terça-feira, 18 de dezembro de 2007

ACIDENTE NA 282

O gravíssimo acidente de sábado, envolvendo o carro de uma equipe da secretaria de Comunicação, na BR 282, perto de Lages, deixou os colegas do Centro Administrativo bem abalados. Morreu o motorista do carro do governo, Valmor Antunes. O jornalista Evandro Baron teve ferimentos numa das pernas e foi operado em Lages. Ontem estava se recuperando numa clínica, em Florianópolis e passava bem.

O fotógrafo Jaksson Zanco foi o que teve menos ferimentos. Logo após o acidente, foi ele que ajudou Evandro a sair e retirou o motorista (que, àquela altura, não se sabia ainda que tinha morrido) do carro. Em seguida, o fogo tomou conta do veículo. Jaksson está em casa, mas ainda muito traumatizado com a experiência terrível que viveu.

No outro carro envolvido diretamente, estava uma família do Paraná. Gabriela Rassi Bruder, 33 anos e Gabriel Bruder Bernardes, de 7 anos, morreram na hora e o pai estava, ontem à tarde, em situação crítica.

Embora a turma da Secom esteja sempre correndo contra o relógio (afinal, o governador viaja de helicóptero e avião e eles vão por terra), parece que o acidente não teve a ver com isso. Eles estavam voltado para Florianópolis, depois de terem trabalhado no Oeste.

A causa do acidente, ao que se sabe, foi um terceiro carro, provavelmente um Polo, que ao fazer uma ultrapassagem invadiu a pista onde ia o Astra do governo, obrigando-o a desviar para não bater. Mas, ao desviar desse imprudente, o Astra acabou atingindo em cheio o Golf de Curitiba.

Um comentário:

Aline Cabral disse...

Oi Cesar,
O pessoal tá mesmo bem abalado, dá pra sentir a tristeza só de entrar na Secom. Hoje pela manhã o Gayoso, que tinha ido ao enterro no fim de semana, chegou chocado na secretaria quando descobriu que a moça morta no outro carro era a fisioterapeuta dele - da minha idade, e que morreu junto com o filhinho de sete anos. Dá cada vez mais medo andar de carro por essas estradas...