sexta-feira, 28 de setembro de 2007

O FORMATO DO TEMPO

O designer Hans Donner esteve em Florianópolis fazendo uma palestra na Assembléia Legislativa, dentro do programa Brasil em Debate. Donner ficou famoso no mundo inteiro com seu trabalho para a Rede Globo. Toda a programação visual da emissora, a partir de seu logotipo, foi desenvolvida por ele. São dele também as principais aberturas de novelas e outros programas da Globo.

Na palestra ele, naturalmente, trata de outros temas, extra-Globo. E explica quais são suas principais paixões. Atualmente, os filhos estão no centro das atenções. Mas, há 21 anos, luta para colocar no mercado o relógio Timedimension. A novidade é que, em vez de ponteiros, usa discos onde o degradê cria novas formas a cada segundo. O disco externo marca os minutos, o disco médio as horas, e o pequeno disco central, os segundos. Para olhos e cérebros acostumados aos ponteiros centenários dos relógios, é preciso um tempo para acostumar-se à nova forma de mostrar a passagem do tempo. Nas figuras acima, o relógio. É claro que não tem aqueles números. Coloquei-os ali só para ajudar os mais distraídos a entenderem como é que o relógio marca as horas.


Um acordo com a Microsoft colocou o relógio como um dos “gadgets” do Windows Vista. Para o Windows XP, ele existe como descanso de tela. Os dois podem ser baixados (por usuários com windows original) em www.timedimension.net ou no site da Microsoft. Com isso, o homem que criou o logotipo a que milhões de brasileiros se acostumaram a ver, espera agora que milhões de usuários de computador, no mundo todo, também se habituem com seu relógio.

Donner, como vários estrangeiros (ele é alemão de nascimento e austríaco de criação), vê no Brasil graças e valores que muitos brasileiros não vêem. Por isso, boa parte da sua palestra gira em torno da brasilidade e do amor ao País. Ele fala muito de amor, também. E registra, com insistência e detalhe, as coincidências (ou “sincronicidades”) que ocorrem na sua vida, abrindo-lhe portas e ajudando-o a realizar seus sonhos.

Preocupado com a pouca atenção que os brasileiros dão para seus símbolos fora dos períodos da Copa do Mundo, Donner tem usado bastante as cores e formas da bandeira. Ficou, com razão, muito decepcionado com a recepção hostil que o relógio que ele criou para os 500 anos da Independência do Brasil teve. Claro, os protestos visavam a Rede Globo e, aqui no Sul, também a RBS. Mas o fato é que poucos perceberam que ele colocou o Brasil no centro do mundo. E o que era para ser uma comemoração cívica, acabou indo por água abaixo. “Não era a hora”, afirma.


Na bandeira do Brasil, ele apontou um erro de design, que é óbvio, mas que nunca virou assunto de conversas: a expressão ordem e progresso faz uma curva descendente. Uma das leis do design diz que quando a gente inclina uma linha de texto, ela deve ser ascendente, para facilitar a leitura. No caso do lema da bandeira brasileira, “o progresso está pra baixo”. Ele acha que se corrigir esse erro e acrescentar, ao lema, a palavra amor, o País melhora mais rápido. Ficaria “pra cima”. Acima, a bandeira da esquerda está com o lema na posição oficial. E a da direita é a proposta do Hans Donner.

Update místico: para entrar no jogo da sincronicidade, que o HD tanto aprecia: a coluna de ontem, escrita antes da palestra, abre com uma nota sobre o discurso do Moa, que falava em xenofilia, coisa que Donner comentou bastante, ilustrada por uma foto onde aparece uma bandeira do Brasil estilizada, com a faixa numa posição diferente da habitual. Coincidência?

NA TV ALESC
Horários das reprises da palestra de Hans Donner na TV da Assembléia:

Hoje: 23h56min;
Amanhã, sábado: 18h58min;
Domingo: 20h05min (menos para exceto Florianópolis);
Segunda-feira: 9h56min.

2 comentários:

Luis disse...

Caro Cesar;
Ninguem vai a criticar esse ciclo de palestras ridiculo da ALESC? Almir Klink, Lia Luft,Hans Donner... etc. São palestras caça-níqueis (não saim por menos de R$20.000,00) e nos que pagamos... Qual a importância para a vida legislativa/democratica do Estado?

Anônimo disse...

Cesar, obrigado pela dica dos horários na TVAL. Assisti no sábado. Foi muito bacana. Espero que você avise sobre o Noblat. Luciano