quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

A COISA TÁ FEIA

Saiu mais um dos relatórios anuais da ONG Repórteres sem Fronteiras. O panorama, para os jornalistas, não podia ser pior. Além de estar cada vez mais difícil criticar o poder e os poderosos, sem sofrer todo tipo de retaliação, em alguns lugares, mesmo no Brasil, corre-se risco de morte.

Santa Catarina está representada, no relatório, pela decisão judicial que censurou a Gazeta de Joinville, em 9 de fevereiro no ano passado, proibindo-a de mencionar os nomes do prefeito Marco Tebaldi, da sua esposa e da ex-miss Taíza Thomsen.

Por coincidência, ontem a Sociedade Interamericana de Imprensa começou a levantar informações sobre o caso Norton, o jornalista de Florianópolis cujos assassinos continuam impunes.

====================
Para baixar o relatório em espanhol, clique aqui.
Para baixar o relatório em inglês, clique aqui.
Ah, e se quiser em francês, pra já ir praticando, clique aqui.

E para visitar o site da ONG, clique aqui.

2 comentários:

Anônimo disse...

César, vivemos no mundo das coincidências. Equanto a Gazeta de Joinville era proibida de falar sobre o prefeito, esposa e a ex-miss, uma revista estilo "social climber", coincidentemente, cumpria outro papel: enaltecer o harmonioso relacionamento do casal. É só conferir (Perfil Magazine, Ed 11, pg 60). Supera o "jornalismo" chapa branca. É rosa.

Schneider disse...

Sabe, César, muitas vezes um título encanta mais do que a matéria. Mas você conseguiu fazer aquilo que eu considerava impossível: as letras miúdas superarem o restante do conteúdo. Essa frase, nos links, está sensacional: "Ah, e se quiser em francês, pra já ir praticando, clique aqui."
Au revoir