importante, moderno, grandioso ou de primeiro mundo interessa ao LHS. Um piloto de Fórmula-1, ainda mais da Ferrari, é claro que deve ser associado ao Imperador. Assim temos essas imagens de "primeiro mundo".

Anônimo disse...

E por acaso o fanfarrão do Luiz XV perderia a chance de receber na nossa casa (sim... nossa casa... nós quem pagamos todas as despesas daquele palácio, não é verdade?), um ilustre piloto da F1?
Vai ser mais uma festa de arromba nos camarotes do governo.
Investir em festas póóóóóódi.... na saúde não póóóóódi...

Zoir disse...

CAro Cesar, eu penso que esse tipo de patrocínio, por mais minúsculo que seja, não poderia acontecer agora em época eleitoral. Isto me parece ser vedado pela lei. Depois não vem o Dário dizer que pediu licença para se igualar aos adversários, mas incentivando ou autorizando o seu vice a promover esse tipo de coisa. Lembro que no primeio ano do mandato de Dario, ele se encontrava com o governador no Peru, quando pegou fogo no mercado público. Com a viagem ao exterior, o vice assumiu. Porém, a viagem do alcaide mor foi interrompida para que o mesmo viesse "apagar" o incendêio no mercado publico. Ou seja, o vice não servia nem para resolver o que fazer diante do fogo de uma casa. Agora pode patrocinar automobilismo? não está aí o dedinho e o interesse do Dario?

Anônimo disse...

E o nosso Luiz 15 fez a abertura do evento de arquitetura para o turismo, o Architectur, na UFSC, e em sua fala ficou ensinando como os arquitetos de renome internacional presentes deveriam fazer os projetos !
Ele é fantáááástico !!!!

Spesso disse...

Se Florianópolis tem a vocação turística, como eu já ouvi um milhão de vezes, e este é um evento internacional, com pilotos do mundo todo e divulgação em outros países, por que ser contra, ser cri-cri e reclamar de tudo relacioando a ele? Se a assinatura do contrato/convênio/etc é um ato oficial do governo e aquela é a residência oficial, qual o problema? Não sei, mas acho que esse post e esses comentários são um caso típico de tempestade em copo d'água. E antes que alguém politize o meu comentário: não votei e não suporto nem o LHS muito menos o Dário. Acho os dois bem abaixo do que SC e FLN merecem. Abraço.

Javali disse...

Vou fazer coro com o anonimo das 4:57 PM, ...
na educação não póóódii ...
Mas pro tour na China e em Dubai pro Sr. Vice-Governador Leonel Pavan ... póóóóódi...

Anônimo disse...

Anilse,

Na saúde não pode subvenção...não pode auxílio para quitar dívida...não pode aumentar o número de aparelho nos hospitais para resolver o problema das filas...não pode...não pode...não pode cumprir o mínimo constitucional...não pode...ISSO NÃO PODE...FESTAS....VIAGENS...VANTAGENS..GRATIFICAÇÕES....ETC...ETC...ISSO POOOODE...

Anônimo disse...

Cesar, acho que as vezes você fala um monte de bobagens.

Poxa, ser contra o evento como um todo porque você não concorda com o apoio público???

Lazer também é qualidade de vida.

Quanto será que custa manter uma praça pública?? Quanto será que poderiamos ganhar vendendo as praças para construir prédios enormes?????

Quer criticar o evento, critica. Mas fala do que realmente está errado.

Critica a falta de acesso ao Kartodromo, que gera filas enormes na entrada e na saída. Os moradores da região devem odiar o evento (exceto aqueles que transformam o quintal de casa em estacionamento gostam mesmo).

Mas por favor, não tenta acabar com as boas iniciativas que vem pra cá. Este é o tipo de evento que não precisa de um centavo do governo. Se o governo renunciou alguma coisa é porque quer ter o logo dele envolvido em algo com tanta repercursão.

Daniel Bernard