terça-feira, 26 de agosto de 2008

INSEGURANÇA MUNICIPAL

O recapeamento da avenida Beira Mar Norte tem causado engarrafamentos inacreditáveis. E ali não se vê um único “smurf” ou “engomadinho” orientando o trânsito ou tentando reduzir o sofrimento do contribuinte.

Mas para reunir uma turma de guardinhas para fazer “operações de guerra” e corajosamente espancar um suspeito, eles são rápidos (leia aqui). A Guarda Municipal tem mesmo que estar no centro das atenções dos candidatos a prefeito porque é, sem dúvida (junto com a falta absurda de planejamento que leva a interromper as principais vias da cidade em horário de pico), uma das maiores fontes de desgaste da administração municipal.

7 comentários:

Wilmor Henrique disse...

Poxa, deve ter alguma explicação para não fazerem este tipo de serviço durante a noite/madrugada.
Sei lá, talvez queiram economizar o adicional noturno da moçada.
Alguém aí tem idéia?

Anônimo disse...

É o tapete preto, ô meu. Como a noite é escura, ele não aparece, então tem que ser de dia. O Dário é inteligente pra burro.
Pra quem não é, isso não passa de propaganda enganosa e mal feita de sua péssima administração.
Falando nisso, alguém aí vai comentar a sentença que ele e o irmão receberam da justiça? Pode ou é proibido?

Júlio Fantin disse...

Mais uma vez os guardinhas. O Hélio mostrou hj as cenas que gravei e o ND publicou matéria hj, lamentável que os demais veículos das grandes redes não se falaram nada. As cenas foram revoltantes mais uma vez.

Anônimo disse...

ALÔ ANÔNIMO DAS 3:47. SEGUE A SENTENÇA. POSTEI TB LÁ NA NOTA DE CIMA, SOBRE NEPOTISMO. ESSES IRMÃOS SÃO UMA COISA!
“O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou nesta quarta-feira os irmãos Dário e Djalma Berger a devolverem aos cofres públicos cerca de R$ 500 mil. Os dois são acusados de má gestão administrativa.
Analisando contratos da prefeitura de São José, os técnicos do tribunal encontraram irregularidades em obras de infra-estrutura viária no período em que Dário era prefeito e tinha o irmão, Djalma, como secretário municipal de Obras.
Hoje, Dário é prefeito de Florianópolis e candidato à reeleição. Djalma é deputado federal pelo PSB e postulante à cadeira de prefeito em São José. Os Berger foram condenados por não terem comprovado a realização das obras contratadas à De Faria Construções Ltda. O tribunal também identificou superfaturamento nos contratos com a empresa Radial Engenharia Construções e Dragagens Ltda. Segundo o TCU as irregularidades "provocaram significativo desequilíbrio econômico-financeiro do contrato". Os dois têm 15 dias para responder ao TCU.

Anônimo disse...

Essa é a política que esse prefeito faz. Política do século passado. Menospreza a inteligência da população.

Anônimo disse...

Ô anônimo das 6:25...
Ele não menospreza a inteligência de ninguém, não. Infelizmente, ele conhece muito bem a escassa inteligência e memória do eleitorado...
(digo isso sem menosprezar a mesma sagacidade de outros candidatos, hein!)

Barbosa disse...

Pra quem vê Hélio Costa e acredita no sensacionalismo que ele faz pra vender, parabéns! Realmente, vocês são "inteligentes" e "discernidos".
O cidadão preso na Hercílio Luz é usuário de drogas e agrediu fisicamente o Guarda com uma cerra, alguém viu isso?