quarta-feira, 26 de outubro de 2005

QUARTA

[Os problemas com a Brasil Telecom, que me deixaram sem acesso à Internet desde ontem - detalhes em longa nota abaixo - atrasaram a atualização deste blog. Agora, aparentemente, as coisas voltaram ao normal.]

PP E PT CONTINUAM NAMORANDO
A liberação, pelo governo federal, do dinheiro de emendas individuais para parlamentares do PP já chega a R$ 34 milhões. Só o PT consegui empenhar mais.

Pelo jeito aquelas conversas ao pé do ouvido entre o deputado Joares Ponticelli (PP) e a senadora Ideli Salvatti (PT) e depois o excelente relacionamento entre o mesmo Joares e o genro de Lula que trabalha na Assembléia Legislativa de Santa Catarina não se trata apenas de amizade ou simpatia pessoal. É uma aproximação partidária mesmo.

Em Santa Catarina, a justificativa para o namoro do PP com o PT era combater o rolo compressor do governo estadual. Mas o prestígio, no governo do PT, que o Márcio Fortes, ministro das Cidades e do PP está demonstrando, faz-nos supor que alguma coisa esteja sendo alinhavada.

ARAÚJO ABANDONADO
Peço licença aos colegas que tratam de esportes aqui no Diarinho pra comentar um assunto da área deles: desde que foi demitido do Avaí (por telefone), o técnico Márcio Araújo continua em Florianópolis. Isso faz mais de um mês e o homem não vai embora esperando que o clube salde a dívida que ainda tem com ele, e que anda por volta de R$ 70 mil.

Um dirigente (ou coisa parecida) chegou a oferecer ao ex-técnico um calaboca ou um "te manda daqui e não incomoda mais" na base da mixaria de R$ 2 mil.

Quem acompanha o futebol da Ilha, além de não entender como o Avaí conseguiu prometer pagar tanto pra esse cara que estava há mais de ano fora do circuíto, ou seja, desempregado mesmo, também não entende o comportamento da mídia esportiva local.

Não sai uma linha sobre esse assunto, nem em pé de página ou cantinho de coluna. As rádios e tevês ignoram a pauta como se tivessem medo de magoar alguém (pra não dizer outra coisa) ao falar sobre o caso.

ESSE BORNHAUSEN...

O presidente Lula, dizem os jornais, anda muito magoado com o senador Jorge Bornhausen, a quem responsabiliza por ataques à família presidencial. Lula chegou a fazer, segundo o Jorge Moreno, de O Globo, o seguinte desabafo:

– Uma coisa boa na política brasileira era que os adversários respeitavam os parentes dos outros, principalmente filhos. Nossos filhos não ficavam expostos a denúncias infundadas, sem provas, a um disse-me-disse. Havia respeito ao homem público. Que pai fica feliz vendo o nome de seu filho arrastado na imprensa na base dos boatos, das insinuações? Acabou esse respeito na política brasileira.

Bornhausen, ao saber das lamentações de Lula, disse que “o presidente Lula não precisa se preocupar comigo. Nunca fiz política atacando a família de adversários e não será agora que mudarei minha maneira responsável de agir.”

O presidente anda mesmo meio transtornado. Esse caso do filho dele não tem nada de boato: um jovem começar uma empresa com um aporte de capital de R$ 5 milhões é um fato concreto em qualquer lugar do mundo. Fato que só aumenta de gravidade à medida em que se adicionam os detalhes, todos concretos.

E o senador catarinense, alçado pelo presidente ao posto de inimigo nº 1 não deve ter ficado muito triste. Problema, hoje, é ser amigo do presidente.

BALANÇO DO NAVIO

O governador LHS deu a tradicional entrevista coletiva na Casa dos Jornalistas, para “prestar contas” e fazer “um balanço” da última viagem.

Como o pessoal do Centro Administrativo me acha muito implicante com Sua Excelência, não farei qualquer comentário ácido, ou azedo, sobre a viagem ou sobre o que LHS disse na “entrevista”. Não é preciso. O contribuinte já tem a sua opinião formada sobre esse excesso de missões ao exterior.

Só esqueci de perguntar o que o Joãozinho, o motorista do LHS que foi à China, achou do passeio.
Chii, o colunista resolveu ocupar este precioso espaço de informação e opinião com um desabafo de consumidor frustrado e irritado.
PERDÃO, LEITORES
A TRISTE VIDA DE MAIS UMA VÍTIMA DA BRASIL TELECOM

Quando a gente usa Internet profissionalmente, para trabalhar, qualquer meia hora que fica sem conexão é problema. É prejuízo. Agora imagina ficar um dia inteiro, ou dois, que é o tempo que os técnicos levam para atender aos chamados? É de chorar.

Ontem, pela enésima vez, fiquei sem o adsl da Brasil Telecom (a conexão banda larga). E desta vez o caso é ainda mais inacreditável.

A Brasil Telecom está recomendando que os usuários de adsl instalem um “turboanalisador” para checar se está tudo ok com a sua conexão à Internet. Parecia uma coisa inofensiva, dessas que só analisam o sistema e dão um parecer qualquer.

Curioso, atendi à Brasil Telecom e instalei o tal analisador para ver como é que era. Vai que o treco descobre por que a minha conexão cai a cada dois ou três meses, né?
Pois bem, adivinhem o que aconteceu? Assim que o tal “analisador” da Brasil Telecom foi instalado e fez a primeira verificação, a Internet caiu. Parou de funcionar.

Pelo telefone, os técnicos da própria Brasil Telecom informaram que era só desinstalar o treco que a Internet voltaria a funcionar: “parece que o seu modem não é compatível”. Mas a coisa não tinha qualquer tipo de aviso. Tinha inclusive meu modem listado nas configurações iniciais.

Claro que, mesmo desinstalando o coisinho, a Internet não voltou a funcionar.

Novamente fui para o telefone, pra nada, porque “só o técnico poderá estar verificando o que pode estar ocorrendo”. E o técnico, quando vem? Amanhã. Ou depois.
Chegamos ao cúmulo do desrespeito: a empresa cria problema onde não há. E depois nem quer saber se causou prejuízo, se atrapalhou a vida do cliente. Os incomodados que corram atrás de advogados, gastem montes de dinheiro, pra depois ter uma satisfação parcial, ou nem isso, de seus prejuízos e atrasos.

E a Brasil Telecom ainda fala em fazer “parcerias” com as empresas. Só se forem bonzinhos e eficientes com as grandes, porque para as pequenas, trabalhar com eles é prejuízo na certa. Pra começar, quem não pode ficar desconectado por 24 horas de tempos em tempos, tem que ter duas conexões com a Internet: a deles e uma outra, pra usar sempre que a deles cair. Então é melhor ter só a outra, né não? Essas de tv cabo ou gvt ou o que mais existir. Que também não são lá essas coisas.

O que não dá mais é para acreditar nas promessas que vão fornecer conexão estável 24h, sete dias por semana. Tenho adsl há quatro ou cinco anos (ou será mais?) e a Brasil Telecom sempre me deixou na mão nas piores horas, pelos motivos mais idiotas, como este agora. Acho que está na hora de aprender a lição e deixar de ser burro.

Em tempo: no final da tarde comentei com minha amiga Cora Rónai (editora de Informática de O Globo, que está em Florianópolis participando da Futurecom) sobre esse meu desespero de ficar sem Internet. E ela, talvez pra me consolar, disse que lá, num evento de alta tecnologia, as conexões estavam devagar quase parando. “Achei que teria uma banda larga poderosa, que nada!” disse ela.

Nem sei se é a Brasil Telecom que está fornecendo a banda larga da Futurecom, mas a verdade é que essas empresas precisam trabalhar muito, se quiserem recuperar a nossa confiança.
Se vocês quiserem, podem me mandar suas histórias tristes de consumidores enganados. Lerei com carinho e publicarei as melhores.

2 comentários:

Pedro Lemos disse...

Também acho um absurdo. Mas não adianta processar a Brasil Telecom porque o Poder Judiciário entende que estes problemas são meros dissabores da vida cotidiana. Deixa a página do TJ ficar alguns dias fora do ar para ver o que é dissabor ..

rosa vermelha disse...

Nossa eu estou comeste mesmo problema, sem contat que tenho que ficar mais de meia hora esperando o atendomento com aquela musiquinha super chata, quando então aparece uma voz disendo:EM BREVE VOCE SERA ATENDIDO e a mula aqui fica esperando pois minha conexão cai a toda hr r preciso trabalhar nesta coisa aqui chmanda computador. Agora eles estão dizendo que o problema e na placa de fax modem ai tenho qie ligar e mentir que formatei minha maquina e que preciso reinstalar o modem.As vezes aparece um tecnico inteligente que consegue me ajudar. Esta semana depois de ligar mais de duas vezes e esperar um atendente me disse que o problema era no computador e que teria que agendar uma visita e que isto me custaria 20 reais se o problema fosse da conexão e que fosse burrice minha(claro que ele não falou isto mais eu dedizi)o custo seria mais caro. Resultado desisti pois ja estava uma pilha de nervos e deixi para fazer isto ontem o que me custou mais de uma hr, resolvi mais a conexão continua caindo e se deixo de pagar conta me ferro e se atraso tem juros.
ESTE É O NOSSO PAIS.