terça-feira, 13 de março de 2007

Terça

Florianopolitanices
Umas fotinhas antigas, só pra refrescar a memória de como eram a capital e seus habitantes no início da década de 50.

=====================

OS PRAZOS DO MP
Na coluna do final de semana comentei aqui sobre algumas suspeitas que estavam sendo levantadas a respeito do último concurso para promotores, em Santa Catarina.

O coordenador de Comunicação Social do Ministério Público informa que, de fato, em 20 de fevereiro de 2006, o Conselho Nacional do Ministério Público editou uma resolução regulamentando a contagem dos prazos de prática jurídica dos candidatos.

Só que o edital do concurso é de 24 de junho de 2005. E a resolução de 2006 assegura a manutenção daqueles concursos cujos editais já tivessem sido publicados, o que era o caso do concurso do MP catarinense.

Outro ponto levantado pela turma que tem enviado cartas para os jornais e para o Conselho Nacional, é a demora em dar posse aos procuradores.

O MP, por sua coordenadoria de Comunicação Social, afirma que o adiamento teve uma razão legal: a lei orgânica do MP catarinense prevê que não haverá nomeação “durante os 90 dias anteriores à eleição para o cargo de Procurador-Geral de Justiça”.

Assim, como a eleição do Procurador-Geral será dia 16 de março de 2007, não havia como empossar os novos procuradores antes disso. A posse deles, então, foi marcada para o dia 22 por esse motivo.

A VERVE DO VIEIRÃO
O ex-deputado Antônio Carlos Vieira, o Vieirão (PP), descobriu, durante a última campanha eleitoral, uma nova ferramenta, o blog. Blog é uma corruptela de “web log”, um diário pessoal na internet. E o vieirao.com.br passou a ser, depois que o deputado deixou a tribuna (não se reelegeu), um local onde ele comenta, do ponto de vista de seu partido e seu próprio, a política catarinense. E como blogueiro o deputado tem se saído melhor que a encomenda. Com bom humor e sarcasmo, a crítica ferina e inteligente acaba sendo sempre interessante. E acredito que o leitor nem precise ser apreciador do PP e do seu programa, para achar, em algum dos posts, temas para discussão e reflexão. No mínimo para dar um cacete no próprio Vieirão.

O último “post” (que é como se chama cada uma das notas num blog), fala, mais uma vez, sobre as despesas do governo do estado com propaganda. E usa, para fundamentar a crítica, dados da cartilha “Para onde vai seu dinheiro”, do Tribunal de Contas do Estado. Fonte insuspeita, portanto.

Na cartilha (edição nº 4, relativa às contas de 2005, páginas 20 e 21) está o seguinte número: despesas de R$ 63,5 milhões com propaganda, num ano.

E aí, depois de citar os números, o Vieirão coloca o dedo na ferida:
“A imprensa catarinense tem sua parcela de culpa. Além de levar a grana do contribuinte, jamais abriu a boca para denunciar essa canalhice.

“Com raríssimas exceções, direta ou indiretamente, a mídia como um todo está no passivo financeiro do governo. Sob esse aspecto essa história de imprensa livre e independente [royalties para o Moacir Pereira] é uma deslavada mentira.”
REFORMA ÀS PRESSAS
Quem quiser discutir a reforma Administrativa que o LHS propôs e deixou no forno enquanto passeia pela Europa, precisa correr. Hoje de manhã é a primeira e única audiência pública sobre as reformas, que são muitas e são tantas, mas são chamadas no singular.

As comissões de Constituição e Justiça, Finanças e Tributação e Trabalho, Administração e Serviço Público fizeram uma convocação conjunta, pras 9 da manhã.

Do governo, ao que tudo indica, o único Cristo que vai aparecer é o Ivo Carminatti, que ultimamente tem sido o enviado especial para tudo quanto é missão impossível.

Os sindicatos, que estão porraqui com alguns pontos da reforma, prometem lotar a Assembléia e fazer muito barulho. “Por nada”, dirão os pessimistas.

ENIGMA TURÍSTICO – Se o governador de Santa Catarina é este aí, abrindo a colheita das maçãs fuji, então o que é aquele outro que está negociando convênios na Europa? E se o governador é aquele, este aí é o quê? Não estaria na hora da gente resolver este enigma e parar com essa coisa de ter dois governadores sempre que um sai pra passear?

5 comentários:

Anônimo disse...

vc não vai dar a lista dos coleguinhas que foram passear na Europa à convite do Governo?
Logo vc que se diz tão independente?
É fácil criticar a "imprensa", o governo,etc, se dizer independente, difícil é mostrar esta independência, né?

Cesar disse...

Caro anônimo. Se eu tivesse a lista, a publicaria. Se não a publico, é porque não a tenho. E se achas que me apoquentarei com tuas provocações pueris, mofas com a pomba na balaia.

Anônimo disse...

ô mo pombo... não fica assim não!
não quiz provocar, só achei que vc não quer se indispor com o Môa e cia...

Cesar disse...

O Moa foi?
Eu preciso achar essa lista!

mauricio disse...

Cesar
1. Ouvi dizer que o môa sempre vai às custas de alguma empresa pública que "patrocina a "cobertura".
2. Gostei das fotos. Na terceira, aparece a praia do "Vai Quem Quer", hoje aterrada. No primeiro plano aparecem, Seu Bernardo, Dona Flávia, Dona Anita e a criança deve ser o Carlos Alberto.
Abraços