terça-feira, 26 de junho de 2007

Terça

VAI COM DEUS, AMIGO!
No sábado morreu o repórter-fotográfico Olívio Lamas. Premiado, elogiado, respeitado nas principais redações do País, escolheu Santa Catarina para morar na década de 80, instalou-se na Lagoa de Ibiraquera, perto de Garopaba, e aí ficou. Petista de coração, foi fotógrafo de campanha do Lula em 2002. Depois que Lula virou presidente, não quis ir pra Brasília, não quis usufruir das benesses do poder.

Conheci-o pouco depois de ter chegado, em 1988, quando tinha essa cara aí. Levei-o para o jornal O Estado, trabalhamos algum tempo juntos e, de lá pra cá, só mantivemos contatos esparsos. Há alguns meses, fiz uma materinha, na revista da Pesca, Navegação e Lazer, sobre uma das exposições dele, “Reflexos”. As duas fotos acima faziam parte dessa mostra.

Quem não conhecia o Lamas pode ter uma idéia um pouco melhor de quem era esse personagem e da sua importância, lendo o texto escrito por Celso Martins para a revista Mural (publicado no nº 27, de março de 2007), que está disponível no site do Sindicato dos Jornalistas (www.sjsc.org.br).

No site de notícias do Artur Monteiro (www.digitalabc.com.br), estão alguns depoimentos de amigos. E um texto da jornalista Sibyla Loureiro, contando como foi o enterro, emocionante e concorrido, no domingo (clique aqui para ler).

O Lamas era, fundamentalmente, um repórter. Contava suas histórias com imagens, mas sempre apaixonadamente. Estivesse ele num bar, na rua, na sua kombi, onde fosse, estava sempre “trabalhando”. Sempre tinha uma sugestão de pauta na ponta da língua. Várias vezes me ajudou, aqui na coluna, chamando a atenção, por telefone ou pessoalmente, para fatos que podiam render uma nota. Sempre com o olhar crítico que é a marca dos grandes repórteres.

Tenho certeza que aqueles que tiveram a ventura de conhecê-lo, seja por terem trabalhado com ele ou apenas por terem compartilhado uma mesa (ou um balcão) de bar, manterão sua lembrança viva. Fará enorme falta.

==========================

DESCENTRALIZAÇÃO?

Falei aqui há alguns dias sobre a inacreditável e milionária aquisição de assinaturas de jornais pela Secretaria da Educação e o DIARINHO fez matéria sobre o assunto na edição de final de semana.

Ali, mostra que o instrumento legal que permitiu a aberração, nasceu bem intencionado. Dizia que as escolas estaduais deveriam fornecer aos alunos, acesso a jornais locais e regionais. Em algum momento das rusgas de amor entre o governo e a RBS, “locais e regionais” foram transformados, na cara-dura, em “estaduais”.

Que bela descentralização, essa, que entupirá, ao custo de R$ 2 milhões, as escolas com dois jornais estaduais, em detrimento dos tais “locais e regionais”. E, pelo silêncio de todos os prejudicados (todos os jornais locais e regionais do estado, que somam algumas dezenas, mais as pessoas e entidades preocupadas com a disseminação de uma fonte de informação única e uniforme), tem-se a impressão que estão todos com medo. Ou então não se deram conta da monstruosidade do ato praticado pelo governo.

AS CONTAS DE 2006

No blog do Vieirão (vieirao.com.br), o Vitor Santos (que, como o ex-deputado Vieirão, é ligado ao PP), mostra algumas pérolas que ele catou no Relatório do Tribunal de Contas, sobre as contas do governo LHS/Dr. Moreira, em 2006. Alguma coisa eu já tinha comentado aqui, mas transcrevo outros itens:
PROPAGANDA É O MÁXIMO
“… as despesas em Funções de Governo importantes como Judiciária, Assistência Social, Trabalho, Habitação, Gestão Ambiental, Ciência e Tecnologia, Comércio e Serviços e Desporto e Lazer, foram menores do que o aplicado com serviços de publicidade e propaganda” [R$ 48,37 milhões].

MORADIA E ESGOTO NÃO SÃO PRIORITÁRIOS
“… os vultosos dispêndios das Empresas Estatais com assistência médico-odontológica de seus empregados e dependentes, foram, no exercício de 2006, 235% superiores ao que a COHAB investiu em moradias e 25% superiores ao que a CASAN investiu em saneamento básico”.

SUBVENÇÕES GARANTIDAS
… durante o exercício de 2006 houve preocupação por parte do Poder Executivo em contigenciar os gastos da máquina administrativa …[decretos 4000/06 e 4688/06], entretanto, tais decretos não afetaram a concessão de Subvenções Sociais”.
“…as Subvenções Sociais repassadas à entidades privadas sem fins lucrativos equivalem a 21,37% dos Investimentos realizados pelo Estado”… em 2006.
[Essas subvenções geralmente são concedidas a pedido dos deputados estaduais]

ORÇAMENTO REGIONALIZADO EM BAIXA
“Os programas e ações priorizadas pela população de Santa Catarina no Orçamento Estadual de 2006 [o tal Orçamento Regionalizado] deveriam consumir somente 1,71% da Despesa Total Realizada pelo Estado. Apesar disso, o governo contingenciou [bloqueou] esse mínimo, realizando despesas de R$ 24,26 milhões, correspondente a 0,31% da Despesa Orçamentária Total”.

EDUCAÇÃO SUPERIOR PELA METADE
“… para cumprir o estatuído no artigo 170 da Constituição Estadual, o Estado deveria destinar às Fundações Educacionais, em 2006, pelo menos R$ 55,17 milhões, porém, os demonstrativos da execução orçamentária revelam que o Poder Executivo empenhou somente R$ 28,25 milhões, ou seja, o equivalente a 51,21% do valor legalmente definido”.
LÁ VAI LHS DE NOVO!
O governador parte amanhã para mais uma dificílima e importantíssima missão oficial, na Itália e em Portugal, com numerosa comitiva. Arrivederci!

3 comentários:

Anônimo disse...

Caro Cesar,
sinceramente... ele poderia ficar por lá! Vá e não volte Luizin...
Gefferson.
Ah. deve-se tomar cuidado pois isso pode levar o su blog a ser bloqueado pela justiça, como foi a coluna do Paulo Alceu. Viva a democracia ditatorial.

Anônimo disse...

Esse projeto aqui (PL./0172.9/2007) altera a lei que permite a compra dos jornais para o programa de leitura de jornais em sala de aula. Se aprovado, jornais regionais vão poder se unir em consórcio para abrager todo o Estado e participar do programa. Passou na CCJ já.

Mas tem outra. Ninguém pode dizer que o governo não tem sido generoso com boa parte dos jornais do interior. Taí o TRE que não nos deixa mentir...

Celio disse...

será que alguém vai revelar alguma coisa sobre o depoimento do Prefeito Dário Berger na Polícia Federal, sobre seu envolvimento com a quadrilha da Operação Moeda Verde???